Início » Celular » Galaxy Note vende 1 milhão de unidades no mundo

Galaxy Note vende 1 milhão de unidades no mundo

Avatar Por

Muitos motivos para comemorar na sede da Samsung na Coreia do Sul. 1 milhão deles, para ser mais exato. A companhia confirmou na quinta-feira que o dispositivo Galaxy Note vai muito bem, obrigado, atingindo o primeiro milhão de unidades vendidas dois meses depois ter vendas iniciadas no Reino Unido.

Eu poderia dizer que o iPhone chega nesse número só com a pré-venda, mas deixemos isso de lado porque estamos em ritmo de ano novo! (Sem falar que a Apple utiliza um belo marketing para criar esse efeito, recurso do qual a Samsung não dispõe)

O Galaxy Note tem classificação complicada. Devido ao seu visor de 5,3 polegadas, é grande demais para ser chamado de smartphone, porém pequeno demais para ser chamado de tablet. Virou uma confusão generalizada da qual a própria Samsung tira vantagem ao dizer que ele fica no meio dos dois, ideal para quem quer mais do que um smartphone, só que sem ser grande como um tablet.


Samsung lança Galaxy Note, misto de celular com tablet

Entre os atributos do Galaxy Note estão o processador dual-core ARM Cortex A9 de 1,4 GHz com vídeo integrado, câmera de 8 Megapixels e slot microSD compatível com até 32 GB. Em vez de Honeycomb, o aparelho roda Gingerbread (Android 2.3.5, aquele indicado para celulares). A atualização para o Ice Cream Sandwich foi confirmada para o próximo ano (a partir de domingo, portanto).

O consumidor que levá-lo para casa de quebra leva uma stylus recomendada para fazer rabiscos com precisão.

O Paulo Graveheart, da nossa equipe de tecnobloggers, disse que o Galaxy Note entrava na sua lista de desejos. O motivo: por ter visor amplo, ele é ideal para quem dedo mais gordo. Também é ideal para quem usa um smartphone para tudo (ler, responder emails, navegar na web etc) menos falar com outras pessoas.

Na rede de varejo o Galaxy Note sai por R$ 1.999 desbloqueado. Por incrível que pareça, o dispositivo não está à venda no mercado estadunidense.

