Início » Jogos » Os saudosos minigames

Os saudosos minigames

Avatar Por

Quando falamos sobre games portáteis, em particular os antepassados dos consoles atuais, geralmente são dois aparelhos (e consequentemente, as empresas responsáveis) vem à mente: o Game Boy, que deu continuidade à hegemonia portátil da Nintendo, e o Game Gear, o competidor contemporâneo e imensamente superior (pelo menos em matéria de hardware) da Sega que é lembrado até hoje mais como um devorador de pilhas do que como console portátil.

Você talvez tenha estranhado o uso de "deu continuidade à" em vez de, por exemplo, "deu o pontapé na". Muitos talvez lembrem do Game Boy como o início do reinado da Nintendo no mercado portátil; entretanto, ela já havia monopolizado esse segmento alguns anos antes com os Game & Watch.

Os Game & Watch são, pra usar o "nosso" termo, minigames que a Nintendo produziu entre os anos 1980 e 1990. Havia outros tipos de minigames (e digo que o termo é nosso porque os gringos não conhecem esses consoles por esta expressão) no mercado na época mas, como é tradição nintendística, os Game & Watch dominaram a indústria e tornaram-se sinônimos da categoria. Ou seja: todo e qualquer minigame "genérico" que divia espaço com o Game & Watch na época acabava indiretamente pegando o nome emprestado.

Curiosamente, o sucesso do futuro Game Boy veio a redefinir, retroativamente, a nomenclatura: após 1989, os Game & Watch passaram a ser chamados de "game boys" pela turma menos informada. Minha mulher me conta que em sua infância, todos esses joguinhos portáteis eram todos chamados de "game boys" nos pátios de escolas canadenses (enquanto alguns mais sortudos tinham o chamado "game boy de verdade").

Os Game & Watch eram fabricados pela Nintendo, mas não se limitavam a trazer personagens clássicos da empresa nas telinhas. Inicialmente, estrelava em todos os jogos o Mr Game & Watch, um bonequinho antropomórfico sem muitas características; era essencialmente o "bonequinho palito" criado pelo Gunpei Yokoi especialmente para a linha de consoles.

Mais tarde, outros donos de licenças rentáveis começaram a trabalhar com a Nintendo para lançar minigames com seus personagens (algo que pode ser visto neste comercial antigo do Game & Watch):


(Vídeo do YouTube)

O fenômeno chegou ao Brasil, também (e no processo, nacionalizou-se). Os Game & Watch nunca atingiram grande popularidade no Brasil (suponho que o preço não era muito camarada), mas tínhamos versões genéricas vendidas em camelôs. E além desses, haviam também os minigames da "Turma da Mônica".

O nível de raridade dos minigames da "Turma da Mônica" é tamanho que não consegui encontrar fotos em lugar algum, infelizmente. Um amigo meu de escola tinha um deles em que você era o Cascão e lutava contra o Capitão Feio. Apesar de serem essencialmente a mesma coisa que os games de camelô, o acabamento de qualidade mais pronunciada e o uso de personagens licenciados dava aos games da "Turma da Mônica" uma aparência de maior refinação.

Alguns desses minigames genéricos vendidos por ambulantes também tinham sua validade, no entanto. Junto com o É O Tchan e Power Rangers, os Brick Games foram um símbolo perene dos anos 90.

 

O Brick Game foi o primeiro joguinho eletrônico de LCD a realmente cativar a atenção da molecada em escolas ao redor do Brasil (trono que viria a ser tomado alguns anos mais tarde pelo Tamagotchi e seus variantes). Lá pelo ano de 1994 ou 1995, quando adquiri o meu, você não podia dar três passos num pátio escolar sem encontrar diversos moleques jogando Tetris nessas maquininhas.

Elas começaram sem muita pretensão, com apenas 20 ou 30 jogos na memória. Lá pelo final daquela geração havia brick games com absurdos 9999 "jogos". Ou melhor, pequenas variações do mesmo jogo que por algum motivo contavam como um jogo individual. Vá entender.

