Os carros capazes de andar sozinhos do Google ainda não chegaram ao mercado, mas pelo menos já fizeram um consumidor feliz. Steve Mahan, norte-americano que tem apenas 5% da visão, foi o escolhido do gigante da web para “dirigir” um de seus carros em um percurso de 300 km pelas estradas do estado de Milwaukee.

95% de minha visão se foi. Assim você perde muito tempo e tudo demora muito. Há lugares em que você não pode ir, coisas que realmente não pode fazer. Isso mudaria minha vida me dando flexibilidade e independência para ir a lugares em que eu quero ou preciso a qualquer hora – afirmou no vídeo.


(Vídeo do YouTube)

Desde 2010 os carros autônomos do Google já rodaram mais de 320 mil quilômetros sem se envolverem em qualquer tipo de incidentes. Atualmente o maior desafio da tecnologia são as permissões legais, que exigem que os veículos circulem com um motorista humano de prontidão para assumir o controle em situações de emergência. Como Mahan não é o motorista mais indicado para esse tipo de ocorrência, o Google lembra que a rota de sua viagem foi “programada com cautela”.

Com informações: Yahoo, Business Insider.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Sheila Soares
Meu sonho. Imagina o numero de acidentes como iria cair.
lerivero
A "indústria" das multas de trânsito e a visão tacanha de nossos governantes e políticos vai retardar ao máximo a popularização dessa tecnologia! Basta pensar que já poderíamos ter acesso "livre" à energia elétrica sem fios (preconizado por Nicola Tesla há mais de 100 anos) e, ou outras fontes "limpas" de energia como HHO ou até mesmo veículos aéreos que poderíam travegar, seguramente, por vias digitais! Porém, como fica a receita que os governos arrecadam com combustíveis? cujos impostos chegam aos 84%!? É uma questão de escala e visão! Se nossos políticos e governantes enxergassem isso e tivessem coragem!!! já teríamos aberto a "caixa de pandora" e a nossa legislação acompanharia a evolução tecnológica em prol de uma sociedade mais justa e equânime, economia aberta e com ganhos em escala e não concentrada como é hoje!
@xrenan
Sheldon Cooper não entendeu...
@pqpbatman
Caraca, carros leito pra viagens longas... isso vai mudar o mundo em antes e depois do carro autonomo. morar longe das grandes cidades não será um problema tão grande pq vc vai poder dormir todo o caminho.
Lucas
Ei, senti o cheiro de ironia no ar...
João Brunelli Moreno
Só que não.
João
Boa tarde chega por R$ 23 mil quarta-feira.
@LBKatan
Muito bom. Rodando lisinho. \o/
Guilherme macedo
ba dum tss....
Eduardo Lara
Do que adianta ele ter um carro desses se no final ele esqueceu a roupa no porta malas?
@leozacche
E faz o quê com os milhares de pardais que temos por aqui? E a receita que eles geram? Não isso aqui, provavelmente, vai ser proibido.
Jorge Zugaib
Se o carro for a Álcool não ficaria o "motorista" alcoolizado? kkkkkkkkkkkkkk Não pude resistir...
Pierre
O melhor seria se isso fosse obrigatório. Imaginem todos os carros dirigindo corretamente, parando nas faixas de segurança, respeitando os outros veículos, etc.
Lucas Herrera
Pra isso poderia muito bem utilizar o já conhecido Google Voice. A Siri é conhecida como uma assistente, vira meio que sua amiguinha porque recebe perguntas e dá respostas de maneira mais "humana" podemos assim dizer. Pra comandar um carro desse não precisaria virar amigo do carro, basta dizer, vá até lugar x e o carro vai, não precisa da Siri pra fazer isso, o próprio Google Voice iria se virar de uma maneira boa.
Leonardo Santos
Na verdade a sua frase seria correta se fosse: "Bastaria somente ele se integrar a qualquer assistente virtual e ficaria perfeito para deficientes visuais" Vale lembrar que o Siri não é o primeiro nem único assistente pessoal... e nem mesmo o único que funciona ou que funciona direito... vários assistentes pessoais plenamente funcionais já existem para ambas as plataformas!!!
Exibir mais comentários