Bem que estava estranho. Carol Bartz, a ex-CEO do Yahoo, foi demitida nessa semana sem esbravejar sobre o assunto nem nada do tipo. A executiva mandou uma mensagem para todos os empregados da empresa na qual dizia que tinha sido demitida. Pois bem, em uma entrevista para o site da revista Fortune, a boa e velha Carol sem papas na língua voltou à ativa.

Na terça-feira Carol havia combinado de telefonar para Roy Bostock (o sobrenome é uma piada pronta!). Quando conseguiu falar com o presidente do conselho de administração do Yahoo, Carol conta que Bostock começou a ler uma carta escrita em juridiquês, informando sobre o seu desligamento da companhia.

Carol Bartz na época em que era CEO do... deixa pra lá

Foi aí que a executiva retornou com o velho estilo de lidar com as coisas. “Roy, eu acho que isso é um script. Por que você não tem os culhões de me dizer você mesmo?”. Essa teria sido a pergunta feita por Carol antes de descobrir que finalmente estaria deixando o Yahoo devido a uma decisão do conselho de administração.

No fim da ligação, depois que seu superior leu o tal scritpt, ela ainda teria dito que “Eu imaginei que você tivesse mais classe” para Roy Bostock.

Ainda na entrevista, Carol disse que “esse pessoal ferrou comigo” em referência aos administradores do Yahoo. Fique claro: ferrou é um termo que eu estou usando para pegar lever, coisa que a executiva não está acostumada a fazer.

Carol Bartz deve levar um cheque de US$ 10 milhões por sair do Yahoo antes do previsto. Ou seja, não deixa a companhia com uma mão na frente e outra atrás. Ela continua como integrante do conselho de administração da Cisco, a gigante do software corporativo no mundo. Curiosamente, Carol também está como integrante do conselho de administração do próprio Yahoo.

Na entrevista para a Fortune, Carol diz que gostaria de permanecer no conselho do Yahoo. Até parece.

A ex-CEO também afirma que disparou a mensagem falando sobre a sua saída para que os funcionários do Yahoo “não se sentissem abandonados”. Ela jura de pés juntos que nunca os abandonaria.

Nos Estados Unidos já tem especialista em comportamento corporativo dizendo que Carol Bartz quebrou um paradigma da indústria ao confirmar que foi demitida em vez de usar as tradicionais desculpas como “estou viajando para curtir mais a minha família” ou “saio dessa empresa em busca de novos desafios”. Ela foi demitida e ponto final. Precisa ter culhões para admitir.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Caio Furtado
HAHAHAHA o pior foram as ações do Yahoo! subirem depois da demissão dela.
Allen
Sair de qualquer emprego requer duas coisas. 1 - Preservar a dignidade 2 - Preservar a dignidade dos outros No caso dela, não precisava de nenhum e nem outro então saiu como injustiçada. Agora, todo mundo ae se pergunta, se hoje alguem me chamar para trabalhar no Yahoo! você iria?! largaria sua carreira para ter carreira lá? elefante branco que só vive do yahoo respostas e emails de uma geração que algum dia some do mapa.
Yangm
Crianças acessando o Tecnoblog? Avisa a turma que a maioria dos geeks que acessam são crescidinhos. Já vi jardim de infância soltando pérolas como #, #, # etc. Censura não é legal, ela falou para qualquer falante da língua inglesa entender, mas os falantes de outras línguas são privados do real significado? Interessante.
Thiago
Pensei que fosse TatoGomes
Kowalski
Ou não... Pode ser "lésbica zangadona"... :P
Kowalski
@Rui Gouveia: Ela disse que a "meninada" do Yahoo! "f***" ela... ;)
Kowalski
Acho que, com esses 10 milhões, ela consegue pagar água, luz, telefone e "fazer a feira" do mês...
Kowalski
Você já disse que precisa ler mais em outro comentário... rsrsrsrs :D
@brunogdb
Essa mulher é minha heroína depois dessa hahahaha.
junior
A piada q é uma bosta mesmo.
@TatoGomes
Olá, meu nome é Ironia. Prazer.
José Roberto Correia
A gente pode comparar o jeito com que a ex-CEO falou, com o jeito que o Thássius realmente queria falar com o tal Rui aí de cima. Pegar leve ta contagiando....
Luiz
Tem que ter cojones
Bestknighter
Ele tomou cuidado porque nunca se sabe se alguma criança acessa um site tipo o tecnoblog. Esse site não tem a tag NSFW. Se tivesse eu não conseguiria acessar esse site diretamente.
Yangm
Tenho a pequena impressão que ela usou o melhor verbo que se refere a relações sexuais. Mas o Thássius faz essa tradução limpinha, assim não pode.
Exibir mais comentários