 

Já os minigames seguintes eram um pouco mais sofisticados. Em vez de uma telinha de pixels gigantes, a geração posterior destes minigames tinha o que podia se considerar, com alguma boa vontade, sprites. Ou seja, enquanto o seu Brick Game te oferecia uma cruz e você tinha que fazer de conta que aquilo era um avião (ou um carrinho), esses minigames como o da foto acima tinham realmente a imagenzinha de um avião ou de um carrinho.

O gameplay não podia ser mais simples. Havia apenas dois gêneros de jogos: os em que você tem que pegar algo, e os que você tem que se desviar de algo. Com esses dois conceitos fizeram-se games de corrida de moto, de carros, de esportes, jogos espaciais... Aliás, meu "minigame de navinha", como eu o chamava, foi o primeiro jogo que eu zerei. E digo "zerei" no significado puro do termo: fiz o contador de pontos passar de 9999 para 0.

Os minigames como os Tiger Handheld podem ser considerados sucessores desses joguinhos de camelô. Embora funcionassem mais ou menos com a mesma tecnologia, eles eram um pouquinho mais avançados (por exemplo, permitiam controles além de "direita" e "esquerda").

Este do Sonic foi o primeiro que vi, em 1997. Mesmo numa época em que Game Boy e Game Gear já existiam, os Tiger Handheld me pareciam bem bacana:

http://www.youtube.com/watch?v=WrpwdzOXYSg
(Vídeo do YouTube)

É uma pena que esses "consoles" sejam relativamente raros e, portanto, caros. Alguns modelos de Game & Watch chegam a algumas centenas de dólares no eBay (curiosamente, Game Boys raramente passam de 20), e tem maluco oferecendo minigame de camelô no MercadoLivre por 14 mil reais. Seria interessante ter uma coleção dessas relíquias gamers que foram meio esquecidas pelo tempo.

Que minigame você tinha?

