Início » Web » Microsoft lança So.cl, rede social baseada no Bing

Microsoft lança So.cl, rede social baseada no Bing

Por
6 anos e meio atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Lembram da suposta rede social que a Microsoft teria criado, chamado Socl? Ao que parece todo mundo que pensou que era uma rede social estava ao menos um pouco enganado. O So.cl, de acordo com o anúncio oficial da Microsoft liberado há pouco, é uma ferramenta voltada para estudantes interessados em aprender mais sobre redes sociais. Uma rede social para entender redes sociais, pelo que entendi.

Segundo a descrição do site, o So.cl (pronuncia-se “social” em inglês) foi desenvolvida pelo FUSE Labs, um braço de pesquisa da Microsoft. O foco da rede é “explorar as possibilidades da busca social com o propósito de aprendizado” e essa busca social é, naturalmente, powered by Bing. Há um videozinho na página inicial que mostra mais ou menos como a rede funciona, mas é em WebM e só navegadores mais recentes conseguem ver.

O que deu a entender até agora é que o So.cl vai servir inicialmente para estudantes de mídias sociais compreenderem melhor como uma rede social funciona. O post no blog da empresa diz que os estudantes podem “construir posts com vários elementos, como fotos, texto, vídeos e mais – e compartilhá-los com seus colegas”. Soa intrigante.

O So.cl acompanha o que as redes sociais atuais tem feito ultimamente: por padrão todos os posts são marcados como públicos e também há um elemento de vídeo, o Video Party, que permite compartilhar clipes com várias pessoas ao mesmo tempo. Esse último item seria a versão da Microsoft do Google Hangout, eu diria, mas sem a integração com webcams, apenas com bate-papo.

Ela vai além em um aspecto, no entanto. Segundo o FAQ, “o So.cl automaticamente compartilha links assim que você busca”. O objetivo disso é mostrar aos usuários da rede que é possível descobrir novos interesses por meio desse compartilhamento. Soa ao mesmo tempo interessante e um pouco estranho, mas preciso ver em funcionamento antes de julgar essa funcionalidade.

A rede social está em fase de testes e fechada por enquanto a estudantes de três faculdades americanas: a Universidade de Nova Iorque, a Universidade de Washington e a Universidade de Syracuse. Não há previsão de quando ela estará aberta para o resto de nós, mortais.

Com informações: The Verge.