A Assembleia Legislativa de Goiás decidiu abrir licitação para trocar os celulares de 108 membros da assembleia, entre deputados e assessores. Até aí, não vejo muito problema, já que a última troca de celulares foi há 2 anos e, talvez, os celulares já estavam um pouco ultrapassados. Mas no momento que a licitação exige especificamente que a troca sejam por 108 modelos de iPhone 4, a lógica da licitação começa a perder sentido. E perde ainda mais quando você descobre a justificativa.

A justificativa na licitação (disponível aqui) é que “a aquisição dos produtos visa propiciar aos parlamentares, diretores e chefias o acesso com mobilidade aos sistemas corporativos em desenvolvimento nesta Casa de Leis”. Soa vago o bastante? Então sente por que piora: dois dos deputados que vão receber os novos aparelhos, quando questionados quais seriam as vantagens de ter um iPhone 4 em mãos, citaram o Twitter e Facebook como um dos usos dele. Confira a partir do minuto 1:35 nessa reportagem do JR News, publicada na semana passada.

Eu sei como funciona a edição de um programa de TV, então pode ser que ambos tenham realmente explicado algum uso extraordinário do iPhone 4 além das redes sociais mas que acabou sendo cortado da matéria antes dela ir o ar. Mas nesse caso não vou dar o benefício da dúvida: acredito que eles não vão saber mesmo o que vão fazer com esses smartphones além de usar o Twitter e Facebook.

E estou torcendo para que provem o contrário, mostrando que esse tal “sistema corporativo em desenvolvimento” não é apenas uma enorme encheção de linguiça para comprar aparelhos de última geração para deputados e que serão pagos com dinheiro dos contribuintes goianos. O total da compra, aliás, vai ser R$ 214.056,00.

