Início » Aplicativos e Software » WebOS tenta manter desenvolvedores, mas Microsoft ataca

WebOS tenta manter desenvolvedores, mas Microsoft ataca

Avatar Por

No último final de semana a HP lançou um comunicado oficial (em clima de fim de festa) a comunidade de desenvolvedores do WebOS prometendo que o fim da fabricação de dispositivos com a plataforma não significa o fim do sistema operacional além de pedir que ninguém entre em pânico.

Aos interessados, o comunicado na íntegra (em tradução livre):

Caro desenvolvedor WebOS

Nós iniciamos um novo capítulo para o WebOS e entendemos que vocês devem ter muitas questões. Ontem nós anunciamos que vamos nos focar no futuro do WebOS como uma plataforma de software, mas que não iremos mais produzir dispositivos WebOS. Esta foi uma decisão realmente difícil, mas que fortalecerá nossa capacidade em nos concentrarmos para fazer com que o caminho do WebOS seja de inovação. Ao longo desta jornada, nossos desenvolvedores serão parte vital do futuro do programa.

Nós vamos continuar a apoiar, inovar e desenvolver o catálogo do WebOS App. Nossa intenção é melhorar nossos mecanismos de comercialização e apresentação de nossos produtos e continuar a construir nosso ecossistema de aplicativos.

Como muitos de vocês sabem, atualmente nós paralisamos a realização de diversos eventos para desenvolvedores ao redor do mundo. Planejamos manter esses eventos, mas depois deste anúncio naturalmente acontecerão algumas mudanças. Essas atualizações serão postadas em nossos registros de eventos na próxima semana. Queremos apresentar a todos nossa estratégia para o WebOS e queremos ouvir suas opiniões.

Por último, gostaríamos de expressar nossa sincera admiração pelas equipes que deram seu contínuo apoio ao WebOS na HP. Este é um momento particularmente dinâmico na indústria de dispositivos móveis e às vezes as decisões mais duras não dizem respeito ao que temos que fazer, mas sim ao que temos que não fazer. E esta foi uma dessas ocasiões. Junto de nossa grande comunidade de desenvolvedores, estamos confiantes de que iremos superar este desafio.

Richard Kerris
Vice-Presidente de Relações com Desenvolvedores WebOS

Ainda que a palavra de ordem entre os chefinhos do WebOS seja a de tentar manter seus desenvolvedores por perto, sua vida não será das mais fáceis nesta tarefa. Logo após a HP anunciar o fim da linha sua história na plataforma Brandon Watson, diretor do Windows Phone 7 postou a seguinte mensagem seu Twitter: "A qualquer desenvolvedor do WebOS: nós lhes daremos tudo o que for preciso para o Windows Phone, incluindo telefones, ferramentas e treinamento".

O resultado é que já no dia seguinte Watson havia recebido "mais de 500" e-mails de sujeitos interessados em "repensar seus algoritmos" para a plataforma da MS.

Diante de tamanha demanda, respondeu aos possíveis órfãos que "não esperava tamanho interesse". "Ainda levará alguns dias para ler todas as mensagens e as responder da maneira mais adequada possível, sem enviar uma mesma mensagem padrão para todos. Considerem este o primeiro passo para um grande relacionamento", completou.

