Início » Jogos » As melhores reviravoltas nas tramas de games

As melhores reviravoltas nas tramas de games

Avatar Por

Todo mundo gosta de uma história com reviravolta no final. Tem até quem fez carreira (e eventualmente decepcionou os fãs) apostando sempre nos finais chocantes, como é o caso do cineasta M. Night Shyamalan. (Aliás, ele ainda insiste nessa, ou já percebeu que perdeu a mão faz tempo?)

Os “twist ending” satisfazem em diversos níveis. Primeiro porque a sensação de surpresa (especialmente quando a reviravolta acontece de forma particularmente criativa) geralmente choca o espectador e se torna uma memória muito vívida. E também porque, quando você já espera uma guinada súbita na trama (era o caso quando íamos assistir um novo filme do Shyamalan, por exemplo), é divertido tentar adivinhar quando isso acontecerá ou do que se tratará a mudança.

Obviamente, os games também têm twist endings sensacionais. Eis aqui alguns dos melhores.

Antes de mais nada: é óbvio que a lista abaixo contém uma cacetada de spoilers. Se você nunca jogou alguns destes games e pretende um dia experimentar a surpresa, pule alguns itens. Por outro lado, se você sabe que até hoje não os jogou nem jamais o fará, divirta-se.

Shadow of the Colossus

SotC

Shadow of the Colossus é uma obra prima artística em forma de game. Dos imensos cenários (ricos ambos na diversidade dos ambientes e nos detalhes), passando pela direção artística ímpar, incrível trilha sonora, e o próprio conceito da história e do gameplay, SotC é uma das poucas coisas atualmente nas quais o termo “épico” não é apenas uma hipérbole.

No final de Shadow of the Colossus o protagonista é possuído pelo demônio que determinou que ele mate os colossos, e então vira um bebê com chifres — ou seja, ele se tornou o o primeiro de uma linhagem de crianças “amaldiçoadas” que apareceu em Ico, um jogo anterior do mesmo estúdio. Shadow of the Colossus, divulgado como um “sucessor espiritual” de Ico, era na verdade um prequel.

Durante o jogo inteiro há indicações de que os jogos são relacionados, mas só no final o jogador descobre que os eventos de SotC precedem os de Ico.

Nunca esquecerei o momento em que zerei o jogo pela primeira vez, vi o bebê com chifres, e compreendi a conexão entre os dois jogos.

Super Mario Brothers 2

De todos os games da franquia Super Mario, SMB2 talvez seja o mais criticado. Nele aparecem inúmeros elementos completamente alienígenas à continuidade conhecida da série até então, como a presença de corações representando a “vida” dos personagens.

O jogo simplesmente não parece algo do panteão dos games dos irmãos encanadores. A única grande contribuição de SMB2 pra mitologia do Mario foi a estréia dos Shy Guys.

Há um motivo pelo qual SMB2 não parece com um jogo do Mario “de verdade” — ele é uma modificação de Dream Factory: Heart-Pounding Panic, um game japonês do Famicon. Como você talvez nunca tenha visto a versão original disto, eis o link para um vídeo do YouTube que mostra o gameplay do jogo.

Como o nome do jogo original talvez tenha deixado claro (havia algumas dicas durante o jogo também, como o fato de que a aventura se passa num local chamado “Subcon”), a reviravolta do final de Super Mario Brothers 2 é que tudo não passou de um sonho do Mario.


(Vídeo do YouTube)

A premissa de uma história de um game se passou inteiramente no sonho de um dos personagem parece trivial atualmente, mas na época era algo inédito nos videogame.

Pikmin

Pikmin

Pikmin é um charmoso (e subestimado) jogo de estratégia que nasceu no GameCube em 2001. No game, um alienígena chamado Captain Olimar sofre um acidente com sua nave espacial num planeta desconhecido. Nesse lugar ele deverá recrutar a ajuda de seres nativos chamado de “pikmins” para coletar os pedacinhos da sua nave e lutar contra os outros bichos que habitam esse mundo estranho.

No segundo jogo, você e seu pequeno exército de pikmins encontram isto:

Duracell em Pikmin

Ou seja: o tal planeta desconhecido era a nossa boa e velha Terra o tempo inteiro.

Silent Hill 2

Silent Hill

No segundo jogo desta excelente série de terror psicológico —preciso mencionar aqui que este é considerado o melhor jogo da franquia —, o protagonista James recebe uma carta de sua mulher (que morreu três anos antes de uma doença misteriosa) que indica que ela ainda está viva, e em algum lugar na enigmática cidade de Silent Hill.

O sujeito vai até a cidade pra tentar descobrir a verdade sobre sua esposa. Após enfrentar toda espécie de bicho oriundo do nono círculo infernal, James é confrontado com a realidade: foi ele quem matou sua mulher. E que o antagonista e mais icônico monstro da série, o Piramid Head, é uma representação da culpa que ele sente por ter assassinado sua esposa.

Isso se você não considerar o final-paródia que revelava que todos os eventos do jogo foram arquitetados por um cachorro. Esses japoneses e sua predileção pelo bizarro…

Bioshock

Bioshock para Xbox 360

Praticamente tudo em Bioshock é maestral. Incluindo a reviravolta na trama do jogo.

