Início » Brasil » Motorola Defy+ com Android 2.3 custa R$ 1.116

Motorola Defy+ com Android 2.3 custa R$ 1.116

Avatar Por

O irmão mais novo do Motorola Defy tem data certa para chegar ao país. A Motorola e a TIM anunciaram hoje que nessa semana o smartphone começa a ser distribuído para as lojas da operadora. O preço designado para esse pequeno gigante é de R$ 1.116 sem necessidade de assinar contrato com tempo mínimo de permanência.

Apresentado oficialmente em meados de agosto (e logo esquecido no portfolio da Motorola Brasil para o terceiro trimestre), o Defy+ se propõe a ser um Motorola Defy melhorado. Essa informação foi contestada por leitores do TB à época de seu anúncio, principalmente porque o processador do Defy passou (dizem) por underclock e que na verdade a Motorola está vendendo algo que o original poderia fazer.

Discussões à parte, o Motorola Defy+ roda o Android 2.3 Gingerbread, versão mais recente da plataforma do Google amplamente disponível no mercado. Não me pergunte como fica a futura atualização para o Ice Cream Sandwich, pois esse tipo de informação a Motorola não repassou por enquanto.

Motorola Defy+

Motorola Defy+

Quem comprar o Motorola Defy+ leva um smartphone com processador de 1 GHz (25% mais poderoso que o irmão mais velho, o Defy, de acordo com a companhia), 512 MB de memória RAM, câmera de 5 megapixels (resolução máxima: 2592×1944 pixels) e conectividade HSDPA (máximo de 7,2 Mbps). Seu corpo segue o mesmo padrão do Defy original, com emborrachado bastante resistente e visor baseado em Gorilla Glass, o que garante também mais resistência a arranhões.

Na TIM o aparelho sai por R$ 1.116 (lembrando que a operadora não oferece descontos por fidelidade). O consumidor que assinar o plano TIM Liberty vai pagar R$ 132 mensais durante um ano, valor que corresponde a R$ 39 do plano em si e R$ 93 do preço do aparelho. O acesso à internet recomendado pela operadora é o TIM Liberty Smart, que custa R$ 29,90 mensais, pagos somente no mês em que o cliente utilizar a conexão.

Para quem tem pré-pago existe a opção de parcelar o preço total do Defy+ em três vezes de R$ 372 no cartão de crédito (sem juros).

Review: Motorola Defy, o smartphone que sabe nadar

Minha experiência breve com uma unidade de testes do Defy original foi bastante positiva. Gosto da construção robusta que a Motorola emprega no dispositivo. Imagino que o mesmo esteja valendo para o Defy+, o que faz dele também um aparelho que eu recomendaria. O visor é bastante bonito e o Gingerbread dispensa apresentações.

Motorola Defy+: Especificações

  • Sistema: Android 2.3 Gingerbread com apps do Google.
  • Processador: 1 GHz.
  • Memória RAM: 512 MB.
  • Armazenamento: 2 GB de memória interna; microSD de 8 GB.
  • Câmera fotográfica: 5 MP.
  • Visor: touchscreen de 3,7 polegadas baseado em Gorilla Glass.
  • Conectividade: wifi; HSDPA.
  • Bateria: 1.700 mAh.

A Motorola não informou quando o Motorola Defy+ chega às demais operadoras.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Turdin
Nunca comprarei, mas ok.
Rafael Olah
Quando o Tecnoblog vai mudar essa bagaça de reconhecimento do que a pessoa esta usando por que Safari 5 e Mac OS é tenso Android 2.2 e Opera Mini. Não quero ser confundido com aqueles fãboys da maçacinha.
Rafael Olah
Queria atualizar meu Milestone 2 meu amigo atualizou e a bateria dele esta durando infinitamente mais. Alguem mania qual a última versão a dele ver com overclock e ainda tem muitas coisas em inglês.
Alberto
Nao nao, so to reclamando da Sony e Motorola que deixam os aparelhos sem atualizacao, a Samsung mando bem, atualizo o Galaxy 5 que é o aparelho mais barato deles até onde deu.
andré
Tenho um Motorola Defy, mas gostaria dessa versão. sensacional! Se eu ganhar a promoção Ganhe Mesda da InteligWebcom com os bônus em Piiis que levar, uns 1.800.. da pra comprar um novo Defy! nossa, é mto bom ter uma internet que me paga por usar. Olhem ai http://bit.ly/jV1dY4
Marcello Corrêa
Po isso só me deixa com mais dúvida. Tava pra pegar um Defy no plano da Vivo no final do ano, mas agora com o lançamento do ICS fiquei com uma baita dúvida! Não vai rolar atualização oficial nem pro Gingerbread agora com o Defy+ na jogada (que é, basicamente, o Defy com SO atualizado e sem underclock, pelo que dizem). Vocês acham que vale a pena se esforçar um pouco mais pra pegar o Xperia Neo? Dizem que a Sony Ericsson prometeu atualização pro ICS pra toda linha Xperia de 2011... p.s.: é claro que sempre tem a opção de ROMs customizadas e tal, mas e o medo de perder a garantia? p.s.2: nunca tive um Android, então a chance de eu pegar meu Defy no final do ano, tentar instalar uma ROM e acabar fazendo cagada é muito grande! rsrs
j2k
tenho um Defy e estou MUITO satisfeito. Só troco de smart quando puder pegar um top do top, e não me preocupo com isso no momento, até porque estou esperando pra ver como o WP7 vai se sair.
j2k
Esquecestes que Motorola = Google? hehehe!
Eric
Fiz o mesmo e o overclock do meu é de 1.2GHz, e ta rodando liso! logico a bateria dura menos mas nada que o SetCPU não me ajudasse! É so fazer as configurações basicas ( qm quiser eu ajudo ), para gerenciar o clock automatico. EX: qnd estiver em ligações/modo screenoff/ou em momentos em q precise de receber uma ligação e não tem mais um carregador perto, ele gerencia sozinho o clock e abaixa para o minimo possivel! É muito útil e minha bateria esta durando cerca de um dia e meio ou menos, nada mais q isso!
Fabio Garcia
Uma semana depois que peguei o aparelho já coloquei uma rom 'original' com o android 2.2.2 versão Retail, sem as frescurites de operadora, e desativei o Blur usando o ADW Launcher. O aparelho já parecia outro "apenas" com essas mudanças. Na semana passada instalei o CM7.1 com android 2.3.7, e agora parece que tenho um aparelho novo. Mas nunca cheguei a ter de remover a bateria por travamento ou lentidão. No máximo um restart e já voltava ao normal.
Yangm
Cade o sentido de seu comentario fugiu? Estou sem acentos no teclado, entao nao me encha por isso
@Cobalto
Mesma situação aqui, coloquei o CM7.1 ontem mesmo e putz, parece que comprei um aparelho da ultima geração. Principalmente se comparado ao Froyo da motorola que era um troço nojento. Eu estava tendo que REMOVER A BATERIA duas vezes por dia graças a travamentos generalizados ¬¬''' Maldita morotola.
@yagogabriell
Será que compensa os 512mb de RAM com os 1 GHz? Eu quero '-'
Fabio Garcia
Não quer ver lançamento da Motorola e Sony, mas reclama dos aparelhos da Sony e Samsung. =P #troll
Fabio Garcia
Única diferença pro Defy original é a bateria, o resto é exatamente igual. Coloquei a rom CyanogemMod no meu e o processador consta como 1GHz. E aguenta overclock até 1.2GHz (não tive coragem de aumentar mais que isso), mas a bateria dura menos assim. Só falta achar uma bateria dessa de 1700mAh pra ele ser melhor ainda ^^. Sem dizer que ele nada que é uma beleza...já levei ele pra natação diversas vezes e está intacto =p.
Exibir mais comentários