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rohan B. Nóbrega
https://www.youtube.com/watch?v=JTnNqrEifmw
daniel
e ai amigo, tudo bem ? você ainda tem Mini-Game ? se sim, você quer me vender, quanto ? meu email é [email protected]
NatanAllen
Concordo com você Leonardo, também tive alguns minigames e depois que vieram os Brick games! Mesmo assim esta matéria ta ótima!
NatanAllen
Olá Maurilyn Junior, tudo bem? Você ainda tem eses mini? Eu tinha um desse vermelho e me roubaram quando levei para a escola! Meu E-mail: [email protected] Até mais!
@gley
Entrei aqui só para comentar isso também. Tenho certeza porque ganhei um de corrida (estilo "Enduro", do Atari) quando completei 10 anos (em 1990). Quando os brick games apareceram eu já era adolescente. Outra coisa: eu só fui saber da existência dos Game & Watch há poucos anos. Para mim, e para todo mundo aqui, sempre foram os minigames mesmo, principalmente os fabricados (ou distribuídos, sei lá) pela Tec Toy. Eu mesmo tive vários ao longo dos anos. Além do de corrida que eu já citei, e de dois brick games (que todo mundo teve), ganhei anos depois também um de tênis, um de um sapinho que pegava umas moscas e o mais legal (pelo que eu vi, deve ser um desses Tiger Handheld) do jogo Street Fighter 2010 (não confundir com Street Fighter II, que também tinha minigame). O personagem pulava, dava socos, chutes e matava uns inimigos enquanto pegava umas bolinhas de power-up. Bastante versátil para uma tela de LCD.
#Recruta
Eu tinha um de abrir e fechar que tinha uma grande e majestosa ~luminaria~ embutida, pra jogar enquanto deitado. Like a sir.
@awey21
MEU AVÔ TEM UM RELÓGIO DESSES!!!! mano,minha mãe tinha um desses minigames da cassio que o amigo do meu avô trouse(sim,tá errado,culpa do teclado)lá do japão,o dela era o de karatê ou algo assim,ela diz que ela era sensação na escola por culpa dele(junto com o walkman amarelo a prova d'água) até hoje o meu avô tem esse relógio,chega a ser mais divertido que jogar no meu 3ds,sério
Alberth
Ahh bons tempos esses dai, me lembro ue eu tinha um mini game pequeo mesmo que ia no chaveiro, joguei tanto ele que hoje nem pega mais. Naquele tempo era MUUITO melhor! =D
Rafael Feuro
Eu tinha o Bird Family! Ficava horas jogando. Lembro que saia com meus pais e não largava o minijogo até quebrar o recorde!
Maurilyn Junior
Foi justamente um da casio que eu tive... Desenterrei os meus ontem e perdi horas jogando de novo... Olha as fotos: http://goo.gl/4TTwB
@xspiderj
Lendo a matéria e os comentários, vejo que ninguém lembrou dos minigames da Cassio, que foram muito populares, pelo menos aqui em São Paulo. Eles eram a alternativa mais barata aos Game & Watch e ao Game Boy, que havia sido lançado naquela época. Eu por exemplo tive um chamado Heli-Battle http://www.handheldmuseum.com/Casio/Heli.htm Isso sem falar que existiam versões desses minigames em formato de relógio de pulso.
andymansera
Eu tinha o "Esqueceram de Mim" da Tec Toy. Me arrependo de ter trocado ele em algum cartucho de SNES. Certamente hoje valeria uma fortuna! Só não fico triste pq tenho um NEO GEO POCKET intacto e funcionando! Olha amigo izzy, realmente não achei nenhum mini game da Turma da Mônica, mas encontrei esse aqui à venda: http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-216535148-game-watch-tec-toy-pic-nic-do-mickey-funcionando-_JM Grande abraço, e parabêns pelo post!
@LBKatan
Eu tive um, que não lembro nomes por nada, que você tinha que atirar em aranhas que vinham descendo pelas paredes. Alguém lembra desse? Por favor? Compraria se encontrasse um. Além, é claro, dos Brick Games, que eu jogava muito, desmontava, montava, jogava. Até o dia em que paravam. Aí eu desmontava, juntava uns fios e ele funcionava novamente. Começou, mais ou menos assim, a minha paixão por tecnologia. =D
Aug
É claro que eu tinha o Brick Game... haha Mas lembro até hoje quando ganhei um mini game de carro, já desses com "sprites" (imagens fixas que só mudava oq era pintado de preto e o q ficava transparente" e o grande lance é que ao invés de ter apenas controles de esquerda e direita, tinha um volante! Não lembro o nome, mas acho que ainda tenho ele em casa, com embalagem original e tudo!
Rafa Tchulanguero Punk
Esses eram os meus vídeo-games quando moleque, rzs. Ainda tenho um Brick Game com 8 jogos funcionando e um Game & Watch Donkey Kong que infelizmente já não funciona mais.
