Início » Legislação » Megaupload processa Universal

Megaupload processa Universal

Por
7 anos atrás

Os grandes estúdios de música e filme contam com um enorme time de advogados especializados em processar qualquer pessoa que olhe torto para os direitos autorais que eles tanto defendem. Eles passam dos limites algumas vezes, porém nem sempre as pessoas que estão sendo processadas dispõem de tempo e dinheiro para lutar nos tribunais. Mas o Megaupload tem. O famoso site de compartilhamento de arquivos decidiu processar a Universal.

O Megaupload disse ao TorrentFreak hoje que pretende processar a UMG, braço musical da Universal, por censura a um vídeo no YouTube. Esse vídeo, uma propaganda do Megaupload com uma leva de artistas conhecidos, foi tirado do ar na semana passada por supostamente “desrespeitar a lei de DMCA”. Mas diferente do que afirma a UMG, ele não parece infringir muito.

Segundo o Megaupload, nenhuma parte do vídeo tem conteúdo cujo direito autoral pertence à UMG. O site afirma que assinou um contrato com todos os artistas que participam dele, que incluem nomes como Will.I.Am, Alicia Keys e Kanye West, e pediu ao YouTube para restaurá-lo. Mesmo assim, a Universal enviou um novo pedido e o retirou do ar outra vez. O fatídico vídeo você confere logo abaixo, hospedado pelo próprio Megaupload.


(Vídeo no Megavideo)

A decisão agora cabe à corte americana que receber o processo do site contra a Universal. O CEO do Megaupload, David Robb, até tentou um acordo amigável com a companhia, mas nenhum dos representantes da empresa parece estar muito a fim de responder.

Como alguém que detesta injustiça de qualquer lado e já vê os estúdios abusando do seu poder há algum tempo, eu diria “Vai que é tua, Megaupload!”. Eles não fizeram nada de errado e se a Universal precisa passar por um processo judicial para perceber isso, espero que passem. E que precisem pagar uma indenização monstruosa também. Ao que parece essa é a única língua que os grandes estúdios entendem: a do prejuízo no próprio bolso.