Com informações: Gizmodo Brasil.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@Danilo_Carv
Não nego que deputados terem acesso pessoalmente a essas redes sociais seja interessante (e não através de um assessor que filtra as mensagens antes de passar pro deputado), mas usar dinheiro público pra isso é sacanagem. Fora que alguns dos deputados não gostam de acessar essas coisas e esses iPhones vão acabar nas mãos dos filhos/irmãos/esposas/maridos deles(as).
paulorazia
Deu vergonha de morar em goiás.... mas pelo menos nao nasci em goias. VIVA o MT (q nao comprou 108 iphones (ainda ) )
@Luiz_Valerio
Tadinhos, eles só querem fazer parte do mundo conectado. Às custas dos contribuinte, é claro.
Mozart
Ê BRASEEL
Marcelo Glileaks
é uma vergonha mesmo
Gustavo
É exatamente nessa linha de pensamento que provavelmente eles começaram.
Agnatos
Eu tenho uma opinião sobre o assunto e querias compartilhar com vocês, caros colegas. Primeira coisa que tenho que dizer é: Deus salve a internet. Pois é colegas. Eu não sou religioso e inclusive refuto sempre que posso os cristãos que conheço e os poucos islâmicos que conheço quando tentam convencer-me ou convencer à alguém próximo a mim de que o mundo está perdido, que o mundo está um caos e etc. O mundo numericamente falando, não está muito pior do que já esteve em todos os anos de civilizações. De fato morre-se mais gente hoje em dia, mas proporcionalmente estamos na mesma de antes, mas acontece que há muito mais pessoas no mundo do que havia antigamente. A grande diferença é a informação. Sem os meios atuais de se veicular a informação, quem aqui no Brasil saberia sobre o ocorrido na Líbia, ou os ventos no USA, provavelmente sequer saberíamos dos alagamentos do sul e da seca do centro e nordeste. Com base nisso, eu começo a achar que a profissão "político" está muito mais complicada hoje em dia, pois as artimanhas ilegais que SEMPRE se fez, e que foram feitas por seus "padrinhos partidários" antes de você não estão mais passando desapercebidas. Como evidencia disso foi o número de prefeitos criminosos que foram tirados dos cargos esse ano, ou a bagunça no ministério dos transportes. E o poder da informação não se limita apenas a eles, pois esse ano pela primeira vez alguém foi julgado como ASSASSINO após ter consumido álcool e dirigido, Ou pelos homens que atacaram um homossexual na paulista, ou na prisão dos policiais que abordaram um assassino e ao invés de autuá-lo eles o roubaram (Itens que haviam sido roubados da vítima do dolo) Eu não acredito que estarei vivo para poder ver os políticos do meu Brasilzão trabalhando de uma maneira justa e eficiente, mas acredito que um dia isso acontecerá. Voltando ao tema do post. Essa câmara fez o que sempre fez e o que muitos fazem. Comentem crimes federais como se nada houvesse de errado nisso e por ninguém estar vendo e os que estão não estarem fazendo coisa alguma saem impunes. Apenas a título de educação os tipos de licitações são: *MENOR Preço *MELHOR Técnica *Técnica E Preço *Maior Lance ou oferta Tudo está ligado ao edital, que de forma alguma deveria propor MARCA, MODELO, etc do serviço ou produto a ser licitado e sim conter nas necessidades técnicas. >VAMOS FINGIR QUE O EDITAL FOI PUBLICADO DE A CORDO COM A CONSTITUIÇÃO, coisa que NÃO FOI< Analisando porcamente podemos dizer que não devem ter usado o MENOR preço, pois não há limitações entre municípios ou estados, logo não há uma obrigatoriedade de que as empresas concorrendo à licitação sejam do Goiás, logo o preço de 2499,00 reais (Sem levar em consideração o desconto) não é o preço mais baixo que se encontra. Também não é a melhor técnica pois há diversos modelos de smartphone, com melhores quesitos técnicos que o iphone4. O preço foi tão super faturado que dificilmente "esse" iphone teria uma boa nota entre técnica e preço E enfim chegamos no tipo que eu acho que eles usaram, pois é o mais fácil de se manipular a fim de cometer um crime. Maior lance ou oferta. Eles simplesmente colocaram empresas frias e a melhor oferta acabou sendo da empresa que eles compraram os produtos. Infelizmente esse tipo de coisa ocorre o tempo todo e desde sempre, mas acontece que agora as poucas pessoas que tem acesso a informação e mesmo que não façam nada a respeito pelo menos podem passar a informação para frente e assim vamos caminhando, com passos de formiga, mas vamos. Além do mais, apenas para frisar. Os deputados já não pagam as contas telefônicas, roupas (terno E gravatas), comida, combustível, passagens aéreas, moradia, salário dos funcionários do gabinete, material de escritório, serviços de consultoria e pesquisa, contratação de segurança, assinatura de publicações, TV a cabo, Internet, transporte e hospedagem do parlamentar e de seus assessores, entre outras coisas. É claro que eles NÃO tem condições de comprar seu próprio telefone móvel e precisam recorrer do dinheiro público não é? *Sarcasmo MODE OFF* Fui
@mjbmelo
Nao se preocupa. Outro politicos n querem iphone e sim ipad e o mais caro. E isso nao eh piada. Eu ja li uma reportagem. Ah, tb ne, pra qm inocentou jaqueline, o que sao ipad, ipod, iphone, senao iphode...
@mjbmelo
Enquanto isso eu aqui em minas espero o sindicato pedir 20% de reajuste pra conseguirmos uns 5%, pra pagar esse bando de atoa. Paizinho mediocre!
Agnatos
Dudu, chega mais... Você não entende ou não QUER entender? O nosso país não é o único que faz os políticos enriquecerem descaradamente, mas é um dos campeões no rank. É claro que todos os benefícios foram proposto para que suas poupanças não fossem oneradas de forma alguma. Eu vou dizer isso no meu próximo post, mas já vou adiantar. Benefícios. Auxílio moradia (Não precisam pagar sequer um apartamento do próprio bolso) jetons (Como hora extras) Verbas indenizatórias (Para material de escritório e funcionários) Ligações telefônicas (fixo) Ligações telefônicas (móvel) Esse é limitado Passagens aéreas Gasto com publicações (eles não precisam pagar com dinheiro deles as impressões feitas nas impressoras DELES) Eu não sei se eles recebem auxílio terno e gravata. Verificarei.
Agnatos
O nome desse deputado é Cláudio Meireles, mas infelizmente somente ele dizendo que não quer e indo contra na votação dificilmente iria adiantar em alguma coisa. De qualquer modo, ele simplesmente passou a perna em tudo dizendo que ELE prefere o celular que ele já tem, mesmo que também tenha sido adquirido com o dinheiro do contribuinte há 2 anos atrás.
Vinicius Kinas
Quanto ódio nesse coração. Larga dessa vida!
Agnatos
A licitação se faz necessária segundo a carta magna Best Knight, porém ela NÃO É e NÃO DEVE ser executada da forma que foi, por que isso é contra a lei. Infelizmente o simples fato de algo ser contra a lei quando ligado à pessoas "poderosas" (Lê-se com dinheiro) significa NADA. É uma pena.
Agnatos
Pois é. Como o Rafa disse, pode ser até que haja realmente um sistema a ser desenvolvido e blablabla, pode ser até que eles fossem fazer uso justo dos aparelhos, tendo em vista que se foram comprados com o dinheiro do contribuinte, são ferramentas de trabalho e não para uso privado, MAS, eles fizeram TUDO de uma tão descabida que todas as probabilidades a favor deles já caiu por terra.
Yangm
Estou pensando em parar de estudar, cortar um dedinho e virar político.
Exibir mais comentários