Início » Computador » Thunderbolt chega aos PC com Windows em 2012

Thunderbolt chega aos PC com Windows em 2012

Padrão compreende transmissão de dados a incríveis 10 Gbps.

Por
8 anos atrás

A partir do ano que vem os futuros proprietários de computadores rodando Windows terão a chance de adotar o novo padrão para transmissão de dados em altíssima velocidade Thunderbolt. Há informações, verificadas pelo jornal DigiTimes, de que a Intel planeja iniciar a oferta da tecnologia por trás do padrão a partir de abril do ano que vem.

Com isso, o Thunderbolt deixa de ser quase que exclusividade dos Macs. A Apple não só ajudou no desenvolvimento da tecnologia como foi a primeira a adotar conectores de Thunderbolt na mais recente atualização em sua linha de computadores, ocorrida em fevereiro desse ano. Anteriormente a tecnologia era conhecida dentro da Intel como Light Peak. De olho nas datas do lançamentos dos Macs com Thunderbolt e a disponibilidade da tecnologia para a indústria dá para levantar suspeitas de que a Intel e a Apple fecharam um acordo de exclusividade durante um ano.

Thunderbolt num Mac

A Intel confirma apenas que o cronograma para Thunderbolt prevê máquinas rodando Windows 7 “no primeiro semestre” de 2012. Não falam nada relacionado ao mês de disponibilidade.

O DigiTimes relata que a Intel avisou num informe para fabricantes sobre a disponibilidade do Thunderbolt. Entre as empresas que supostamente lançariam computadores estão Asus, Acer, Sony e Gigabyte. A última estaria se preparando para entregar aos clientes placas-mãe compatíveis com a tecnologia.

O que o consumidor ganha ao optar pelo padrão Thunderbolt? Velocidade máxima de até 10 Gbps na troca de dados. Ideal para transmissão digital de áudio e vídeo em altíssima definição. Esse é o principal uso para o Thunderbolt previsto pelas empresas: substituir o HDMI ou pelo menos se apresentar como alternativa a ele.

Além de áudio e vídeo, o Thunderbolt também serve para transmissão de dados normais. Por exemplo, há dispositivos de armazenamento (como esse) capazes de seguir a velha técnica de RAID compatíveis com a tecnologia. Nesse caso funciona como um USB convencional – embora tenha o dobro do poder de transmissão de dados do USB 3.

O Tecnoblog publicou um extenso artigo explicando o Thunderbolt em detalhes. Recomendo a leitura.

Com informações: Ars Technica