Início » Celular » Google lança diretrizes para desenhar apps para o Android

Google lança diretrizes para desenhar apps para o Android

Por
7 anos atrás

Você, desenvolvedor, tem mais uma penca de páginas para ler. Isso se você está interessado em lançar um aplicativo que esteja visualmente compatível com o que o Ice Cream Sandwich, versão mais atual do Android, determina. A equipe que desenvolve o sistema lançou um site especial listando todas as diretrizes visuais e de interface de usuário.

Belo, não?

A chegada de diretrizes mais claras para o Android evidencia aquilo que todos sabemos: há aparelhos de todos os tamanhos, modelos e orientações rodando o sistema (embora não seja fragmentação, de acordo com o Eric Schmidt). Com o Ice Cream Sandwich chegando com mais força, o Google deseja que os aplicativos feitos para o sistema tenham padrões mínimos e uniformes, para que certas aberrações não apareçam mais no Android Market.

Na página sobre o “Android Design” há explicações sobre todo o conceito por trás do Android totalmente redesenhado em sua quarta versão. O Google explica, ponto por ponto, o que funciona e o que não funciona. Nos cantos da tela devem aparecer indicadores para quando nenhuma rolagem for possível, por exemplo. Da mesma forma, recomenda-se que os elementos visuais tocáveis tenham pelo menos 48×48 pixels.

O Google ainda dedica algumas páginas para falar da Roboto, fonte desenvolvida por eles — juntando várias outras fontes, segundo as más línguas.

Só fica faltando uma pequena coisa para as diretrizes do Android: regras mais rigorosas para a submissão de ícones. Eu sei que pelo menos no iOS e no MeeGo (ou qualquer que seja o nome adotado atualmente para o sistema do N9) a Apple e a Nokia respectivamente fornecem padrões básicos, em cima dos quais os desenvolvedores devem criar os ícones de aplicativo. Pena que não posso dizer o mesmo do Android.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.