A partir da quinta-feira passada as operadoras de banda larga fixa no Brasil foram obrigadas pela Agência de Telecomunicações (Anatel) a disponibilizar algum serviço ou software capaz de realizar a medição da velocidade de internet. A regra vale para provedores com mais de 50 mil clientes, então enquadradas na nova regra estão Oi, NET, Cabo Telecom, CTBC, GVT e CTBC.

Todas as operadoras optaram por utilizar a plataforma de medição da Ookla, o já conhecido site Speedtest.net. Oi e NET criaram servidores para os próprios clientes, localizados em São Paulo. A GVT já possui servidores nas principais capitais onde atua, embora apenas clientes da operadora conseguem enxergá-los e realizar a medição. CTBC e Cabo Telecom já possuíam servidores no site, enquanto a Telefônica não disponibilizou nenhum – apenas orienta que seus clientes façam a medição através do Speedtest.net.

Servidor da GVT no SpeedTest

A escolha do Speedtest.net, no entanto, não foi muito feliz: de acordo com a Anatel, o software precisa medir a latência, o jitter (média da latência), perda de pacotes e, finalmente, a velocidade de conexão. Para se aproximar das exigências da concessionária, é necessário utilizar outro serviço da Ookla, o Pingtest.net. Entretanto, a única das grandes operadoras que disponibilizam um servidor de testes no Pingtest é a CTBC, fora que as outras operadoras não indicam o serviço.

O Conselho Gestor da Internet no Brasil criticou a Anatel na escolha das exigências dos testes. Segundo a entidade, cabe às operadoras criar um sistema de medição que realize os testes entre a conexão do cliente e os PTTs, os pontos de troca de tráfego entre as operadoras. De nada adianta a operadora garantir a velocidade dentro de sua rede, enquanto fora dela a velocidade deixe a desejar.

Para ilustrar a situação, Demi Getschko, diretor do CGI fez uma comparação muito interessante. “É como medir a qualidade de um PABX apenas pelas chamadas entre dois ramais, sem levar em conta a capacidade de fazer ligações externas. E a opção do colegiado da Anatel pela medição nos PTTs parece considerar esse raciocínio”, afirmou Getschko ao Convergência Digital.

É a hora das operadoras abrirem seus olhos. Com a informação mais fácil de que existe alguma ferramenta para medir a velocidade da conexão, os clientes que notarem lentidão na internet vão começar a reclamar. Principalmente porque utilizaram o Speedtest, que permite o escolher qual servidor quer medir.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jesse Aguiar
GVT, era boa quando era da mesma GVT, agora que a Vivo comprou ela, puts, está pior que qualidade de rádio, e o atendimento péssimo, eu sempre tive GVT desde que ela entrou em minha cidade, mas há uns dois anos com o poder da Vivo fiquei estarrecido, e lutando pra sair fora, até que eu me libertei da vivo essa semana.
Marco Paluan
e provavelmente melhor e mais barata que a do Brasil
juliano silveira
isso não deve ser obrigacao da operado pois e fácil de burlar, criar servidores para o aplicativo pingar próximo dos dslans da operadora, fica facilzinho ter a coneccao ok desta forma, assim como o aplicativo da Anatel faz teste de trafego de florianopolis para são paulo, assim fica facil pegar uma latência boa, esse teste de trafego deve ser feito para vários servidores do brasil e fora do brasil também, e muito fácil burlar esse sistema, não confiem em um tipo de teste só, de preferencia para testadores de padrão mundial, eu mesmo posso mandar meus técnicos criarem algo para me supervisionar? q absurdo e o mesmo que os políticos brasileiros criam as próprias leis para a corrupção que eles praticam, e ai vemos como eles burlão isso todos dias, SÃO TANTOS ABSURDOS QUE ME DEIXA REVOLTADO. vou passar um testados de qualidade interncacional que explica muita coisa, esta em ingles porem voces podem traduzir, NAO CAIAM EM CONVERSA MOLE, caso tenham duvidas procure um proficional de outra operadora, ou va ate a universidade proxima que tenha curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, eles vao lhe orientar melhor. aqui o link do testador http://www.measurementlab.net/tools/ndt
Saulo Venâncio
Não adianta @robson_ferreira. Os novos entram e os mais antigos coagem a fazer CARTEL. Quando o povo se tocar que é maioria e tomar o poder, aí sim se resolve.
Ana Luiza
O Robson disse tudo. A Anatel é o problema. A única solução é entrar na justiça com todas as provas de anos de falhas.
MysteryMan
O Internet na Itália é ainda pior e é a mais caras da Europa toda!
Val
Pessoal, tem um site que é capaz de testar estes Jitter e Ping (Latência). É o MinhaConexão vejam: http://www.minhaconexao.com.br/velocimetro.php?tipo=avancado É muuuuito bom!!
@rodrigorsena
Esperando sair essa noticia11 kkkkkkkkkk
Yangm
"Já reiniciou o modem de novo? Hmm, ok, vou mandar sinal mais forte."
Tio Z
Manja aquele dia que você não vai poder sair de casa porque a previsão do tempo anunciou chuva de canivete? Nesse dia.
Tio Z
E ai de você se reclamar. Manolo ainda ferra sua conexão para ficar em 256kbps.
Fabio
Procon e Anatel difcilmente resolveram algo para mim. Os problemas que tenho ou são resolvidos pela ouvidoria da empresa (jeito fácil) ou por processo. Oq a ouvidoria da telefonica disse sobre seu problema?
Diego
Mas no 4shared dificilmente se alcança a velocidade máxima mesmo.
David
Isso explica de aparecer novos servidores no speed test...
@hammerrafa
Um bom site para fazer todas as medições e ter certeza que não está sendo lesado é o http://simet.nic.br Tem um gráfico muito bom de fácil entendimento. Utilizo Embratel e as vezes ocorre de a velocidade chegar no valor contratado mas frequentemente a latência fica muito alta, tipo, 10mb latência em 150ms até 200ms. Você tendo essas informações ajuda na hora do suporte avançado detectar o problema na infra deles.
Exibir mais comentários