Início » Curiosidades » Steve Jobs pretendia criar operadora de celular

Steve Jobs pretendia criar operadora de celular

Ele desistiu da ideia pouco antes de lançar o iPhone.

Avatar Por

Ao que tudo indica, vamos continuar falando muito sobre Steve Jobs, o legendário co-fundador da Apple. Nessa semana, o especialista em telecomunicações John Stanton revelou que o iCEO estava bastante interessado em tomar o lugar das tradicionais — e gigantescas — empresas de telefonia. Para tanto, ele pretendia apelar para o uso do WiFi como forma de transmitir voz e dados.

Falecido em outubro vítima de uma batalha contra o câncer, Jobs e John Stanton mantiveram um relacionamento profissional próximo entre os anos de 2005 e 2007, de acordo com o especialista. A ideia de Jobs era se aproveitar do espectro de WiFi, que não é regulamentado por órgãos governamentais (ao menos não no Brasil nem nos Estados Unidos, pelo que tenho ciência).

Repare que as conversas entre os dois cessaram no mesmo ano em que o iPhone foi revelado, com vendas exclusivas pela Cingular (mais tarde adquirida pela AT&T).

Stanton não deu muitos detalhes sobre o motivo que fez Jobs largar a ideia.

Pelo que o especialista disse, Steve Jobs falava em criar uma “operadora sintética“. Não temos detalhes sobre como ele pretendia se aproveitar do espectro geralmente destinado ao WiFi para fazer sua operadora de telefonia, nem como o iCEO planejava ganhar dinheiro com isso. O que eu posso afirmar categoricamente é que os acordos que a Apple firma com as operadoras americanas lhe rendem um bom dinheiro na hora de vender os desejados iPhones.

Na semana passada uma operadora pequena e iniciante dos Estados Unidos chamada Republic Wireless iniciou a oferta de um serviço amplamente baseado em WiFi. O cliente paga US$ 19 mensais pelo uso ilimitado de dados, voz e SMS. Só que o cliente tem que usar os serviços em redes sem fio. Se não tiver WiFi, a Republic Wireless passa a utilizar a rede da Sprint (empresa-mãe da Nextel brasileira), porém com limites de uso. Que eu saiba, é o mais próximo que se tem notícia de uma operadora tirando proveito do WiFi como parte primária de seu modelo de negócios.

Com informações: Computerworld e Gizmodo. Foto: Flickr – Yashikazu Takada (CC).

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Vinnicius
@Antonio sem contar o preço que é como jobs (atualmente), do além! hahahaha (sic)
Daniel Luiz
Kkkkkkkkkkkkkkkkk chorei de rir com o iFi do RodrigoFante! Kkkkkkkkkkkkkkk
Breno Caldeira
@zRAFAz, quis fazer um comparativo custo/benefício. Pagar 20$ para estar restrito a locais apenas onde possui WiFi, prefiro pagar +10$ e ter acesso em qualquer lugar dos EUA que possui rede de telefonia. E a Wifimax é uma tecnologia que o dispositivo também deve possuir, desconheço celulares que possuam esta tecnologia. (Até que seria uma boa :D)
@zRAFAz
Posso ter confundido um pouco, mas tem a questão do WiMAX... mas é uma bagunça essa história de LTE vs WiMAX... então é melhor esperar para ver...
Vinicius Kinas
Tá me zuando né? Vai ver a bateria que o Wifi consumiria se tivesse que enviar dados na distância que as redes de celular tem que enviar.
Vinicius Kinas
Tá, mas peraí, se estamos falando de redes sem fio normais, o alcance delas é muito mais limitado que o sinal normal de celular. Não adiantaria somente aumentar a potência da antena do roteador, porque o seu celular não consegue fazer envio de dados para essa antena que está longe (não sem gastar horrores de bateria). Você teria que espalhar milhões de antenas Wifi pela cidade (gastando uma fortuna), ou usar uma tecnologia diferente, como o WiMax, que tem exatamente esse intuito.
Rafael Miranda
Sinceramente, vocês podem até me zuar... mas em 2008, mais ou menos, quando eu comecei acompanhar os sites de notícias e lia "Verizon Wireless", eu acha que ela funcionava assim.
@rodrigorsena
iVoice Telecom!
Rodrigo Fante
iFi
@zRAFAz
Não é questão de dados, mas sim de tecnologia... 3G e 4G consomem muita bateria e tem uma qualidade inferior comparada a wifi...
@EvertonHimself
"A ideia de Jobs era se aproveitar do espectro de WiFi, que não é regulamentado por órgãos governamentais (ao menos não no Brasil nem nos Estados Unidos, pelo que tenho ciência)." - Não era regulamentado porque ninguém ainda tinha tido a idéia de usar isso como operadora de celular, rsrs (VoIP não conta)
Thássius Veloso
Ramon Melo
Tecnicamente, é possível sim, é só cobrir os EUA inteiros com redes WiFi. Vai custar uma fortuna, mas a Apple não está exatamente falida, né?
@AntonioVeras
Não revolucionou porque recebeu uma oferta melhor das operadoras com modelo defasado e ditatorial.
@iJeanCarlos
Com certeza Steve Jobs iria revolucionar nessa área,é uma pena que ele não tenha feito...Porque esse modelo das operadoras é mais do que defasado e ditatorial.
Exibir mais comentários