Início » Internet » Faculdades dos EUA também aderem aos sites .xxx

Faculdades dos EUA também aderem aos sites .xxx

TLD foi criado para designar páginas de pornografia.

Avatar Por

A terminação de domínio .xxx foi aprovada pelo ICANN para dar aos sites de conteúdo adulto uma característica muito mais aparente. Ao digitar algum endereço com o .xxx, o internauta tem a certeza de que vai entrar numa zona cinzenta da web. Ou quase isso: faculdades americanas decidiram registrar sites com o TLD.

Só que não é nada disso que a sua mente preconceituosa pensou. As faculdades estadunidenses solicitaram o registro de seus nomes em .xxx para proteger as marcas de possíveis usos fraudulentos. A Universidade do Missouri – Columbia, por exemplo, fez questão de solicitar para si o missouri.xxx, o missouritigers.xxx e mizzou.xxx.

Bom lembrar que os domínios terminados em .xxx ainda não podem funcionar. Inicialmente, o consórcio que cuida dos registros abriu uma espécie de pré-cadastro para analisar solicitações de marcas e afins. Eles também criaram o serviço de bloqueio de domínios, que deve ser o recurso utilizado pela Universidade do Missouri – Columbia para proteger seu nome nesse segmento de internets voltado para adultos.

Eu não me espantaria em nada se surgissem sites com endereços como ucla.xxx (UCLA é a Universidade da Califórnia – Los Angeles) ou yale.xxx voltados para a temática adulta universitária. Alguns gestores de instituições de ensino perceberam a oportunidade e já estão se protegendo. Acho justo.

Na fila de desafios do ICANN aparecem os domínios terminados em .marca. A novidade foi aprovada pelo órgão em junho desse ano, mas ainda aguarda implementação. Em tese, empresas como o Google poderiam ter o próprio nome como TLD no lugar de .com ou .com.br. O Google Maps ficaria em http://maps.google e o Google Docs ficaria em http://docs.google.

Com informações: O Globo

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marcio
Ótimo post, Cássio. Acho importante apenas esclarecer que o que houve foi um procedimento criado pelo próprio órgão gestor do domínio ".xxx", o ICM Registry, para proteger os legítimos detentores de marcas de terem esses domínios registrados por terceiros, vinculando-as à indústria da pornografia. O procedimento já foi adotado no lançamento de outros TLD, a exemplo do ".mobi" para dispositivos móveis como celulares e é conhecido como período de sunrise. Os pedidos feitos e concedidos no período de sunrise do ".xxx" não implicam no registro, mas no verdadeiro bloqueio do domínio "marca.xxx" por 10 anos.
Turdin
TODOS CURTEM! hahaha
@brunogdb
E eu já achando que a faculdade iria por site pr0n no ar. '-'
@rodrigorsena
Verdade!
Vinnicius
American Pie versão Web??
ricardo
E a internet começa a dar sinais de organização, coisa até agora incompatível com o mundo da web.
Yangm
Pô, será que algum dia minha mente vai deixar de ser tão suja? :(
Rodrigo
Já pensou q interessante: www.ufmg.xxx , www.usp.xxx , www.ufrj.xxx ... Oportunidades ae pro povo da putaria universitaria registrar seus endereços haha.