The Go Programming LanguageO Google, em busca de uma linguagem que reduzisse a complexidade da programação de aplicativos, desenvolveu a linguagem Go, que, segundo a empresa, atinge esse objetivo sem comprometer a performance.

Essa é uma linguagem que tem sido desenvolvida e testada internamente na empresa ao longo dos últimos 2 anos e apresenta raízes de suas bases sintáticas na linguagem C, embora tenha bastante influência de diversas outras linguagens menos mainstream, a saber: Pascal, Modula, Oberon, Newsqueak e Limbo.

“Desenvolvemos a Go porque ficamos um pouco frustrados com o quão difícil o desenvolvimento de software tem se tornado nos últimos 10 anos,” disse Rob Pike, engenheiro de software do Google e um dos pais do projeto

A linguagem, segundo os desenvolvedores do Google, é bastante rápida (inclusive na compilação), segura (conta com “coleta de lixo”, ou seja, programas desenvolvidos com ela não ficam roubando cada vez mais memória só porque continuaram abertos) e especialmente hábil em lidar com cenários multiprocessador, graças a seu modelo de programação concorrente.

A linguagem, no entanto, não está madura ainda, e é aí que entram os desenvolvedores do mundo todo que o Google convida a se engajarem no projeto. Com a abertura do código da linguagem, a empresa espera contar com o apoio da comunidade open-source e levar a linguagem Go rapidamente a um nível de maturidade que levaria muito tempo para atingir caso se mantivesse fechada.

“Precisamos de melhores bibliotecas e ferramentas, e a comunidade open-source é ótima em ajudar com coisas assim,” disse Pike.

Maiores informações, documentação e tutoriais podem ser encontrados no site oficial. [PCWorld]

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

lindemberg
Pessoas frustadas não..., mas pessoas que querem sempre melhorar.. se não me engano é uns dos principios agile
Lindemberg
A google!
Alex Muniz
Acho o c# o limite de evolução máxima da sintaxe do C/C++. Acho que existe um grupo de pessoas frustadas, que acreditam sinceramente numa tera de sonhos, onde o mercado representa uma simbologia irrealista. Acordem, por tras de códigos exite o capitalismo impulssionador. è por ai que eu me movo, e vou muito bem obrigado.
LEJ
Microsoft GO...to vaporware :-)
José Caetano
Go código aberto! Quem garante que o Google não está fazendo um produto com a ajuda da comunidade open-source para depois vendê-lo?