Início » Brasil » Dilma sanciona isenção de impostos para tablets

Dilma sanciona isenção de impostos para tablets

Avatar Por

Do ponto de vista tributário, agora sim está tudo pronto para que a Foxconn comece a montar os iPads no Brasil – diminuindo o custo do produto no Brasil, esperamos. A presidente Dilma Rousseff sancionou nessa terça-feira a medida provisória que isenta os tablets de PIS e Cofins, dois impostos que deixam a produção do equipamento no país bem mais onerosa.

A previsão do governo é de que os tablets fiquem até 30% mais baratos depois dos diversos incentivos já oferecidos. Há estados em que se discute inclusive a redução do ICMS (também para atrair a instalação de novas linhas de montagem).

iPad 2: Foxconn deve montar o tablet no Brasil

O “Natal dos Tablets:  é uma promessa do ministro Aloizio Mercadante, da pasta de Ciência e Tecnologia, faz bastante tempo. Em uma viagem à China, a presidente Dilma esteve com os responsáveis pela Hon Hai (nome fantasia da Foxconn por lá)  a fim de negociar a entrada da gigante asiática no Brasil como produtora do tablet da Apple. A Foxconn atualmente já monta celulares e smartphones para algumas marcas.

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, havia confirmado na Campus Party desse ano que o governo iria perseguir o barateamento no preço dos tablets. Depois de uma gestação de nove meses, a medida provisória se torna realidade.

Para fins práticos, a definição de tablet adotada pelo governo diz o seguinte:

“Máquinas automáticas de processamento de dados, portáteis, sem teclado, que tenham uma unidade central de processamento com entrada e saída de dados por meio de uma tela sensível ao toque de área superior a 140 cm² e inferior a 600 cm² e que não possuam função de comando remoto”.

A parte do controle remoto foi colocada de propósito para que nenhum fabricante aparecesse com um televisor sensível ao toque e processador requisitando a redução no imposto, com a alegação de que se trata de um supertablet. Pelo menos para isso a burocracia até que funciona.

Mais: Sonho do iPad brasileiro está em risco, diz Reuters

A MP tem previsão de entrar no Diário Oficial da União na quinta-feira, dia 13. A partir daquela data a isenção do PIS e Cofins estará valendo. E aí sim nós vamos ver em quanto o preço dos tablets feitos por aqui vai cair.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Turdin
Aceito uma TV sem controle na boa hein! Acho que os monitores touchscreen vão baratear também!!!!
Thiago Sabaia
Meu Windows Vista está rodando em um computador com 4GB de Ram e um processador i5 só para seu conhecimento.
Thássius Veloso
Oi, nobre leitor. Na próxima vez coloque um nome ou nick compreensível, ou terei que apagar o seu comentário. Esse aqui só passou porque é bem interessante e contribui para a discussão.
Hodney
Você tocou num ponto sensível. Para que isso ocorra, o brasil tem que copiar o sistema sul coreano de ensino pois isso foi o responsável pelo engradecimento daquele país que elevou de Terceiro Mundo para o Primeiro. Agora, com o MEC ensinando a falar errado e contar idem, fica dificil sermos uma potência tecnológica. Para isso, o brasil tem que evitar qualquer similaridade com o sistema cubano de ensino.
Eu sou
Hoje é fácil comprar um computador novo, principalmente os notebooks. Para se chegar ao preço atual, os fabricantes importam diretamente da China. Os principais notebooks Dell, Acer, HP, Lenovo e Compaq chegam a custa até 900 reais e nem é preciso produzir no brasil. Infelizmente o brasil possui um dos custos de produção mais altos do mundo. Pagar um salário mínimo para um trabalhador no brasil chega a custar até mais que 1000 dólares nos EUA. Não pelo valor que é repassado para o trabalhador, e sim pelos encargos e a burocracia impostos no ato. Outra! Acho muito dificil o brasil possuir polos de tecnologia própria, ainda mais com um sistema educacional em frangalhos impostos pela questão ideológica que está sendo imposta no sistema de ensino. Há muitas questões que precisam ser solucionadas para que o brasil um dia atinga o patamar de país tecnológico. Por enquanto, temos que nos contentar como produtor de commodities, graças a leniência incompetente da administração pública.
Hodney
O custo de produção desses gadgets na China é o mais baixo do mundo. Se no brasil esses produtos são absurdamente caros, não é por causa do custo e sim por puro protecionismo, lucro exacerbado e falta de vergonha na cara. Ter uma fábrica do Ipad no brasil só traz apenas uma vantagem. O de gerar empregos. Diante disso há um custo, e esse custo é a obsolescência.
@oroshy
@Vinicius Kinas: A Europa não é "livre mercado", e nem o EUA. Agora, a interferência mínima do governo existe também. Por exemplo, na Europa pode-se escolher qual indústria elétrica você que forneça energia para sua casa, escritório ou outros afins. Tudo depende do ponto de vista.
@marcosoliveira
#SarneyFeelings
@TatoGomes
Eu, como dono de uma Galaxy Tab, NÃO recomendaria a compra dessa primeira versão. Não que ela seja ruim, longe disso. Fui (e sou) muito satisfeito com ele, pois o comprei logo nos primórdios... =D Mas HOJE não vale mais a pena. Já é um produto bastante ultrapassado e sem condições de hardware para receber atualizações. A própria Samsung oferece novas soluções de Tablets muito mais interessantes! =P
@amsalau
Mas um tabletão de 23" pode ser portátil, fica pesado mas é portátiol, por isso que escrevi All in One.
@lucasrrsimoes
Muito Show, mas ainda tenho esperança que o Brasil invista em educação (investir de verdade, com estratégia) para que o Brasil desenvolva a tecnologia nacional, para que seja referencia mundial e que o lucro delas fiquem aqui também.
@mariombn
Xoom e Samsung Galaxy Tab 10.1?? Alguém sabe se esses tablets também estão dentro desses abatimentos?
Vinicius Kinas
@Rodrigo Soncin Europa com livre mercado, AONDE?
Ramon Melo
Não, porque eles precisam ser "portáteis", não é o caso de desktops.
@amsalau
Interessante o tamanho definido dos dispositivos, 140cm² dá uma tela de 7" wide, já 600 cm² é equivalente (mais ou menos) a um monitor de 23", seria possível fabricar um computador All in One com monitor de 23" touch screen e entrar nestes 30" de redução?
Exibir mais comentários