Início » Jogos » Razões pelas quais você deve (ou não) jogar Minecraft

Razões pelas quais você deve (ou não) jogar Minecraft

Avatar Por
8 anos atrás

Esse joguinho de construir coisas com blocos é provavelmente o game indie mais comentado do momento (tem sido há quase dois anos, quando seu primeiro Alpha foi lançado). E finalmente, depois de muito tempo passando por Alphas e Betas, o jogo chega a sua versão final. Mas do que se trata esse jogo todo quadrado e sem sentido? O que fez esse jogo tão popular? Vou te contar o que me fez perder várias noites de sono.

Caso você não tenha ouvido falar, Minecraft é um jogo onde é necessário sobreviver em um mundo composto de blocos, animais e monstros. É só isso. Um homem em uma terra desconhecida, cercado de criaturas e muito espaço para deixar sua imaginação fluir. Todos os terrenos em Minecraft podem ser destruídos e transformados em materiais para construção de outras coisas, qualquer outra coisa que você tiver em mente. Acredite, qualquer coisa.

Criatividade e liberdade

Uma das vilas que você pode encontrar por aí | Clique para ver maior

Encontrou uma montanha muito alta e sentiu vontade de construir sua casa no topo? Construa! Acha que uma pirâmide no meio deserto seria divertida? Fácil. Quer construir o castelo de pedra? Forje uma picareta, minere as rochas e construa uma fortaleza do tamanho que desejar. Não existem limites para sua criatividade...

Ok, existe um limite de altura, mas é BEM alto.

Sobrevivência

Espero que você não tenha medo de aranhas | Clique para ver maior

O ponto principal de Minecraft é exercitar sua criatividade, mas você precisa criar suas próprias formas para sobreviver nesse mundo — que não é tão amigável durante as noites.

Quando escurece, todas as criaturas saem para caçar e, na verdade, você é o único alimento que eles procuram. Durante o dia você tem a companhia agradável de vacas, porcos e galinhas, mas a noite traz esqueletos arqueiros, zumbis e o temível creeper. O creeper é o tipo de monstro que te faz ter pesadelos a noite, essa criatura verde se aproxima silenciosamente e explode, provavelmente te matando e destruindo algo que tenha construído. Os danos podem ser irreparáveis.

A melhor forma de se proteger contra a noite é construindo seu próprio lugar seguro, algo que você possa chamar de lar. Uma casinha feita de terra com um fogão e uma cama serve, mas a ideia de poder construir uma supermansão com direito a fonte e lareira é tentadora; fique à vontade. As construções normalmente começam apenas com as necessidades básicas, e as regalias vão aparecendo sem que você perceba.

Crafting

A primeira coisa que você deve criar, só pra começar a brincar | Clique para ver maior

Para conseguir minerar e construir tudo que você imagina, você terá que forjar (crafting, no jogo) vários equipamentos, utilizando os materiais coletados. O sistema de crafting pode ser intuitivo as vezes, mas a maior parte das instruções para a criação de itens ou equipamentos é bem difícil de adivinhar por conta própria.

Sem um tutor pra te ensinar como as coisas funcionam ou sem pesquisar as receitas em algum site, vai ser praticamente impossível construir uma picareta ou espada. Nada que uns 5 minutos de pesquisa não resolvam, mas seria interessante se houvesse uma maneira de descobrir isso dentro do jogo.

Gráficos

Ah, o pôr do sol.

Não são gráficos de última geração. Minecraft não tem shaders avançados, HDR lighting, milhões de polígonos e texturas foto-realistas. Mas são gráficos cativantes. Todos os personagens feitos de blocos, texturas de resolução de 16px e até o sol quadrado se encaixam perfeitamente e formam um mundo muito bonito. Subir ao topo de uma montanha e observar o sol se pôr pode ser uma experiência muito agradável, mesmo com poucos polígonos. Esses quadradinhos já são reconhecidos por toda a parte.

Exploração

Uns slimes, que pode dar errado?

Para ser bem sucedido você terá que explorar, seja pela superfície ou pelo subterrâneo. E a experiência de explorar é algo muito gratificante no mundo virtual de Minecraft. Cada vez que você inicia um novo jogo, um novo mundo é criado, utilizando uma seed random ou alguma que você prefira — e esses mundos são únicos. Enquanto uma seed pode te dar um mundo cheio de montanhas e gelo, outra pode te colocar em grandes áreas áridas e planas. A variedade de biomas é grande: entre florestas, desertos, montanhas congeladas e pântanos, há bastante para se ver em cada mundo que se cria.

Para minerar é preciso explorar o subterrâneo, que é repleto de cavernas e minas abandonadas, e elas guardam muitos tesouros e perigos. Pelas cavernas você encontrará minerais preciosos e algumas criaturas mais perigosas que na superfície, como aranhas venenosas e slimes. Portanto prepare-se para a batalha, você pode morrer algumas vezes.

Por que jogar?

Pronto pra uma nova aventura.

Minecraft pode não ser perfeito, mas é uma peça de arte em forma de jogo. Enquanto outros títulos tentam fazer sucesso com violência, tramas complexas e gráficos espetaculares, Minecraft escolhe seguir uma linha que explora a imaginação do jogador.

Embora exista um chefe final (ridiculamente difícil) e um poema antes dos créditos, você não é obrigado a fazer nada disso para aproveitar o jogo. Se  preferir criar um mundo no modo Creative (os monstros não te atacam e você tem recursos infinitos) para construir um monumento, vai se divertir tanto quanto quem está jogando no modo Hardcore (se morrer, perde tudo o que feito). Cada um leva o jogo da sua maneira e pode se aventurar nessa mistura de Lego com RPG.

Minecraft junta uma porção de detalhes e traz uma experiência inigualável nos dias de hoje, completamente diferente de qualquer outro jogo que você tenha jogado. E pode consumir sua vida, se você não for forte o bastante.

Para adquirir uma cópia de Minecraft basta acessar o site. Comprando o jogo você terá direito a todas as atualizações que virão em breve, além de poder jogar on-line. Caso você só queira dar uma olhada em como o jogo funciona, pode testar a versão Clássica, que só possui uns blocos e te deixa criar algumas coisas. Vale a pena uma olhada.

Mais sobre: ,