O Google tem planos de abrir uma loja online destinada a vender tablets diretamente para consumidores, afirma o Wall Street Journal. De acordo com a publicação, o plano do gigante da web é oferecer aparelhos que serão comercializados com sua própria marca ao público, trazendo o sistema operacional Android sob o capô.

Segundo o jornal, os modelos serão construídos pela Asus e Samsung e deverão chegar por um preço camarada, como informa uma fonte que se manteve anônima. Sua missão será combater o Kindle Fire, modelo da Amazon vendido por US$ 199 lá fora, que roda uma versão tão personalizada do Android que não conta com diversos dos serviços do Google.

A fabricação dos tablets do Google – que deverão carregar o sobrenome “Nexus” – foi confirmada em dezembro pelo chairman Eric Schmidt. Na ocasião, o executivo comentava a “competição brutal” com a Apple quando afirmou que um tablet com a marca de sua empresa deveria dar as caras no mercado em “seis meses”. Ainda que inicialmente mirasse no iPad, rumores posteriores apontavam que pelo menos um dos tablets estava sendo criado para lutar de igual para igual com o Kindle Fire, tanto em preço quanto desempenho.

Enquanto nada é anunciado oficialmente, é bom lembrar que o Google tentou vender o HTC Nexus One diretamente para os consumidores em 2010, sem muito sucesso. Resta saber quais serão as estratégias escolhidas para o novo desafio.

Com informações: Reuters.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Eduardo T.
Lembrando que o fracasso de vendas do Nexus One foi a forma de negócio que o Google tentou implementar. Só era possível a compra online através de um site do google que ninguém conhecia, sem subsidio das operadadoras e sem poder pegar o aparelho na mão e ver funcionando.
@LBKatan
Não sei como tá onde tu estuda. Lá na facul, como faço de noite, é tudo trabalhador. Então, tá todo mundo praticamente acostumado com os Cobys da vida. Nas escolas da prefeitura, ou até do estado, onde o estudantes são mais novos, talvez isso ainda seja novidade.
Yangm
Espero um dia ir para uma escola não-pública na qual irei usar tablet para aprender.
@LBKatan
Esperanças continuam vivendo. =D
@LBKatan
São bem limitados, sim, mas depende muito do uso que você precisa. Eu, particularmente, preciso muito de um tablet em épocas de faculdade. Livros e mais livros, algumas anotações e uns joguinhos pra distrair. Smartphones, além de caros, têm tela pequena. Notebooks são pesados pra ficar pra cima e pra baixo na mochila. Se for pra comprar netbook, compro logo um notebook. Então, no meio disso tudo, os tablets atendem melhor às minhas necessidades. =)
@amandaclarck
Eu queria gostar do Android, mas não consigo! Queria que alguém me convencesse de "Olha Amanda, investir em um Android é melhor que investir no X porque etc etc etc" porque sinceramente, eu detesto o Android.
Gabriel
OFF: "está mais perdido que nerd em balada". Lembrei de mim mesmo alguma vezes. :D Eu tenho essa sensação com Android porque é algo mais longe da internet, ramo indiscutível deles. Apesar de ser feito para internet/publicidade, o Android é uma plataforma mobile e o Google pecou em vários pontos ao construi-la imaginando um mundo colorido open-source esquecendo que isso traria alguns problemas graves para a plataforma. A comunidade, felizmente, acabou amenizando esse problema. Lembra do Ping da Apple, é a mesma coisa. Os serviços de internet da Microsoft são outra draga que está melhorando só agora. Como dizem, sempre achamos que é fácil o que os outros fazem, até quebrarmos a cara tentando.
Gabriel
Uma pena que o HTC Nexus One não tenha feito o sucesso esperado. A linha Nexus parece ter virado smartphones para nerds e desenvolvedores da plataforma apenas, sem nenhum atrativo mutio especial para os usuários comuns. O chamariz é o Andoird puro. Os Nexus são legais, mas esperava que se tornassem o flagship da plataforma inteira, trouxesse novidades e o hardware mais avançado para a plataforma. Imagine se o Galaxy SIII fosse o Nexus, supondo que aquele novo Exynos é tão extraordinário como estão dizendo. Seria matador. Um tablet barato seria interessante para os desacreditados darem uma chance, parece que o Google se conformou com a posição de produto mais barato no mercado de tablets. Não concordo, porque não é possível o mercado de tablets viver só de iPad.
Yangm
Vlw Google, mas ainda não quero comprar um tablet, continua achando que são limitados.
@andreih1
Parabéns pelo aniversário! ;) Quase todo o faturamento do google vem da parte de anúncios, é fato que depender só disto é muito arriscado, a empresa precisa buscar outras formas de "fazer dinheiro" também. No caso do Android, em smartphones ele já em um sucesso (em número de vendas), acho que foi uma aposta do Google que deu muito certo. Já em tablets, até o momento não anda muito bem, mas acho normal, smartphones Android no começo não eram exatamente bons (na verdade eram horríveis), mas hoje alguns já batem de frente com o iPhone. Tudo é questão de amadurecimento do produto. Mas concordo que determinadas atitudes do Google parecem meio "perdidas", como por exemplo o Google+, Wave, etc.
CDelm_
tudo isso, e ainda é dona do YouTube e do Orkut...
Bernardo
Vamos torcer para que as vendas sejam realizadas mundialmente pois nós aqui o Brasil sempre ficamos com a raspa do tacho e com os maiores preços.
Daniel Lobo
Bem, se o Google lançar e mesmo que vendam só 10 no mundo inteiro, eu vou querer, porque será um Tablet puro com Android puro, sem as tranqueiras e os bloatwares das operadoras. Então vai ser o melhor Tablet Android comercializado no mercado. Falam horrores do Xoom, mas depois que se coloca o Android 4.0.3, o tablet ficou um avião, totalmente puro. Imagine um Tablet Google. :)
@amandaclarck
Eu não sei se estou sendo meio chata com isso, mas o Google (ou a Google?) me passa a impressão que está mais perdido que nerd em balada. Ok, era "apenas" um gigante das buscas, aí viu que o mercado mobile estava crescendo e veio com o Android, aí viu que o mercado os tablets também veio crescendo e entrou nessa. Sei que as empresas, a maioria delas, na verdade, é assim, mas o Google me parece mais, não sei se porque eu estou acostumada a vê-la a tanto tempo como um site de busca e tô ficando velha (indireta porque meu aniversário foi ontem, aquelas hahah). Enfim, acho que estou sendo meio xiita sim.
Forbidden_404
Se eles conseguirem por um tablet decente pra concorrer com o Kindle Fire, eu compro facil facil, quanto a um pra concorrer contra o novo iPad, eu acredito no potencial da Google, mas logo de cara assim, eu duvido q eles consigam.
Exibir mais comentários