Início » Computador » Vem aí o iMac de baixo custo para estudantes

Vem aí o iMac de baixo custo para estudantes

Por
8 anos atrás

Baixo custo para os padrões da Apple, devo te alertar.

A Apple apresenta nessa segunda uma nova opção de iMac para estudantes que estejam interessados em levar para casa não um notebook, mas sim um tradicional all-in-one que só a empresa de Steve Jobs sabe fazer com tanta perfeição. Embora o modelo de iMac mais em conta seja vendido nos Estados Unidos por US$ 1.199, o Mac que a empresa resolveu vender para estudantes consegue ficar abaixo daquela barreira dos mil dólares.

Mais | iMac de baixo custo não tem data para chegar no Brasil

Mas, até mesmo para um iMac, vale aquele ditado que diz que você leva aquilo pelo que paga. O iMac de baixo custo conta com um processador Intel Core i3 com clock de 3,1 GHz. Sim, estamos falando de um Intel com capacidade dual-core, mas as vantagens param por aí. O Core i3 é o mais básico entre a família de processadores mais atual da companhia. O próprio site da Intel diz que ele serve de “base para um PC de preço razoável”.

A título de comparação, os novos MacBook Air contam com Core i5.

iMac

Ainda falando nas especificações do iMac para estudantes: memória RAM de 2 GB; 250 GB de espaço em disco HDD; e placa de vídeo AMD Radeon HD 6750M com 256 MB. O display tem dimensão de 21,5 polegadas.

Estreando no mercado americano só agora, o iMac mais em conta enfrenta críticas devido aos seus requisitos mais fracos (a Wired diz que a tecnologia é do ano passado). O espaço em disco é metade daquele encontrado no iMac tradicional, que esbanja 500 GB. A GPU também sofreu cortes no orçamento e teve sua capacidade reduzida pela metade.

E quanto o produto vai custar? US$ 999 (na casa de R$ 1.600) na loja educacional da Apple americana. Isso quer dizer que ele custa US$ 200 a menos que o iMac mais barato da linha tradicional da maçã. E com um detalhe: sem o conector compatível com Thunderbolt, tecnologia tão festejada pela Apple e pela Intel.

Com o lançamento do novo MacBook Air, agora com preço inicial na casa dos US$ 999, a Apple matou de vez o MacBook White. Parece que a companhia agora quer dar mais uma opção para os seus consumidores — um iMac de baixo custo. No entanto, também com especificações técnicas de baixo desempenho. Tenho dúvidas se os clientes vão preferir um iMac capado a um MacBook Air completo. Ambos custam o mesmo.

Eu consultei a Apple Brasil sobre a disponibilidade do iMac de baixo custo no mercado nacional. A companhia prometeu uma resposta para o assunto somente amanhã.