Início » Ciência » Bactéria transforma jornais em combustível alternativo

Bactéria transforma jornais em combustível alternativo

Por
8 anos atrás

Cientistas da Universidade de Tulane, descobriram que uma bactéria recém-descoberta é capaz de de transformar materiais orgânicos em butanol (uma alternativa à gasolina).

O professor responsável pelo time que liderou essa descoberta, David Mullin, disse que a bactéria é encontrada no excremento de animais e que ela precisa ser cultivada e desenvolvida de uma forma com que seja possível produzir butanol diretamente da celulose.

Cientistas da Universidade de Tulane

Cientistas da Universidade de Tulane

A celulose é encontrada em todas as plantas verdes e é o material orgânico mais abundante da Terra. Apenas nos Estados Unidos, cerca de 323 milhões de toneladas de itens que podem ser utilizados para produzir o butanol são jogados fora todo ano. Entre eles está o jornal, produto que geralmente vai para a lata de lixo depois de usado.

A TU-103 como é chamada, está com um processo de patente pendente, mas o Mullin diz o seguinte: “A TU-103 é a única bactéria capaz de realizar essa transformação na presença do oxigênio. Produzindo butanol em um ambiente livre de oxigênio aumenta significativamente o custo de produção”.

Como biocombustível, o butanol é superior ao etanol (que é produzido geralmente do açúcar), já que ele é compatível com diversos modelos de automóveis e não precisa modificar nada no motor do veículo. Ele também pode ser transportado pelos oleodutos existentes e é bem menos corrosivo e possui mais energia do que o etanol.

Os pesquisadores já testaram a conversão de papel-jornal em combustível com sucesso. Daqui a alguns anos, talvez você assine O Globo ou a Folha de São Paulo (ou os dois) para poder andar pelas ruas da cidade com o seu carro. É só uma ideia…