Início » Negócios » CES 2012 será a última com presença da Microsoft

CES 2012 será a última com presença da Microsoft

Por
6 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Primeiro de tudo, temos um fato: a Microsoft não vai mais iniciar os trabalhos no Consumer Electronics Show (CES) a partir de 2013. Depois de vários e vários anos, a companhia que tinha espaço privilegiado entre os expositores cadastrados pela CEA (organizadora do evento) deixará de participar daquela que é considerada a maior feira de eletrônicos do mundo. A CES 2012 acontece entre 10 e 13 de janeiro do ano que vem.

Steve Ballmer em keynote na CES 2011

Fato levantado, hora da especulação. A MSFT (Microsoft) diz que a saída da CES a partir de 2013 foi bastante amigável. A informação, no entanto é contestada por funcionários da própria empresa. Dizem eles que a CEA decidiu não oferecer mais um keynote específico para a Microsoft. Em retaliação, a empresa optou por deixar de lado a feira. E a CEA ficou nem aí para a situação, adotando aquela velha e conhecida filosofia de “sou dono da bola, então eu que mando”.

Também há quem diga que a Microsoft está de olho no tipo de divulgação que a Apple consegue em seus eventos produzidos internamente. Cabe lembrar que lá em 2007 o iPhone foi anunciado durante uma edição da feira MacWorld, com Steve Jobs fazendo todo o suspense característicos. Em anos seguintes, a Apple também abandonou o maior evento relacionado ao universo Apple promovido por terceiros. Em vez disso, optou por dar mais destaque à WWDC e aos eventos fora de época que costumeiramente nós cobrimos aqui no Tecnoblog – para lançamento de iPhone, iPad e renovações nos iPods e linha de Macs.

Há quem diga que a CEA pediu que a Microsoft assinasse acordos mais duradouros (com contrato digital, será?), enquanto a empresa de Redmond estava interessada em renovar ano após ano. Novamente, relação azedada e temos uma MSFT saindo da CES.

Em qualquer uma das hipóteses, quem perde com isso é a CEA, visto que um grande expositor e parceiro pode anunciar suas novidades em outra data definida por eles mesmos. Para a MSFT talvez seja boa notícia. Sem o compromisso com a CES, eles talvez tenham mais possibilidade de fazer as coisas em ritmo próprio. E quando o produto estiver pronto, aí sim marcam a data e mostram para a mídia e para o público. Faz mais sentido quando falamos de uma empresa do tamanho da Microsoft.

O Rodrigo Ghedin do Gemind bem lembrou que a MS faz a conferência Build. Por que não deixar as novidades mais quentes para a próxima edição do evento? Várias outras empresas adotam a mesma postura. A Nokia, por exemplo, deixou o anúncio dos primeiros celulares (os Lumia) rodando Windows Phone para o evento Nokia World, que nós cobrimos com exclusividade em Londres.

Boa notícia para a MS. Nem tanto para a CEA. Isso no meu entender, claro. Se você discorda, estou louco para ver seus argumentos nos comentários do artigo.

Ou então a MS largou de mão sabendo que tudo acaba em 2012 mesmo…

Mais sobre: , , ,