Início » Celular » Adobe vai parar de desenvolver Flash em plataformas móveis

Adobe vai parar de desenvolver Flash em plataformas móveis

Por
8 anos atrás

Nem todas as plataformas móveis atuais tem uma versão do plugin do Adobe Flash para elas, mas aquelas que têm podem se vangloriar do fato de que seus aparelhos são capazes de acessar “a web completa”, como chama a Adobe. Esse item pode ser riscado da lista de vantagens de tais plataformas em breve, agora que a Adobe deve parar de desenvolver essa versão específica e estaria também considerando dar preferência ao Air e o HTML5 no lugar do seu tão onipresente plugin.

A informação foi repassada pelo site ZDnet, que dizem que a Adobe enviou um e-mail aos seus parceiros afirmando que está suspendendo o desenvolvimento do Flash Player para navegadores em plataformas móveis. Além disso ela estaria os instruindo a migrar para formas alternativas de desenvolvimento, que incluem a criação de web apps com o HTML5 e de aplicativos nativos por meio do próprio Adobe Air, que segue firme e forte e não está indo a lugar algum.

A versão mais recente do Flash só está disponível em duas plataformas móveis: as diversas versões do Android e no tablet da RIM, o BlackBerry PlayBook. Apesar de ter encerrado o desenvolvimento dele, a Adobe garante que vai continuar oferecendo atualizações de segurança e correções para o plugin do Flash em ambas. Mas futuros dispositivos desses sistemas (e de quaisquer outros) não terão suporte oficial do plugin. A menos que suas fabricantes decidam incluir os requisitos mínimos (no caso do Android, uma versão do sistema compatível) necessários para isso.

A empresa não fez um anúncio oficial ainda sobre a mudança de foco nas plataformas, mas a fonte do site ZDNet afirmam que isso deve acontecer ainda hoje.

Atualização às 13:00 | Um post publicado no blog voltado a desenvolvedores da Adobe confirmou as informações do ZDnet. Além de afirmar que a versão 11.1 do Flash será a última a ser liberada para o Android e PlayBook a Adobe também disse que vai contribuir de forma mais ativa ao HTML5, por ele ser “a melhor solução para criar e distribuir conteúdo no navegador por todas as plataformas móveis”. E que o Flash para plataformas móveis descanse em paz. Alguém jogue a pá de cal.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.