Com informações: The Next Web

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Gabriel Costa
Vale cada centavo. Comprei um na semana passada e coloquei o ICS alemão! ta perfeito.
Henrique
Acabei de adquirir um Galaxy Note na fastshop,,, Já tive os 3 modelos do iphone e depois comprei o GS2, gostei tanto que acabei vendendo meu iphone,,,O GS2 superou o iphone,,, Agora o Gnote é Show,,,,posso garantir,,, é um pouco grande mas não exagero,,,,é o ideal,,, tenho tbm um iPad2 de 64Gb 3G q me dá uma dor de cabeça com sites que não abre nem a pau, exemplo algumas páginas pessoais do Mercado livre,,,,,Acabo apelando para o GS2, agora com o Gnote acho q acabo vendendo o Ipad2 rapidinho tbm,,,, Gosto muito da apple mas tem hora que ela me deixa na mão, ainda bem que tenho PC e smartphone nas mãos,,,,
@william_xn
Interessante e fácil de usar como os aparelhos da Samsung sempre foram. Mas é grande demais para ser usado como um telefone móvel. Sinceramente não sei como fez tanto sucesso, acredito que superou até as expectativas da própria Samsung. Mas entre ele o Galaxy S 2, sem nenhuma dúvida que o smartphone mais vendido da história da Samsung seria meu preferido.
Tiago Marques
Não, Ramon. A caneta funciona apenas com o Galaxy Note mesmo e vale lembrar que ela é sensível à pressão e conta também com um botão, recursos que devem render aplicações interessantes em breve.
@iJeanCarlos
Hater gonna hate!
Rodrigo Fante
sim e não, ela não tem como saber quantos foram vendidos, mas como todo iPhone/iPod Touch/iPad precisa ser ativado antes de usar, passa pela Apple, logo, fica mais fácil para ela.
Rardgi
Olha, por aqui em São Paulo, Zona Norte, estão pedindo em média de 1700 à 1800. Muito menos que vários aparelhos bem inferiores tanto de tamanho quanto de hw mesmo que vendem por ai, certo?
Rardgi
Errado. Apple sabe os que vendeu pelo seu site, Os que são enviados às operadoras caem no mesmo "problema" da Samsung. Ok? Detesto essa venda que a Apple conseguiu colocar em seus usuários. =/
Edison
Tem que comemorar mesmo! Vender pelo valor que é vendido aqui é um absurdo.
Pedro de Paula
A verdade é que se a Samsung vendeu 1 milhão é porque a procura é grande, eu mesmo rodei alguns shoppings no Rio e não encontrei vendendo. Acho que vieram poucos ainda ao Brasil e a procura está maior que a oferta.
Pedro de Paula
Para este tipo de aparelho para mim é um número extraordinário. Conheço pouquíssimas pessoas que comprariam um celular deste tamanho. Eu sou uma delas, estou a cata a tempos e só estou esperando as operadoras lançarem ele para comprar mais barato.
André Catapan
Bom, eu já vi gente usando um Galaxy Tab de 7 polegadas como telefone, então acho que o Note tem um público grande por aí. Eu não gostei muito, mas acho muito válido pra quem viaja bastante e quer ter uma baita tela pra ver um vídeo,por exemplo. Não compraria, mas acho um belo negócio. Com o ICS vai ficar melhor ainda.
Forbidden_404
Cabe na palma da mão, mas você não pode utilizar essa pra digitar, a mesma coisa que um Tablet, vc usaria uma mão pra segurar e poderia usar a outra pra fazer notas com algum programa que aceite toque, sei lá. Não consigo ver muita utilidade PARA MIM, seria um dos gadgets q eu passaria longe.
@iJeanCarlos
Não é nem um SmartPhone,e nem um tablet. Samsumg quis lançar um novo nicho,mas não deu certo!...Eu com certeza prefiro meu iPad,pois ele tem uma tela grande,vários Apps especialmente feitos pra ele,uso na faculdade,em viagens e em casa. Não vejo nenhuma utilidade nesse Galaxy Note,pelo menos pra mim.
Ramon Melo
É simples: a Best Buy, o Wal-Mart, a Toys R Us, a Amazon, a Newegg e todas as outras varejistas compraram um milhão de Notes da Samsung, baseadas numa estimativa própria de vendas. Obviamente, essas empresas sempre compram A MAIS, já que elas não desejam ficar sem estoque de um produto popular justamente em dezembro, o melhor mês de vendas do varejo. A razão disso é simples: se você entrar numa loja da Best Buy e não encontrar o que procura, você irá a um concorrente e a loja perderá a venda desse e de outros produtos. Afinal, você já está na loja, por que não comprar acessórios, ou aquele smartphone baratinho, ou aquela TV na promoção, ou aquele notebook para seu filho que passou no vestibular, etc? Essas lojas não avisam a Samsung sobre cada aparelho vendido, já que elas possuem suas próprias estratégias de marketing. Logo, a Samsung não sabe quantos Notes foram vendidos para consumidores, mas como ela tem acionistas enchendo o saco, precisa publicar algum número, e o número que ela tem é a quantidade vendida aos varejistas. Portanto, a resposta é não, ela não tem como adivinhar, por isso ela anuncia um outro dado que não prova se o aparelho é popular ou não. Os varejistas podem ter comprado um milhão de unidades e vendido só um décimo disso, o que está longe de ser um sucesso. Se eu fosse acionista da Samsung, estaria satisfeito agora mesmo, pois ela já recebeu a grana e fechou o ciclo do negócio dela. Mas, como desenvolvedor, não me interessa saber quanto o varejo comprou e sim quantas pessoas adquiriram um, já que esse aparelho abre um mercado ainda inexplorado (apps desenhados para telas HD de 5") e eu preciso saber se vale a pena investir nele ou não. Além disso, como consumidor, me interessa saber se o Note é popular para ter uma expectativa de suporte (atualizações, upgrades, acessórios, softwares adaptados), o que pode pesar na minha decisão de compra.
Exibir mais comentários