Com agradecimento ao amigo Daniel E. C. Filho pela dica. Informações WP Central

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rafael
kkkk
Erick
Microsoft fez o certo. Ela já tinha feito isso antes com desenvolvedores infelizes de outras plataformas. E a HP perdeu muitos pontos com a comunidade. Se resolvesse arriscar mais, poderia criar um ecossistema muito bacana... mas resolver ficar de medinho e continuar vendendo tinta a preço de ouro.
Gabriel
Não se deve considerar somente o preço do ML, já que muitos usuários compram atrelados à contratos de operadoras por causa da conta de dados. Quanto ao "90% dos computadores utilizam o Windows", vale lembrar que a "minoria" utiliza Mac OS X e alguma distro Linux e, mesmo assim, o iOS e o Android prevalecem nos portáteis (embora haja controvérsias desse último em relação ao software livre), considerando que já existia o Windows Mobile. Quanto ao "deverá ser superior", vamos aguardar se será mesmo superior. Sinceramente, é bem difícil a Microsoft acertar em intuitividade nos portáteis (vide fracasso do Windows 7 em tablets), embora acredite também que realmente ela esteja indo pelo caminho certo neste quesito desta vez. Lembro também que será MUITO difícil para a Microsoft, que está MUITO atrasada nessa "corrida móvel", conquistar clientes fidelizados em outras plataformas, acostumados com aplicativos disponíveis da App Store e Android Market, e você está desconsiderando isso. Até fizeram uma postagem outro dia no Tecnoblog explicando porque compraram um iPhone 3GS (basicamente, pela vasta biblioteca de aplicativos já comprados na App Store através de um iPod). Muito mais do que Office, Windows Live, Xbox Live e Facebook, o Windows Phone deverá fornecer bons aplicativos em diversas outras áreas, intuitividade, segurança, estabilidade e, para fazer seu diferencial para conquistar o público de outras plataformas, uma série de outras coisas que realmente inovem e justifiquem uma migração. Eu, sinceramente, tenho minhas dúvidas se a Microsoft conseguirá tanto, uma empresa que ultimamente não inova tanto e nem surpreende (exceto pelo Kinect, já que consoles já existiam, Office é sempre a mesma coisa "melhorada" e o Windows Live idem). Quanto mais o tempo passa, mais difícil fica para a Microsoft. O 7.5 Mango deverá surpreender e MUITO se quiser ser relevante nesse mercado, caso contrário, as plataformas dominantes atualmente assim seguirão. Voltando ao preço, existem Androids vendendo por aí em lojas com nota fiscal e sem contrato de operadora por R$ 399,00, que, embora não agrade os "engravatados", o ajuda a torná-lo muito mais popular. Aí pergunto: será que um desenvolvedor buscará desenvolver um aplicativo para uma plataforma popular diversificada em vários nichos ou para um único nicho de engravatados? Como já disse, posso me enganar, mas vamos aguardar.
@brunogdb
Microsoft foi inteligente, isso sim.
Jorge
O Windows Phone 7 tem muito furuto, 90% dos computadores utilizam Windows e o próximo será altamente integrado com o WP7, além de abarcar muitos usuários do Xbo com sua live e a inegração de jogos, ainda mais intgração com o grande sucesso que é o kinect, ainda agrada os engravatados que querem o melhor office para dispositivo móvel e ainda abarca uma legião de fãs da Nokia, que ou estão com ela ou foram para o Android devido a estagnação do Symbian. Sem falar na integração do skype, facebook, msn que deverá ser superior as outras plataformas já na atualização mango. Quanto ao preço, no MERCADO LIVRE você já pode compra aparelhos por 700 reais novas, o preço não tá alto e deve ficar mais barato ainda com a chegada da Linha Mango.
Caio Furtado
Microsoft fez mais que certo, a HP matou seus WebOS devices e gente com talento e vontade de trabalhar teve tudo perdido e tempo desperdiçado, e além do fato do Windows Phone ser uma plataforma excelente, nova e que precisa de desenvolvedores.
Gabriel
Resumindo: a Microsoft quer que desenvolvedores troquem um fracasso por outro. /trollface Sinceramente, posso estar enganado, mas acho que o Windows Phone 7 não vingará de fato por uma série de motivos, um deles será o preço: vai ser difícil a Nokia e a Microsoft realizarem um celular tão bom a ponto de ter um hype que bata de frente com o hype do iPhone, já que os aparelhos Nokia (os topos de linha) nunca foram baratos e concorrerá na mesma faixa de preço dos iPhones, creio. Sei que outros fabricantes produzem aparelhos com Windows Phone 7, mas todo o hype estará na Nokia, já que geralmente as outras focam mais no Android. Já o WebOS, nunca o vi funcionando, mas o fato de não ter uma forte empresa adotando-o já o torna alvo de críticas e desconfianças. O mercado de sistemas móveis ainda é bem especulativo, tirando o futuro do iOS e Android, que já parece certo.
Guilherme Mac
Abri tudo e fica de código-aberto completamente que quero ver segurar o desenvolvimento do WebOS :P
@AntonioVeras
"Ah, commo eu sou bandida!" :D
Guilherme Carlos
O mundo é dos espertos e nisso a Microsoft é profissional!
@eduaxx
Microsoft bandida!!
Gaba
Ficou meio confuso isso: "Logo após a HP anunciar o fim da linha sua história na plataforma Brandon Watson (...)" Seria uma boa esses desenvolvedores migrarem hehe... se é isso do que se trata, creio que será muito bom para o WP7...
Vinícius
ps: no lugar deles, também escolheria outra plataforma, pois uma que voltou à mesa para desenvolvimento não me traria lucro nenhum!!
Vinícius
É, espertinha essa Microsoft, em?