Início » Internet » Google vai cobrar pelo uso excedente da API do Google Maps

Google vai cobrar pelo uso excedente da API do Google Maps

Avatar Por

O acesso as APIs de serviços do Google são, em sua maioria, gratuitas. Afinal de contas, a empresa sabe que para fazer serviços crescerem precisa permitir que desenvolvedores trabalhem com eles e criem suas próprias adaptações e ferramentas. Mas em certos casos, o serviço cresce demais, os desenvolvedores criam demais e o Google precisa passar a cobrar pelo acesso à API. Como é o caso do Google Maps.

Essa mudança já estava anunciada há alguns meses mas só agora vai passar a funcionar. Os limites são bem claros. Para os primeiros 25 mil acessos diários de um site à API de mapas estáticos do Google Maps, não há cobrança. O mesmo é aplicado para aqueles sites que acessarem a API de mapas estilizados, mas nesse caso o limite é menor, de 2,5 mil acessos diários.

Mas ao ultrapassar algum desses dois limites, o desenvolvedor do site terá que pagar para manter seu serviço funcionando. Para quem usa a versão 3 da API de JavaScript ou a API de mapas estática, o preço é de 4 dólares a cada mil acessos. Para os desenvolvedores que usam a API de mapas estilizados, o preço é de 4 dólares por mais mil acessos, caso o site tenha menos de 25 mil visitas diárias, ou 8 dólares, caso o site tenha mais do que isso.

Para aqueles grandes sites que ultrapassam um certo número de visitas à API (algo em torno de 100 mil diárias), o Google recomenda a compra do acesso à API Premier, que custa 10 mil dólares ao ano e dá acesso à outras mordomias como suporte, maiores mapas e controle de anúncios. Veja mais detalhes dos preços nesse FAQ (dica: abra em uma janela anônima do navegador, a versão em português da página ainda não contém a tabela).

Alguns desenvolvedores não vão gostar muito da necessidade de ter que pagar por algo que antes era gratuito. Mas é o preço que se paga (literalmente) pelo sucesso de um site. Como o Tarifa de Táxi, mostrado na imagem aí acima.

Mais sobre: , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Carpediemjr
mas pelo que entendi sao 25 mil acessos diarios e gratuito. alguem sabe o que e 25 mil acessos diarios kkk e coisa pra burro.
Douglas Franciscon
Zé mostrar as trilhas pros amigos? 25 mil por dia?
Lockhart
Aauhauhauha, gostei da ideia do condicional.
Marcelo
putz começou a estorção!
Turdin
Putz, show de bola esse ai, bem mais leve que o Maps.

Pena que por aqui ele não tenha tantas informações.
Turdin
... be poor =p
Luciano Gasparetto
(Vou repostar meu comentário pois até agora não foi publicado, inclusive, abri em outro navegador para garantir)
Bom, para quem precisa da API, faz muitas requisições e não quer/pode pagar, pode usar a API do Bing Maps (microsoft.com/maps/developers/web.aspx). E a mesma coisa para quem usava a do translator que passou a ter limites, tem a API do Bing/MS Translator (msdn.microsoft.com/en-us/library/dd576287.aspx). Ambas são gratuitas e aparentemente não tem limites de uso. Fica a dica para quem ficou órfão das APIs do Google.
Yangm
Não sou mestre em PHP, peguei o código pronto...
Claudio H.
maldito bot!ao edit que não existe!

Correção:

">=" ou ">"
Claudio H.
Isso, isso, ai no 25.001 acesso o script já buga. Seria <= ou <, não?!
@johnnie_cap
Don't be evil, don't be evil, don't... #not
Yangm
if($acesso == 25000) {
//Api de outro site
...
} else {
//Api do google
...
}
Tiago Celestino
Será que realmente tem necessidade? Acho que agora, vai existir um pouco mais de "limitação" por parte dos desenvolvedores, que vão ter que ser preocupar com limites de uso.

Eu já até imagino criando uma função:

if($acesso == 25000) {
alert("parou de funcionar")
} else {
....
}
AyslanDielf
Realmente muito bom esse OpenStreetMap, tem mais info do que o google maps [ao menos para a minha cidade xD]


Vlw cara!
Rodrigo Fante
Mas geram custos igualmente, acho certo cobrar pelo uso da API a partir de uma certa quantidade de uso.
Rodrigo
O problema é que grandes sites de mídia usam a api para fazer seus "infográficos", consomem banda pra caramba, faturam rios de dinheiro, e têm o mesmo custo que o zé que mantêm um blog pra mostrar suas trilhas no meio do mato aos amigos: nenhum. Alguém ia ter que pagar a conta.
@burnermanx
Se é gratis eu não sei, mas é uma oportunidade e tanta para a Microsoft.
@marcosoliveira
Oloko! O Tarifadetaxi tem até aplicativo na Chrome Web Store! É um sucesso mesmo, e muito útil!
Só não sei se vai continuar um sucesso agora que vai ter que pagar pra manter o GMaps =/
Luciano
Outra opção é serviço do Yahoo! Que coisa feia essa do Google!
Lucas Módena
o bing cobra será?
se mantiver grátis, pode ser que alguns sites médios passem a usar o serviço da microsoft.
Luciano Gasparetto
Bom, para quem precisa da API, faz muitas requisições e não quer poder, pode usar a API do Bing Maps. E a mesma coisa para quem usava a do translator que passou a ter limites, tem a API do Bing/MS Translator. Ambas são gratuitas e aparentemente não tem limites de uso. Fica a dica para quem ficou órfão das APIs do Google.
@drfranca
Se você quis dizer "exceções", eu concordo.
Estou criando um site beneficente e caso os acessos aumentem vai ser complicado manter.
Jr. Hames
Ótima dica, não conhecia o serviço.
Rafael Marcon
Muito legal esse site dos taxis, não conhecia =)

A propósito, pode ser usado como exemplo pra uma dúvida minha: Ele não tem nenhum banner de publicidade, e deve ter bastante acesso. A inserção de alguns anúncios desses do google mesmo, geraria recurso suficiente para cobrir essa despesa do maps?
bawlaw
http://www.openstreetmap.org/
Sérgio Felipe
O Google está praticamente certo, mas ele deveria abrir excussões para sites que não tem lucro sobre o API do maps