Diego
Por volta de 2007 eu vi minigames de camelô a venda. Não sei se ainda tem porque faz tempo que não piso num camelódromo. Esse sujeito do Mercado Livre é completamente maluco. Já vi brinquedos bem mais raros a venda por menos de mil reais.
Guilherme macedo
Quem não teve um desses não sabe o que é a emoção de zerar o contador do tetris......
Matheus
Verdade! Também notei isso.
Diego Duarte
Po, eu tinha esse minigame do Sonic *_*, só que era pela Tectoy, evidentemente...
Leonardo Suárez
Boas lembranças. Só que eu acho que tem um engano no artigo. O minigame azul "motor cycle" (e tantos outros iguais com jogos de vôlei, basquete, tênis, corrida, etc.) vieram bem antes dos brickgames. Digo isso com toda certeza, pois o primeiro que eu vi foi ainda no final dos anos 80, já os brickgames só apareceram em 90 e pouco.
Ane Meira
MEO, ainda tenho o Game & Watch, o Tiger Handheld do Sonic e o Brick Game. Jamais me desfaço, especialmente do Game & Watch que é lindo. u.u
Outro Leitor
Nuss, Brick Game... eu adorava jogar neles. Devo ter comprado/ganhado uns 10 deles, todos pifaram de tanto jogar. haha - Eu gostava muito de jogar Tetris, alias... ainda gosto. Ps.: Tenho um daqueles minigames, a versão vermelha dele, vendo pela metade do preço! R$ 7.000 e ele é seu.
@linuxindaiatuba
Na minha época o Game & Watch era o sonho de qualquer um, mas poucos podiam pagar, eu era um que não podia, mesmo hoje acho muito bacana. Por outro lado a tecnologia permitiu coisas bacanas, por exemplo a Tectoy lançou um mini console Mega Drive (MDplay) vem 20 jogos e vc ainda pode usar um cartão SD pra adicionar mais roons. Gosto de portáteis que valem a pena.
@joaocmpizzinato
Tenho o Game & Watch - Oil Panic. Ganhei dos meus pais em 1982. Tinha 12 anos de idade. Após 30 anos ainda funciona . Tenho até os manuais originais. Não vendo por nada pois faz parte da minha infância. Meus filhos só usam quando estou junto. Ótima matéria. Valeu João Carlos.
Rafael Leite
Tinha o Brick Game (que todo mundo teve), esse da Moto e um de luta onde ia surgindo inimigos que você tinha que socar para ganhar, era massa, mas não sei o nome. Lembro somente que era branco.
Maurilyn
Meuuu... ainda tenho dois exemplares... Um, é nesse mesmo formato do Sonic, só que o jogo é da família Addams, todo no estilo andar, pegar objetos, saltar e arremessar!! E o outro, um pouco mais sofisticado é de tiro ao alvo, sendo que um dos lados era um controle giratório para a mira. Vou tirar uma foto de cada e colocar para vocês verem...
Matheus
Gente, eu tinha esse minigame da motinha! Era uma pista de três faixas em que vc controlava a motinha de uma faixa pra outra para desviar das motos rivais. Vou começar a busca no quartinho de bagunça já pra ver se eu também faturo uns 14 mil!
@hitlp
Tenho até hoje e funcionando o Mortal Kombat do tipo "Tiger Handheld". :D
Yangm
99 games in 1! Apesar de ter apenas 5 e o resto ser variação deses 5, já me divertiu muito! E o meu era mais chique, era de abrir e fechar.
C. Emanuel Laguna Jr
Eu ainda tenho um Brick Game largado em algum lugar no meio da bagunça e também tenho o penúltimo minigame apresentado no post, só que com os sprites de basquetebol. 8-)
@guili_redu
Izzy, era esse o da turma da mônica? http://farm3.static.flickr.com/2428/3807811950_c6c5b19ac1.jpg
@huguitow
Nem falou que a Tec Toy foi quem trouxe os Tiger Handhelds pra cá.
Gabriel
Eu sei que não tem nada a ver com a matéria, mas não pude deixar de lembrar dos smartphones de hoje em dia, que tem jogos com gráficos de ps2 e praticamente se tornaram uma especie de mini games turbinados, hoje em dia smartphones de baixo custo com Android, conseguem ser facilmente um mini Ps1 e ps2 de bolso, como as coisas evoluem rápido no mundo tecnológico!!!
@Yargo_Myself
Tinha não, ainda tenho um Game & Watch que o Mário eo Luigi são empacotadores de refrigerante. Magnifico!
@mos_axz
Aqui eu acho eles pra comprar facilmente a 5R$. Qualquer dia desses compro 1 pra relembrar como era...
Gaba
Eu tive esse Brick Game. Muito bom. Onde eu ia eu levava ele pra brincar e meus primos também tinham. Jogava direto! rsrsrs
Chok0s
"todo e qualquer minigame “genérico” que divia espaço com o Game & Watch" .. não seria Dividia ? po joguei muito o da segunda imagem *_*