O Google atualizou hoje o seu aplicativo do Google Docs para Android e trouxe algumas novidades. Donos de tablets com o sistema e que são usuários do serviço de documentos do Google verão uma nova interface ao atualizar para a versão 1.0.43 do aplicativo. Além disso ela traz também o acesso offline (sim, apenas acesso) aos arquivos.

Um novo botão offline é exibido na página inicial do aplicativo. Para colocar documentos nessa área basta ir na lista de itens e marcar o arquivo para acesso offline. A partir desse ponto, toda a alteração que for feita nele será transmitida automaticamente, quando o aparelho estiver conectado a uma rede WiFi, para o serviço. Em conexões de dados (3G, EGDE ou outras) é necessário atualizar manualmente o arquivo.

O problema é que isso só vale quando o aparelho estiver conectado: perca sua conexão de dados ou WiFi e a capacidade de edição de documentos vai junto. Só faltou uma trollface para acompanhar.

Para compensar essa colossal perda de tempo em atualizar o aplicativo, o Google incluiu melhorias na interface exibida em tablets com o Android 3.0 ou superiores. Ao abrir um documento, é possível passar páginas com um deslizar de dedos para a esquerda. Então quem gosta de uma nova interface para brincar, vai curtir.

Mesmo assim, o Google Docs para Android ainda não é bom o bastante nem para competir contra aplicativos padrão que já oferecem edição offline há muito tempo. Ele certamente está chegando em um ponto ideal, mas a meu ver está fazendo isso a passos curtos e tediosos.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

enteu
Poderia, então, permitir a edição de documentos não compartilhados.
Otton Moura
Ainda não testei a novidade. Estarei fazendo isso em instantes. mas, independente da discussão, me parece uma boa.
Gaba
Ué, são apenas dados :)
Scott
Uma coisa é merge de texto puro, outra é merge de estilos, temas, formatação... :P
TatoGomes
Compre um que venha com dicionário junto. =D
Gaba
Na real isso seria mais como um merge. Por exemplo, no SVN quando eu edito um arquivo e vou comitar, mas outra pessoa já o comitou, eu tenho que primeiro atualizar meu arquivo, mas isso não exclui minhas alterações, e sim apenas adiciona as alterações que foram feitas pelo outro usuário, mesmo que no mesmo lugar. Deveria ser assim essa edição. Ou eles estão sem cacife pra programar? rsrsrsrs
Gaba
É por isso que não confio mais em Cloud's...
Scott
Não é questão de "se quer off, utilize um aplicativo off". Imagina que você vai pra um lugar mais isolado, que não possui conexão de dados disponível. É legal você não poder acessar nenhum dos seus arquivos? Muito prático ter que baixar o arquivo manualmente e copiar pro aparelho, né?
7megas
Uso apenas o openoffice e google docs.... Muito bom! É o suficiente para todas as necessidades...
Alberto Monteiro
windowned :) Chegou muito tarde para um SO de muito tempo.
Rafael
Mas esse é realmente o conceito de cloud. Não faz sentido esse tipo de comentário, pq o próprio cloud precisa da "disponibilidade".... Se quer off, utilize um aplicativo off...
Caio Alexandre
Acho que o Google cismou no "problema" da edição simultânea com outros. Tipo, vai que o documento offline tá desatualizado em relação ao online que foi editado por outro e, após logar, a informação inserida no mesmo lugar fosse sobrescrita. Isso seria um problema, apesar de não ser um motivo que impeça a função de edição offline, afinal, poderia muito bem ter essa edição offline para arquivos de um único proprietário...
Thiago Leite
Isso é uma das muitas coisas que me fez escolher um WP
marcelo
Qué bobeira. O docs foi feito pra ser usado online, ele nunca se propôs a ser um pacote office offline completo. Inclusive não deve funcionar offline simplesmente porque deve fazer um bocado de tarefas usando o processamento no lado do servidor. Logo, esse update é ótimo para o que o docs se propõe. Se quer um pacote office totalmente offline, use um! É que nem reclamar que seu caderno não tem control+z. :p
Rafael Silva
Documents to Go, Polaris Office e alguns outros que me fogem à memória.
Exibir mais comentários