Início » Brasil Web » Rede social para amantes chega a 150 mil usuários brasileiros

Rede social para amantes chega a 150 mil usuários brasileiros

Por
7 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

O Ohhtel, rede social introduzida no Brasil em julho, tem muito a comemorar. Com a proposta de oferecer um espaço discreto para que usuários possam conhecer pessoas interessadas em sexo casual, o site aparentemente caiu no gosto do brasileiro. Cerca de um mês depois de seu lançamento, eles comemoram nada menos que 150 mil cadastrados. O Brasil só perde para os Estados Unidos em número de participantes na rede social.

Esse número foi fornecido por Lais Ranna, responsável pela operação nacional do Ohhtel, em uma entrevista ao site da revista Galileu. De acordo com Lais, quase um milhão e meio de americanos também aderiram à busca de um amante por meio da internet.

Homens pagam "tarifa" de R$ 60

Com público de milhares de usuários, o Ohhtel já traçou perfil de quem mais recorre à busca sexo sem compromisso na rede. Você já esperava por essa, mas lá vai: 66% são homens e 34% são mulheres em busca de um ricardão. Os usuários são jovens, pois 39 anos é a média de idade para homens e 33 anos em média para mulheres.

Respondendo à revista, a executiva disse que não existe um caso sequer registrado de um romance que se formou a partir do Ohhtel. O site ajuda justamente a manter os casamentos que já existem, segundo ela — segundo a premissa de que, ao procurar sexo fora de casa, o usuário satisfaz suas necessidades sexuais e não se incomoda de manter um casamento sem relações intercoitais.

Para usar o Ohhtel as mulheres não pagam nada. Homens têm que desembolsar uma “tarifinha” (palavra da executiva) de R$ 60, o que garantiria um “engajamento pessoal” maior do usuário com as oportunidades que o site oferece.

Mais sobre: