Início » Software » Ubuntu completa sete anos. Parabéns!

Ubuntu completa sete anos. Parabéns!

De patinho feio a sistema Linux mais popular do mundo.

Por
5 anos e meio atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Como já dizia a antiga propaganda: o tempo passa, o tempo voa… E no caso do Ubuntu passou voando mesmo, já que nem parece que da primeira versão até a 11.10 já se passaram sete anos. Então relembre com a gente o nascimento dessa distro que nasceu feia mas conquistou em pouco tempo a preferência da maioria dos usuários Linux.

Ubuntu, com os anos em festa

O Ubuntu nasceu de uma ideia de Mark Shuttleworth, que colaborou com o Debian durante a década de 90 mas queria muito fazer algo diferente com o Linux. E depois de conseguir o dinheiro necessário com a venda da sua empresa de certificados digitais, Mark começou a traçar os planos para que o viria a se tornar a Canonical, empresa responsável pelo  Ubuntu.

Tanto a Canonical quanto o Ubuntu vieram nascer apenas em 2004. O Ubuntu surgiu a partir de um fork do projeto Debian, e tinha um objetivo ousado: ser um “Linux para seres humanos”. Algo simples, acessível, amigável, que qualquer pessoa sem conhecimentos avançados de informática pudesse usar. E, em 2004, o Linux ainda engatinhava no quesito usabilidade.

Em muitos pontos, o Ubuntu criou padrões para o mundo Linux. Havia uma empresa por trás, havia cronogramas, e havia  a certeza de que o produto seria atualizado. Hoje, sabe-se que teremos uma nova versão do Ubuntu a cada seis meses, com uma versão  LTS (Long Term Support, o suporte de longo prazo) a cada dois anos. Para a adoção em empresas, essa padronização e garantia de suporte é crucial na hora de escolher pela migração.

A primeira versão do Ubuntu, a 4.10 (já utilizando o esquema “ano.mês” de lançamento), foi chamada de “Warty Warthog” (Facócero Enverrugado) e era bem feia, na falta de definição melhor. Papel de parede marrom, tema marrom, ícones em baixíssima resolução, sem uma tela de boot decente. Para todos os efeitos, era como se tivessem pêgo uma versão do GNOME e a deixado ainda pior.

Sejamos sinceros: era bem feio

A sorte é que, independentemente do aspecto visual, o Ubuntu tinha o que era necessário para conquistar a simpatia da comunidade e dos usuários. Por exemplo, durante muito tempo era possível pedir CDs de instalação no site do projeto, e eles chegavam de graça na sua casa, sem custos de envio nem nada. Era uma farra pedir os CDs e distribuir entre os amigos da faculdade e do trabalho. Isso e outras coisas fizeram o Ubuntu crescer.

Hoje o Ubuntu é a distribuição Linux mais popular no mundo, com milhares de usuários, desenvolvedores e voluntários ajudando no projeto. E, além disso, a Canonical faz a sua parte, estando sempre presente em eventos relacionados ao Software Livre. E, apesar de várias decisões controversas (como o Unity) durante esses sete anos de vida, o Ubuntu só tem a crescer.

Como curiosidade, o Ubuntu 4.10 ainda está disponível para download. Mas recomendamos que você só tente instalar uma versão com sete anos de vida em uma máquina virtual. Ou em um computador bem velho.

Com informações: OMG! Ubuntu

  • Lucas Meneses

    Parabéns para o ubuntu comecei por essa distro a uns 4 meses, e sempre a recomendo para iniciar no linux. Pena o preconceito que alguns dinossauros tem com ele.

    • É a minha distro favorita (infelizmente por causa da minha dignissima sou ‘obrigado’ a usar o XP). Gostei muito das versões 9.04 e 9.10. Até um tempo atras usei o 11.04. É sem dúvida uma das distros linux mais intuitivas, completas e mais fáceis de se instalar aplicações. Parabéns a Canonical e aos muitos que ajudam esse maravilhoso projeto.

  • 7 anos tendo que recompilar o kernel diariamente! Parabéns!
    😛

    • Só alegria! =]

      É hj msm o aniversário do Ubuntu, ou é só o mês 10?

      Se for hj nem acredito que faço aniversário no msm dia do Ubuntu =x

    • Tá bom de vc trocar seu pc por um hardware do planeta Terra 😛

    • Recompilar kernel? No Ubuntu? O_o

    • Rodrigo

      Tá na hora de comprar uma máquina decente, amigo 🙂 Eu tenho uma máquina desde o 8.10, que só vim atualizando até a 11.10. Só paro quando acabar o espaço na partição do sistema, hehehe.

  • Igor Jacaúna

    Parabéns ao nosso Ubuntu!Ubuntu significa: Sou o que sou pelo que nós somos!

  • Marcos

    Tenho um CD desse Ubuntu que pedi pelo correio também 😀 Nunca o instalei. Mas hoje curto a última vesão na máquina virtual.

  • Parabéns a Canonical!

  • Parabéns à distro que eu não consigo largar.

    À acompanho desde a versão 6.06LTS. Até hoje tenho o CD. 😀

  • Caraca, tenho um K6-II aqui que ainda funciona mas não tem SO instalado… vou testar Ubuntu 4 nele! kkkkkkkkkkkkkkkk

    • Rodrigo

      Se tiver 192 Mb de RAM, roda com certeza!

  • Estou a 6 anos nesta distro maravilhosa. Usando a 11.10. A primeira foi a 5.04. Parabéns sempre. E como sempre, está cada vez melhor.

  • Parabéns Ubuntu, seu lindo!

    Só não abandono totalmente o Windows por causa dos jogos senão…

  • Antonio

    Amo esse danado. É o tipo de sistema que quando dá problma aprendemos com ele, coisa que outros sistemas só nos dá dor de cabeça.

    • A parte do aprendizado eu concordo, mas desde quando Ubuntu da problema? LOL

  • Victor Romano

    E tem gente que ainda usa sistemas operacionais com mais de 10 anos de vida (Windows XP).
    Ubuntu (L)

    • O XP mesmo com 10 anos, é melhor que o Ubuntu

      • Victor Romano

        Aham!

      • Murillo

        Claro, no teu mundinho!

      • Sem fundamento algum.

        Gosta realmente do Windows, não gosta nem um pouco de sistemas Linux e não tem dinheiro pra atualizar o sistema? Deveria dar uma chance ao Ubuntu. Mesmo que não goste de sistemas Linux é melhor que usar um sistema defasado, inseguro e que já não gerencia decentemente os novos recursos da computação.

      • Sei…

      • Ai sabio!
        Estou sem acentos no teclado, entao nao me encha por isso.

  • tchones

    Algumas máquinas não rodam SOs mais novos, então os usuários são obrigados a manter o XP. (ou você quer rodar o Ubuntu mais atual num Celeron 500 / HD 20 / 512 MB de RAM?)

    • tchones

      Isso era para ser uma resposta ao Victor Romano (não sei porque veio parar aqui)

    • Mas a questão é que realmente as pessoas comprar um computador com um sistema Linux “jogado” e mandam colocar o XP. Não é achismo ou coisa parecida, é a realidade que acontece e todos sabem disso. Daí vc se pergunta: “pq não instalam o Ubuntu, que é fácil de usar, é prático e cheio de recursos? Pq colocam um sistema morto, inseguro, que não suporta nativamente as novas tecnologias?”.

      • Victor Romano

        Boa resposta lá em cima Guilherme, queria falar mas até deixei quieto. Sem base alguma a resposta do cara, chega a ser ridícula.
        Com certeza um cara desses nunca usou Linux na vida, se usou deve ter dado um boot olhado a interface e desligado, não faz idéias das infinitas possibilidades que ele pode fazer com um Linux.

        Com relação a essa resposta:
        Tenho certeza que tem muita gente que tem computador que roda descentemente Windows 7 e que prefere Windows XP por estar mais acostumada ou achar que ele é mais leve, sendo que dependendo o 7 pode até ser mais rápido pra pessoa por gerenciar melhor os recursos.
        Estudo na Fatec e lá teve um caso que eu não acredito até hoje. Eles receberam umas 30 máquinas da positivo com i3, máquinas muito boas que atendem tranquilamente as necessidades. Elas chegaram com Windows 7 instalado bonitinho. O pessoal que cuida da informática foi lá tirou todos os 7 e colocaram tudo XP. Com certeza também não foram colocando xp por xp original. Enfim, isso não é falta de conhecimento, não consigo entender pq fazem isso, mas é o que acontece, infelizmente.

      • Victor, voce poderia me fazer o favor de fazer essa turma virar presunto? Grato.
        Estou sem acentos no teclado, entao nao me encha por isso.

      • Victor Romano

        Isso não é exclusividade dai não. O laboratório de informática aqui do Campus da Universidade é composto por 30 i3 com 2GB DDR3, todos rodando a carroça do XP.

      • Claudio H.

        Engraçado isso mesmo, metade dos computadores vendidos nos e-commerce espalhados por ai vem com Linux, não sei qual distro, visto que a maioria nem fala (ex.: Computador intel i5 com LINUX…).

        Na minha opinião, acho que deveriam adotar o Ubuntu como SO para esses notebooks/netbooks, pois além de ser free, ainda é o SO mais “amigável” para com os leigos em informática se comparado a outras distros, imagino eu.

        Se bobear quem comprar um com Ubuntu vai achar que é um novo tema do Windows.

      • @Claudio H.
        o pior que muitas fabricantes já colocam o Ubuntu, mas fazem uma cag#&a sem tamanho. Eu, por exemplo, tive que comprar um computador de uma hora pra outra, pq o meu deu defeito. Não tinha dinheiro na época e tive q comprar um barato de uma marca popular conhecida. Ela vinha com o Ubuntu, mas o que aconteceu? Primeiro customização a interface e deixaram muito ruim. Tentaram deixar com o Windows. Mas a adaptação ficou péssima. Eu poderia “descustomizar”, mas nem deu pq o computador não conseguia ficar muito tempo ligado. Eles conseguiram estragar o driver Nvidia e a tela apagava em monitores com resolução wide. Em resumo, colocaram Ubuntu só pra baratear, não como um sistema para as pessoas.

      • Jean

        É verdade. As fabricantes brasileiras subestimam a inteligência dos consumidores, tentando customizar o Ubuntu para parecer com o Windows, mesmo a interface padrão do Ubuntu sendo bem intuitiva. E isso quando eles resolvem colocar Ubuntu, pq sei que CCE e Positivo colocam umas distribuições bizarras, chamadas Satux e Fênix… Enfim, infelizmente a legislação que previu isenções de impostos para computadores com Linux não fez exigência quanto a qualidade. Uma pena.

    • Ubuntu roda perfeitamente nisso ai amigo!!!

      • Victor Romano

        Pois é não dá pra entender.
        Vai chegar uma hora que eles terão que atualizar tudo pra algo mais novo, seja 7, Ubuntu, Windows 8 ou alguma outra coisa.
        Eles devem fazer isso pra não ter tanto trabalho, tipo: “Ahhh vamos deixar tudo com XP que é como está, vai dar muito trabalho passar pro 7”.

      • Claudio H.

        Victor, sem querer generalizar, mas já generalizando, geralmente quem é da àrea de informática, principalmente em colégios/universidades são “sobrinhos” que acham que tem algum conhecimento na àrea e não sabem (p)borra nenhuma.

        Como resultado disso, nós temos essas porcalhadas nas infraestruturas de instituições de ensino espalhadas pelo Brasil. Deprimente.

      • Claudio H.

        *área

        Mobilon, rola um botão de edit? 🙁

  • Cara, vendo essas descrições sobre o Ubuntu 4.10, e vendo o Ubuntu como é hoje, percebo que o time da Canonical está empenhadíssima no sistema!

  • Renan Ferrari

    Ubuntu foi a distribuição Linux que me fez gostar de Linux. Precisa dizer mais?

  • Confesso que não deixo como sistema principal, mas quase nunca abandono meu dual boot com ele. Hoje, ando usando mais do que o Win7.

    Melhor distro Linux ever!

  • Uso desde a 9.04 depois de ter ficado órfão do Kurumin e de uma rápida aventura pelo Mandriva e hoje não penso em largar, tanto que aqui em casa não roda outro sistema operacional em qualquer uma das máquinas, até a esposa usa.

  • Passei a usar o Ubuntu na versão 9.04, depois de flertar com o Kurumin ja morto.

    No inicio é tudo novo, dificuldade em achar programas comparáveis aos do Windows, alguns problemas. Hoje é totalmente o contrário, sinto falta de alguns programas do Linux no Windows… sinto falta de um player que integre o LastFM (como o Banshee e o Rhythmbox fazem), sinto falta de um cliente Twitter que se integre perfeitamente no sistema (Gwibber é uma maravilha), entre muitos outros… Ah, deu algum problema no Ubuntu?? Vá no tio Google que sempre terá uma boa alma pra te ajudar em algum forum ou blog.

    Parabéns Ubuntu, Parabéns Canonical!!!

  • Pedro

    Uso desde a 10.10, fiz dual-boot desde lá não parei de atualizar, não largava o windows por causa dos jogos mas tirei dual-boot e coloquei so o ubuntu, uso o 11.10 e não troco…
    todo mundo disse que era doido mas, linux é foda!

  • Comecei a usar desde a versão 9.04, num desktop Positivo (celeron, 1gb ram). E passei p/ 9.10 e em seguida 11.04. Rodando sem problema algum e eu ainda jogava Super Tux Kart(acho que escreve assim)!. O note de minha mãe, mesma marca e configuração, rodando XP era tão rápido que a coroa só faltada atirar o bicho pela janela! Pena que o pc já tava cansado e deu pau.

    Minha esposa sempre usou windows e começou no Debian/Ubuntu (meu note com dual boot). Ela ela tem o NoBo dela, rodando Ubuntu 11.10. Ela usa tranquilamente, já instala o SO sozinha, além de testar OpenSUSE, Linux Mint, Mandriva. E toda vez que ela vai usar algum pc que roda windows (XP ou 7), ela chega pra mim e fala: “Não sei mais usar Windows!”

    É tudo questão de escolha e costume. Para uso básico (edição de texto, mídia e acesso à internet), não entendo como tem gente que diz que Linux não presta! Tudo bem que a geração da década de 70/80 (meus pais), são mais conservadores, mas os mais jovens -principalmente os que dizem saber sobre informática- não usam por comodismo. Preferem usar um SO pirata “por causa dos jogos e só…”. Antes comprar um PS3, XBox…

    Parabéns, Ubuntu! Parabens, Canonical!

    Daniel Pita é estudante de artes plásticas, usuário Linux a pelo menos 5 anos e acha a maioria de seus amigos preguiços e conservadores. Está sem computador, tendo que usar o NoBo da mãe com Windows 7. #JanelasTrollFace

  • PR

    Aeee parabens Ubuntu! a 1ª vez que eu tive contato com linux morria de medo porque eu achava que era mais dificil do que o Windows ao qual estou tão acostumado no meu dia a dia desde quando tive o meu 1o computador. depois que desse contato com o Linux, a coisa é outra! eu uso sem medo. e ainda me suprime todas as necessidades. mas o ultimo caso que eu tenho com o Linux é no meu NETBOOK Asus EEPC. ele veio com o XP Home em Ingles (foi comprado nos EUA) ai na faculdade que eu estudava eles deram licenças da Microsoft (MSNDAA) para todos os alunos dos cursos de informatica. e depois de um tempo usando o XP já que o XP ta abeira da morte definitiva por conta do Windows 7 resolvi instalar o Linux no meu netbook ja que ele tambem so tem 1gb de RAM. se eu quissse o 7 eu teria que colocar 2gb enquanto eu não faço isso a unica coisa que fica boa e roda tranquilo e o Ubuntu. logico que antes já testei fedora,kubuntu (não gostei do KDE!),lubuntu,mint.. não me adaptei a nenhum deles e voltei para o Ubuntu. e realmente ele me satisfaz por completo no meu netbook. se eu pudesse instalava tambem no meu Desktop. mas por questoes de usuabilidade das pessoas aqui em casa prefiro o Windows. adoro o Ubuntu!!! o meu netbook tem a versao 11.10.

  • Cristiano

    Parabéns Ubuntu!
    Uso desde o 7.04. Já no trabalho o chefe não permite (sem nenhuma razão plausível diga-se de passagem).

  • Jean

    Parabéns Ubuntu!
    Nem parecem 7 anos. Com tantos lançamentos e inovações, parece que existe a mais de 10 anos!
    Antes do Ubuntu, um novato em Linux se sentia totalmente perdido, acabava desistindo do sistema e ainda ia falar mal do Linux. O Ubuntu mudou esse conceito, e a maioria das distribuições hoje preza pela facilidade de uso. É só ver que no Distrowatch, Ubuntu e Mint estão no primeiro e segundo lugar em acesso, respectivamente. E a segunda é ainda mais fácil de usar que o Ubuntu.

  • Ubuntu é Ubuntu…. foi com ele que iniciei no mundo Linux. embora hoje esteja usando o Fedora (que,para muitos, é um curso natural) sempre dou aquela instaladinha na minha máquina pra ver as novidades.