Início » Internet » CEO do Twitter diz que Google tem todos os dados para colocar microblog na “busca social”

CEO do Twitter diz que Google tem todos os dados para colocar microblog na “busca social”

Por
8 anos atrás

O Google tem todas as informações necessárias para exibir resultados de Twitter em sua “busca social” (aquela que só funciona com o Google+). A afirmação foi feita por Dick Costolo, atual CEO do Twitter, durante uma palestra ocorrida nessa semana. Foi a mais recente resposta do Twitter à busca do Google que oferece recursos sociais como usuários e páginas de empresas.

De acordo com o executivo os robôs do Google leem informações do Twitter à velocidade de 1.300 solicitações por segundo. É muita coisa. Costolo também diz que o Google indexou 3 bilhões de páginas do Twitter, o que significa que eles “têm todos os dados de que precisam”.

3 bilhões de páginas

Mais: Desative a integração social nos resultados do Google

Para confirmar a afirmação é bem simples. Entre no Google e digite site:twitter.com. O buscador vai retornar todas as páginas pelas quais já passou no domínio twitter.com. São 3,46 bilhões de páginas nos resultados para a consulta que eu fiz. Ou seja, Costolo está certo quanto ao número.

Falando sobre a disputa com o gigante das buscas, o CEO diz que um acordo foi ensaiado para continuar com a parceria que permitia ao Google exibir conteúdo do Twitter em suas páginas. As negociações não foram para frente. “Ambos queríamos um intercâmbio de valor que não se limitasse a apenas dinheiro.” Porque, convenhamos, dinheiro não seria exatamente um problema para o Google.

Ninguém do Google respondeu aos comentários de Costolo. O que sabemos até agora é que o Twitter emprega o atributo nofollow nos links presentes em tweets, de modo que os robôs do Google não podem indexar o que tem naquele link — ou melhor, não podem seguir com a navegação. Nisso já dificulta o trabalho do buscador.

O Google parece querer mais do que páginas indexadas. O acesso ao banco de dados do Twitter seria o grande sonho da empresa para apresentar resultados de busca mais inteligentes e completos. Algo me diz que isso não deixará de ser um remoto sonho ainda por um bom tempo. A identidade dos usuários do Twitter é o que a empresa tem de maior valor; não entregariam de mãos beijadas para um potencial concorrente na tal da web social.

Com informações: GigaOM