Início » Brasil » Em São Paulo está proibido usar celular dentro do banco

Em São Paulo está proibido usar celular dentro do banco

Por
8 anos atrás

Na próxima vez que você estiver numa fila de banco e quiser sacar o celular para passar o tempo, pense duas vezes. Entra em vigor nessa segunda-feira a lei que proíbe o uso de telefone móvel nas agências bancárias da cidade de São Paulo. É a terceira cidade do estado a proibir os celulares — dizem que o motivo para tal é a segurança dos clientes.

Fica proibido fazer ligações e mandar mensagens de texto com o celular enquanto estiver dentro de uma agência bancária ou em ambientes que ofereçam atendimento bancário. Sabe os caixas eletrônicos presentes em shoppings? Também não pode mais usar o aparelho próximo a esses pontos de atendimento automático.

Mais uma vez o Estado se mete num assunto de cunho particular. Usar ou não celular dentro do banco é problema de cada um, que tem de saber o local apropriado para isso. Os defensores da lei afirmam que, dessa forma, evita-se a famosa “saidinha de banco” — mas a que custo?

Deixa o guri jogar enquanto espera a mãe na fila do banco, pô

Nesse assunto o ideal é que os clientes sejam informados de que é menos seguro ficar com o celular ao ouvido em uma agência bancária. A educação sobre outras práticas para preservar a própria segurança também é bem-vinda.

Bancos que permitirem o uso de celular terão que pagar R$ 2.500 de multa. Em caso de reincidência, pula para R$ 5.000. Embora esteja em vigor, a lei ainda não tem caráter punitivo, mas as agências já têm que informar ao cliente que não é mais permitido usar o celular ali.

Além da capital de SP, cidades grandes como Curitiba, Salvador, Belo Horizonte e Manaus contam com legislação similar.

A Febraban (Federação Brasileira dos Bancos) disse que é favorável à iniciativa, mas que ela sozinha não basta. Oh!

Em tempo: e se eu usar iPod Touch enquanto estiver na fila do banco? Aí pode?

Imagem: Flickr – Phil Dragash.

Atualização – 30.08.2011 às 08h48 | Redação do texto foi revista para evitar confusão.