Início » Computador » Commodore 64x Extreme é apresentado mais potente do que nunca

Commodore 64x Extreme é apresentado mais potente do que nunca

Por
8 anos atrás

Em 2010 uma empresa chamada Commodore USA lançou o 64x. A releitura do clássico oitentista Commodore 64 era equipada com comodidades da vida moderna como processador Atom e leitor de Blu-ray, entre outros mimos inimagináveis em 1982. Em abril deste ano imagens de uma versão atualizada do computador chegaram à rede cercada de mistérios.

Traseira do teclado do Commodore

E agora o “novo” Commodore 64x entrou em pré-vendas, devidamente atualizado com um processador Core i7 pulsando sobre sua charmosa roupagem retrô.

Atendendo pelo nome de Commodore 64x Extreme e considerado o “Commodore mais potente jamais produzido”, a máquina chega com um chip Intel i7 Sandy Bridge de 2,2 Ghz, 8 GB de memória RAM, espaço para até dois discos rígidos de 2 TB de capacidade de armazenamento, três portas USB 3.0, cinco (!) portas USB 2.0, uma entrada e-Sata, HDMI, VGA, bluetooth e conexões ethernet e WiFi. Tudo isso comprimido em seu corpinho de 29 anos de idade e medidas enxutas.

O sistema operacional escolhido para lidar com tamanha capacidade de processamento é o Linux Mint 11 equipado com um emulador de seu Commodore Basic 2.0, que lhe permite rodar programas e joguinhos da época.

Aos interessados, o brinquedo pode ser adquirido por módicos US$ 1.500 (R$ 2.600) e suas entregas estão programadas para começarem a acontecer a partir do dia 25 de novembro.