Início » Celular » O Galaxy X chegou ao Brasil (mas não conte a ninguém)

O Galaxy X chegou ao Brasil (mas não conte a ninguém)

Avatar Por

Eis um pouco dos bastidores de como funciona a indústria (!) de veículos de tecnologia no Brasil: quando as empresas querem lançar um produto, mandam press-releases sobre ele, convidam para coletivas de lançamento e os veículos mandam seus representantes. Nem sempre isso acontece, mas com fabricantes do cacife da Samsung, por exemplo, e para produtos como um Galaxy X, por exemplo, é algo que esperamos. Surpreendentemente, não foi isso que aconteceu com o conhecido e tão aguardado Android puro.

No final da sexta-feira passada o braço de comércio eletrônico do Ponto Frio lançou o Galaxy X na sua vitrine virtual, para quem quiser comprar, por R$ 2 mil parcelado e R$ 1,8 mil à vista. Pelo mesmo preço ele começou a aparecer nas lojas da TIM. De novo: ele foi lançado no final de uma sexta-feira antes do carnaval, quase que discretamente. Eu estranhei o timing, mas o colega Pedro Burgos levantou essa questão antes de mim no Gizmodo Brasil: por que o Galaxy X parece não receber a mesma atenção que a Samsung dá aos demais aparelhos?

Tenho uma teoria: as operadoras. Elas não podem customizar o Galaxy X e, por isso, não há muita vantagem para elas vendê-los com subsídios ou atrelados a planos. A Claro, Vivo e Oi já avisaram que vão vendê-lo, mas provavelmente com o mesmo preço da TIM e também desbloqueado – e espero estar errado. Eu até achava que anunciar a chegada do Galaxy X canibalizaria as vendas do Galaxy S II, mas o aparelho com Android puro está mais caro e, consequentemente, traria mais verdinhas à Samsung. Então essa hipótese fica com as pernas bambas.

Discordo do Pedro quando ele diz que faz sentido para a Samsung não investir em propaganda para o lançamento do aparelho no Brasil. Ele é um Android puro e essa é uma vantagem e tanta sobre os demais, principalmente num país onde as operadoras e fabricantes enchem os Androids de crapware. E sim, a câmera do Galaxy X é um pouco pior do que a do Galaxy S II, mas ele ainda tem suas vantagens. E no final do dia o lucro nas vendas dele vai acabar indo para os bolsos da fabricante do mesmo jeito. Por que, então, não dizer que ele chegou?

Você tem alguma outra teoria? Conte-a nos nos comentários.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Samuel
Eu tenho um RAZR, pensa num celular que foi modificado pela Vivo. Porém com os subsídios do plano o aparelho saiu por 1/4 do preço desbloqueado. Por isso comprei. Se a operadora não puder modificar o aparelho e se isso for um motivo para ela não dar subsídios para a compra dele então o aparelho não é bem visto por ela. Quem não é visto não é lembrado na hora da compra, infelizmente.
Aiman Jalil Sarraf
Vale lembrar que o SGS2 tá no mercado a mais de 1 ano, além de não ter adicionais como a tela curva e o display de 720p.
Aiman Jalil Sarraf
Tá na mão -> http://youtu.be/jF9zGSZQ2b0
Ricardo Santana
Na minha opinião a questão é apenas uma. Porque divulgar um aparelho que pode ser atualizado sem a interferência do próprio fabricante ? Por exemplo o Galaxy 5. Foi lançado com android 2.1 e depois atualizado para o 2.2 e parou aí. Quem quiser colocar o 2.3 vai fazer através de root que Além de trabalhoso e causar perca da garantia, pode inutilizar o aparelho. Já com o Galaxy X quem dita a atualização é a google. O que a google lançar o aparelho absorve e então porque trocar de aparelho já que o "velho" pode ser atualizado sem problema!!!???
Leandro
O Galaxy SII conforme pode ser verificado no link citado pelo Kantaro possui o Gorilla Glass sim, porém na versão importada (EUA e Coréia). No Brasil não possui, tanto é que na página da Samsung BR eles nem citam o GG: http://www.samsung.com/br/consumer/cellular-phone/cellular-phone/smartphones/GT-I9100LKLZTO-spec E maior que qualquer prova de site ou informação desencontrada é o meu SII que está bem na minha frente, com diversos riscos. Inclusive hoje achei mais 2. Olha que sou extremamente cuidadoso! Vou aplicar uma película nele pra evitar mais riscos e pensar bastante antes de comprar algum produto da Samsung BR.
@mos_axz
Eu vi o Omnia W faz umas 2 semanas só. Se eu não tivesse visto na vitrine da loja, eu não saberia que tinha ele a venda em Sergipe...
Jean
Eu vou de Samsung.
Gaba
Hahaha, boa!!
Gaba
Na verdade não deveria nem ir
Carlos
É porque a pureza anda desvalorizada atualmente, principalmente no carnaval.
Renatocookie
Olha lá na imagem "Galaxy Y duos" ou seja "Dual chip", Eu ví tbm essa informação no site baxaki.
Kantaro
Tá lá no site da Samsung: http://www.samsung.com/br/consumer/cellular-phone/cellular-phone/smartphones/GT-S6102ALBZTO
Kantaro
O segundo item dessa página discorda de você: http://www.samsung.com/global/microsite/galaxys2/html/
Rodrigo Fante
Vemos aqui alguém que teve seus neurônios todos assassinados no carnaval. #RIP mais uma vítima dessa festa terrível.
Philippe
Há sim um ganho das operadoras com a customização, que está incluso no preço que elas cobram pelo celular: assim temos os salários dos desenvolvedores. Há outro ganho com a comercialização de planos associados aos aparelhos. Pode-se perceber que o custo é maior que a própria importação e as devidas taxas: esse é o lucro, e como utilizam preço tabelado todas as operadoras apresentam preços semelhantes. Até mesmo lojas que vendem sem a necessidade de operadora tem um enorme lucro vendendo no preço tabelado, já que não utilizam customização. Assim, não pense que só porque sem operadora é mais barato que não há quase lucro, ou que todos os aparelhos tem o mesmo preço assim ninguém lucra: TODA A TECNOLOGIA VENDIDA NO BRASIL GERA IMENSOS LUCROS.
Exibir mais comentários