O chamado “Conselho Supremo das Forças Armadas”, no comando do Egito desde a queda do ditador Hosni Mubarak em fevereiro de 2011, está executando um plano de bloquear completamente o acesso à pornografia online aos navegantes do país. Mohamed Salem, ministro das telecomunicações e informações tecnológicas (hein?) do país, anunciou seu plano na semana passada. De acordo com o governante, em breve irá se reunir com a Autoridade Nacional de Regulamentação das Telecomunicações para “expor os métodos eletrônicos necessários para controlar o acesso a sites adultos”. Ou seja, censura.

A limitação aos sites adultos também está em debate no parlamento egípcio, que terá representantes na comissão formada para discutir o caso. O bloqueio aos sites adultos também será apresentado na assembleia constituinte formada para redesenhar as leis do país depois da queda de seu ditador, que, vale lembrar, caiu graças a uma boa ajuda de uma internet livre. “O parlamento será representado na comissão. Esta questão está se tornando persistente e preocupante para as famílias”, afirmou Salem a um jornal local chamado Egypt Independent.

E nem adianta ativar o modo porn... digo, anônimo do Chrome.

Em todo caso, é bom lembrar que o Egito não é o único país em que o acesso a sites pornográficos pode ser afetado num futuro próximo. Um dos candidatos ao governo de uma pequena república conhecida como — deixe-me ver — Estados Unidos da América também anda preocupado com a questão.

Rick Santorum, que disputa as prévias do Partido Republicano, promete levar sua obsessão com pornografia à Casa Branca caso seja eleito. “A pornografia causa uma pandemia de danos aos EUA. Muitas pesquisas mostram que a exposição a pornografia causam danos permanentes em crianças e adultos, resultando em amplas sequelas negativas. (…) A pornografia é tóxica para casamentos, relacionamentos e contribui para violência sexual contra mulheres” tem pregado o candidato, que tem planos de “enrijecer (ui) as leis antipornografia” em seu (suposto) mandato.

Com informações: Opposing News.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Igor Danilo

Interessante vc pegando uma opinião sua e dizendo que é a ciência... Primeiro me mostra o artigo científico que mostra isso? E como eles testaram? Colocaram pessoas pra se masturbar e elas ficaram burras? Vc ao menos ja ouviu falar de metodo científico? Duvido mt...
Alias 30% da internet e pornografia e 51% são softwares (robos), conte-me mais sobre como ela não quebraria agora, até porque vc deve ter mt argumento sr. Bons costumes.

Naruto Estilo
Proibir não cada um tem direito de fazer o que quiser com seu corpo, mas acho necessário que exista alguma burocracia, um site só poderia mostrar alguma imagem erótica se previamente tiver uma autorização via contratual das pessoas que aparecem nas imagens, isso evitaria inclusive os vazamentos de imagens que é algo comum hoje na internet e prejudica a vida de tanta gente, além do que reduziria a quantidade de poluição visual, tornaria o conteúdo mais restrito, seria gerador de renda para mais pessoas não só para os donos dos sites as atrizes receberiam por seu trabalho, daria maior segurança jurídica, e pelo menos na internet esse conteúdo diminuiria está realmente insalubre, tudo que foge do equilíbrio é errado, mas em contra partida infelizmente impulsionaria a industria que ira lucrar mais, mas acho que quando envolve transação financeira ao menos os pais tem maior controle do conteúdo que a criança terá acesso.
Jorge Zugaib
Olha, com os filmes e músicas já deu merda. Imagino o que os Anonymous farão em relação a isso... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Gaba
Nisso eu concordo com você. Seria uma beleza isso!
@LBKatan
Obrigado, ricardo. Eu fico muito feliz quando vejo que as pessoas não tem mais o que fazer a não ser comentar algo assim. Afinal, sou um deles também. =D
Fernando Mossmann
M-TITs... Yeah... I see... :P
ricardo
Mas você se esquece de outra indústria milionária: a do "cinema pornô", que tem sido muito prejudicada com essa história de "videozinho na Internet". O mesmo incentivo levou ao fechamento do Megaupload pode estar movendo essa medida.
ricardo
É verdade que a pornografia é um câncer para a humanidade, mas foi a mídia tradicional, e não a Internet, que lançou essa onda. Basta assistir à tevê aberta (leia-se Globo, Record e Sbt) para perceber a apelação sexual descarada na programação e até nos comerciais. Contudo, eu concordo com a proibição, mas acho que esta deveria se estender à programação da tevê. (Obs.: Mas infelizmente qualquer tentativa de melhorar a programação da tevê é imediatamente tachada de sensura.)
ricardo
Nossa, você sabe inglês? Que inteligente.
ricardo
Tem que desenhar para você entender a piada?
Marcos Oliveira
Sim, meu comentário foi sarcástico! E como vc mesmo disse, "não adiante proibir a pornografia em lugar algum, sempre existirão outros meios de alcançá-la..."
Fabio
É triste ver um comentário como este. A internet é uma fonte de riqueza, veja o Tecnoblog, um blog de tecnologia criado por um jovem curioso, e que, agora, ganha a vida com o mesmo e alguns outros sites. A internet é uma fonte de conhecimento. Sei que seu comentário foi sarcástico, mas... observe a sua volta, que fruto pode haver na pornografia? Pelo contrário ela destrói vidas e famílias inteiras. Alias a ciência já comprovou que a masturbação provoca a queda da intelectualidade - em outras palavras, você tem menos capacidade de raciocinar; tem dificuldade para guardar informações no cérebro; a não ser de mulheres nuas se exibindo na tela do monitor. Mas, em fim, não adiante proibir a pornografia em lugar algum, sempre existirão outros meios de alcançá-la.. é uma bola de neve que já começou a descer a ladeira.
G.Holmes
"NEM TODO MUNDO TEM UMA MULHER DE VERDADE EM CASA, ENTÃO NÃO TIREM A PORNOGRAFIA DE NÓS!" Tô brincando pessoal, não estou dizendo que todos que vêem pornografia são solitários. No mais eu acho que esse mané deve assistir pornografia à torto e a direito, mas quer implementar essa lei meio que como um desencargo de consciência.
G.Holmes
O cara saiu da Guerra Fria, mas a Guerra Fria não saiu dele.
G.Holmes
Proibir a pornografia no país que mais consome pornografia no mundo?? É muita Cláudia pra pouco assento.
Exibir mais comentários