Você é Jack, um sujeito que emerge de uma queda de avião no oceano. Há um farol nas proximidades da queda, e nele Jack usa uma batisfera (que é uma espécie de submarino) pra chegar em Rapture, uma cidade submarina em completa ruína. Lá, um personagem chamado Atlas te pede pra cumprir diversas tarefas, com o que parece ser uma refinada educação — ele sempre precede as frases com “would you kindly…“, que tem significado aproximado de “você poderia por obséquio…”. A escolha dos termos (e a repetição deles) é estranha, mas tudo bem.

Eventualmente, Atlas te pede para confrontar Ryan, o criador da cidade submersa. E aí a verdade é exposta ao jogador: Jack é na verdade filho de Ryan, nasceu em Rapture, e tem apenas dois anos de idade. Seu crescimento foi acelerado geneticamente e suas memórias, implantadas. O homem por trás de toda essa manipulação do protagonista era um sujeito chamado Frank Fontaine, um rival de Ryan na busca pelo controle da cidade de Rapture. Frank comprou Jack de sua mãe e o enviou a superfície para viver normalmente.

No momento propício, Frank controlou Jack remotamente, determinando que ele sequestrasse o avião e derrubasse no oceano, perto daquele tal farol do começo do jogo. E ele esteve controlando Jack este tempo todo; ele e o Atlas são a mesma pessoa.

Como ele conseguiu fazer isso? A frase “would you kindly” é uma senha que ativa o controle mental do protagonista, que é obrigado a obedecer qualquer comando precedido por estas palavras. Por isso o seu “amigo” sempre as dizia antes de pedir favores.

Olhaí a revelação chocante:

http://www.youtube.com/watch?v=afMJmgszv-s
(Vídeo do YouTube)

Simplesmente brilhante.

Metroid

Metroid

Que tal fechar a lista com um clássico? Nem dá pra considerar este um spoiler, já que o game tem 25 anos e a revelação do final já se tornou parte do folclore dos videogames.

O herói de Metroid era um clássico space marine, ou seja, um suldado brutamontes de ficção científica com uma armadura cheia de traquitanas e que encara sozinho todo tipo de alienígena assassino. Porém, quando você zera o jogo…


(Vídeo do YouTube)

Pois é, o tal brutamontes era uma garota. Não havia nenhuma pista disso durante o jogo inteiro, e nossas percepções de papéis sexuais nos faziam pressupor que o personagem era um homem.

Quais reviravoltas nos games mais te surpreenderam? E não vale dizer que “a princesa está em outro castelo” é plot twist, hein?

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Coringa
Batman Arkham City - No fina do jogo o Batman lê a ultima mensagem de voz do coringa.
kdu3142
-Assassin's creed Brotherhood ( o Desmond mata a Lucy) -Dead Space 2 (começaam a passar os créditos, vc toma o jogo como acabado, mas ele é salvo na ultima hora!) -F.E.A.R 2 ( vc era filho da Alma o tempo todo, e ela te estupra e fica gravida do seu filho! SICK)
marcio
é, faltou o Diablo, achei q ele ia estar na lista....
@thiago_olivr
Estão faltando alguns finais de games atuais ai... simplesmente só falou de games antigos... God Of War 3, Heavy Rain, Red Dead Redemption... o izzy precisa atualizar um pouco a lista de games dele e parra de jogar emuladores no pc
Almy Fróes
Phantasy star 3 [SPOILER] o jogo tem as 3 geracoes da familia...e no fim voce percebe que tudo que voce fez no jogo todo so ajudou o cara do mal....e pior...voce nao esta em planeta nenhum...seu mundo na verdade é uma nave.
@Dan_Jacques
Eu tava pensando exatamente nele. [SPOILER] O cara enfrenta Stalkers zumbificados, enfrenta o krl, cachorros mutantes, radiação, pra chegar na pedra Monolith. A pedra mardita é que fazia toda a radiação lá. Daí ela permite fazer um desejo. Ele pede pra ela que ela desapareça. Aparece imagem bonita, graminha, vento ao rosto. De repente, aparecem os olhos do cara. BRANCOS. O cara ficou cego. A pedra foi trollface total HUSAUHASHUSAHUAS Eu considero um plot twist total isso
@helbink
Super Mario Brothers 2? ¬¬
@helbink
ele n jogou BlackOps
@helbink
ele n jogou portal... xD
Carlos
Pow! Não precisava falar o final, era só dizer que era surpreendente como fez o Breno. Já tava baixando aqui o jogo seu sem graça.
@eh_nozes
Final Fantasy X, quando vc descobre que o Tidus é só um sonho, ou quando vc descobre que a Yuna tem que morrer =P
@stefanozibell
S.T.A.L.K.E.R. Shadow of Chernobyl tem um plot twist foda no final.
Douglas Chagas
Eu quero jogar o Pikmin, mas não sei se é melhor pegar a versão original do GameCube ou a versão New Play Control do Wii
C. Emanuel Laguna Jr
Considero FF7 como um dos mais fracos Final Fantasies, mas a cutscene bonitinha da Aerith é marcante: nunca havia visto uma personagem bem desenhada sendo morta assim, tão fotorrealisticamente à época. Não à toa esse jogo medíocre da franquia fez tanto sucesso: foi o primeiro JRPG a abusar de belos vídeos em computação gráfica.
mauricio
E quando o CJ descobre que os colegas de gangue eram aliados dos Ballas?
Exibir mais comentários