Início » Computador » Crise de HDs provocou queda na venda de PCs no final de 2011

Crise de HDs provocou queda na venda de PCs no final de 2011

Avatar Por

O instituto de pesquisas Gartner liberou ontem os números para vendas de PCs para o quarto trimestre de 2011 e eles não parecem ser muito bonitos. A expectativa do instituto já era pessimista, prevendo uma queda de 1% nas vendas em relação ao mesmo período do ano passado. Esse número chegou a 1,4% devido às enchentes na Tailândia, que acabaram inundando diversas fábricas de discos rígidos, diminuindo a quantidade disponível no mercado.

A fabricante de PCs que mais faturou em relação ao último trimestre de 2010 foi a Lenovo, que conseguiu vender quase 2 milhões de PCs a mais, um aumento de 23% em relação ao período anterior. E apesar da confusão envolvendo a separação do seu setor de PCs no ano passado, a HP se manteve líder em vendas mesmo com uma perda considerável de participação no mercado.

Além da queda devido às enchentes, há que acredita que o crescimento da venda dos smartphones e tablets podem ter alguma culpa também. Embora nem todos sejam equipamentos que possam ser utilizados sem um computador, a grande maioria hoje já é, e eles executam boa parte das tarefas de PCs.

Acho que essa teoria tem algum crédito. E você? Computadores estão mesmo sendo substituídos por smartphones ou eles ainda são essenciais? Diga aí nos comentários.

Mais sobre: , , , , , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Tio Z
Não diria só jogar. Ainda uso o meu como entertainment center, central de armazenamento e bom...não consigo me ver usando de boa um tablet (não ainda, são obtusamente fracos) para o photoshop ou premiere (esse então, nem em sonho) agora.
Everton Rocha
Ah! Então é por isto que estão arrancando o couro no preço dos HDs!
Ramon Melo
Lenovo, Dell e ASUS dizem: "Crise? Que crise?"
@AntonioVeras
É só uma marolinha.
Alexandre
Sou mais da opiniao que smartphones, tablets e note/netbooks canibalizaram as vendas.
Outro fato eh que uma hora o ritmo de vendas deve diminuir, afinal o mundo ta em crise.
@leandroleo2
Acredito que a curto prazo não irá afetar os PCs desktop, talvez os netbook devam ser os primeiros a sentir essa queda, pensando pelo lado do foco dos clientes em aparelhos portatéis, ágeis e leves para fins mais "lights" !!!
@AntonioVeras
Realmente o valor de um HD está bem alto.
Antes desta crise eu comprei externo de 2TB, com case e tudo, numa grande varejista da internet por R$ 269,00. Hoje nem no ML eu acho um HD sem case por menos de R$ 350,00.

Quanto aos smartsphones, depois que eu adquiri um MM2, o meu PC ficou um pouco de lado mesmo. Só uso para tarefas pesadas mesmo. Agora ler e-mail e internet, me acomodo na cama ou no sofá e pronto.
Gustavo Dornelles Novello
Cara...concordo plenamente com o que foi dito pelo amigo Kim ai em cima, hoje os computadores são sim necessários, só não foram substituuídos pois não existem outros equipamentos que possam suprir o que eles oferecem em capacidade de hardware, o rumo que será tomado é cada vez mais, principalmente em empresas, o uso de Thin Clients, que levam sua grande vantagem em questão ao consumo de energia, custo/benefício, resumindo, no que surgir algum outro tipo de tecnologia que seja tanto mais economica quanto mais "potente", os computadores serão passado...Minha opinião é claro!!
Kim
Cara, PCs ainda são necessários. O dia que der pra jogar decentemente num tablet/smartphone aí sim eles não serão mais necessários ;)