Início » Web » Google penaliza a si mesmo por práticas de SEO pouco legítimas

Google penaliza a si mesmo por práticas de SEO pouco legítimas

Por
6 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A máxima “casa de ferreiro, espeto de pau” foi quebrada essa semana pelo Google quando a empresa decidiu punir a si mesma por práticas de SEO consideradas ilegítimas. O problema aconteceu quando uma agência chamada Unruly Media, contratada pelo Google, encomendou posts pagos sobre o Chrome para diversos blogs. Esses posts continham o aviso de que eram patrocinados, mas um item importante estava faltando: o atributo “rel=nofollow” nos links para o site do Chrome.

Esse atributo num link indica a robôs indexadores que as páginas não precisam ser indexadas, o que impede a mudança de ranking numa página de resultados. A consequência? O pagerank do site do Chrome será rebaixado durante 60 dias da busca do Google, que é a punição padrão que a empresa aplica quando detecta esse tipo de prática. Duvida? Veja abaixo a busca pelo browser no Google.

O Google disse que contratou agência responsável pela propaganda apenas para divulgar o vídeo do Chrome por meio de anúncios online, como banners e outros meios, mas não pagando por posts publicitários em blogs. De fato, um porta-voz da empresa disse explicitamente que eles evitam pagar a blogueiros para escrever sobre os produtos.

Ao que parece o Google está voltando às raízes e focando no seu mantra “Don’t be evil”. Resta eles aplicarem isso em outros setores também.

Com informações: The Verge.

Mais sobre: , ,