Início » Brasil » Oi se rende ao mercado e deve voltar a subsidiar aparelhos

Oi se rende ao mercado e deve voltar a subsidiar aparelhos

Por
8 anos atrás

A Oi resolveu contrariar o plano de negócios que têm mantido há algum tempo. A operadora pretende voltar a vender celulares e demais aparelhos atrelados a planos, além de retomar também a fidelização na adesão desses planos de serviços. O motivo? A procura por smartphones aumentou consideravelmente, algo que a Oi não previu ao adotar a estratégia de abolir o subsídio de aparelhos.

Sem multa? Não mais.

Um dos motivos é que, na escolha de operadoras, a oferta de aparelhos é um fator considerado importante para o clientes. Como a Oi vende aparelhos com preço cheio, os clientes em potencial acabam desanimando e contratam o serviço de outra. Vendendo aparelhos subsidiados a chance de conquistar novos clientes torna-se maior, fora o fato de que a compra de um smartphone promove a adesão de um pacote de dados.

Não há data especificada para as novas ofertas entrarem em vigor, mas Maxim Medvedovsky, diretor do segmento de varejo da Oi, afirmou em entrevista ao Valor Econômico que a operadora está em negociações com fornecedores. A estratégia da empresa é tentar recuperar o mercado que foi perdido nos últimos três anos.

Essas mudanças radicais vindas da Oi revelam algumas posturas iniciadas com a mudança da direção. Logo que Eduardo Valim assumiu o posto de CEO a oferta de dados passou a ser mais ampla, o programa de pontos ganhou mais destaque e até o site foi redesenhado. Não sei como será o subsídio de aparelhos, mas espero que seja uma mudança positiva. Afinal, que ainda há muito o que melhorar.

Mais sobre: , ,