Início » Brasil » Momentos mais importantes da coletiva com Stephen Elop, CEO da Nokia

Momentos mais importantes da coletiva com Stephen Elop, CEO da Nokia

"Não somos nós correndo atrás do rabo. São os outros correndo atrás do nosso rabo." – Stephen Elop

Avatar Por
8 anos atrás

SÃO PAULO — Como você já sabe, a Nokia tirou o dia de hoje para anunciar a chegada da família de aparelhos Asha ao mercado brasileiro. Em sua primeira visita ao Brasil, o CEO da empresa, Stephen Elop, comentou o futuro da Nokia agora que ele está no comando.

A grande notícia você já sabe: Asha no Brasil, mas só no ano que vem. Abaixo eu listo alguns pontos importantes da apresentação e posterior sessão de perguntas e respostas feita com Elop e alguns executivos da empresa.

Stephen Elop vem ao Brasil pela primeira vez

Dual. Os aparelhos Dual SIM foram muito bem aceitos pelo mercado. A Nokia diz que não é a primeira nessa seara, mas traz inovação ao permitir que um mesmo aparelho salve perfis para até cinco aparelhos diferentes.

Nokia Brower. O novo Nokia Browser foi citado como excelente opção de navegador que faz a compressão de dados. Dessa forma, consumidores não precisam se preocupar tanto com a conta no fim do mês. E o Nokia Browser chega como uma luva no mercado brasileiro, em que a presença de aparelhos pré-pagos é tão grande. A tecnologia envolvida no Nokia Browser assemelha-se à do Opera Mini para smartphones e celulares. No Nokia World, um engenheiro da empresa me disse que não se trata de licenciamento de tecnologia e que a fabricante finlandesa tem sua própria estrutura para fazer a compressão de dados.

Asha. Na linha Asha — apresentada para o mercado brasileiro hoje —, o sistema S40 abraça as redes sociais porque esse é o desejo do consumidor – tanto em mercados bem estabelecidos, como a Europa, como em mercados emergentes, o caso do Brasil. O acesso a Orkut, Facebook e Twitter é feito a partir da tela inicial aparelho. O mesmo vale para emails.

Local. Em termos de ecossistema, a Nokia diz que seu desejo é trazer mais aplicativos locais para os celulares da marca. São feitos 10 milhões de downloads na Nokia Store, com 52% do total a partir de aparelhos rodando S40 no Brasil.

Para satisfazer o apetite do consumidor brasileiro, aplicativos como WhatsApp, Angry Birds, FourSquare e eBuddy (comunicador instantâneo) estarão em dispositivos nativamente.

Concorrência. "Nós queremos que nossos aparelhos se diferenciem do Android e do iOS", disse Stephen Elop. Isso vale também para o Windows Phone, e o executivo fez questão de dizer que a combinação de software Microsoft com hardware da Nokia continua sendo a melhor.

Falando dos aparelhos chineses de marcas menos conhecidas ou mesmo sem marcas, a Nokia considera que seus celulares continuam competitivos em termos de preço e em termos de inovação e tecnologia. Almir Narcizo, presidente da Nokia Brasil, afirmou que a marca Nokia permanece como a mais desejada e a mais recomendada em relação aos concorrentes.

Elop e Almir Narcizo, presidente da Nokia Brasil

"Plataforma em chamas". Comentando a saída da Microsoft e chegada na Nokia, o CEO disse que decisões importantes foram tomadas, incluindo a possibilidade de adotar outros ecossistemas. No fim das contas, Elop diz que a empresa tem a melhor relação possível com a Microsoft.

Brasil. O Brasil é um bom exemplo de país onde a Nokia tem possibilidades de crescer porque a população está comprando agora seu primeiro smartphone ou substituindo um antigo.

Tablets. O mercado de tablets é importante para a Nokia, de acordo com o CEO. Elop sinalizou que o Windows 8 tem uma nova experiência de usuário que se integra com computadores e com smartphones rodando Windows Phone, preferencialmente um aparelho Lumia. Quanto a rumores de um tablet da marca, o CEO disse que não ia comentar.


Nokia Lumia 800: veja o aparelho rodando Windows Phone 7

Lumia. Chegam ao Brasil no primeiro trimestre de 2012. O Lumia 710, conforme nós noticiamos na cobertura do Nokia World, será fabricado na unidade da Nokia em Manaus. O Lumia 800 virá de fora, devidamente importado.

Made in Brazil. Eu questionei a uma executiva da Nokia se o Lumia 710 está atualmente em produção. Ela deu uma risadinha e disse que não pode comentar o assunto. Entenda como quiser, caro leitor.