Início » Brasil » C&A adota botão Like do Facebook nos cabides de roupas

C&A adota botão Like do Facebook nos cabides de roupas

Clientes votam nas roupas preferidas da coleção de Dia das Mães.

Avatar Por

Quem diria que uma empresa de moda poderia causar tanto rebuliço nas redes sociais? A C&A, famosa pelas roupas que vende em mais de duzentas lojas no país, resolveu colocar o Facebook em suas prateleiras. Eles adotaram, numa ação inédita, contadores de “likes” dados por meio da rede social a cabides posicionados estrategicamente na loja-conceito mantida em um shopping de São Paulo.

Funciona da seguinte maneira: o usuário entra na página da C&A brasileira no Facebook e procura pela aba “Fashion Like”. Ali aparecem peças de roupa que, desde 14/4, podem ser curtidas diretamente no site. A partir do próximo sábado (21/4) essas mesmas curtidas vão aparecer nos cabides da loja física localizada no shopping Iguatemi, na capital paulista.

A ideia lembra bastante aquele conceito de “internet das coisas”, que prevê o uso de objetos do dia a dia — não necessariamente tecnológicos — conectados à rede. Todos os usuários do Facebook poderão mostrar para quem está na loja quais são as peças de roupa mais curtidas, disse a C&A em nota.

De acordo com a C&A, a arara especial com a coleção para o Dia das Mães possui um PC conectado à internet . Controles de arduíno ligados a essa máquina refletem a votação em tempo real no Facebook da empresa. Sim, o contador será atualizado imediatamente assim que o usuário aperta o botão “curtir” na rede social.

A C&A divulgou um vídeo promovendo a ação especial. Assista abaixo.


(Vídeo do YouTube)

A ação foi criada pela agência de propaganda DM9DDB, que afirma ter se inspirado naquela tradicional situação em que uma amiga pede opinião de outra na hora de comprar uma peça de roupa. Só que, na loja da varejista de moda, será a opinião de todo mundo que decidir usar o Facebook da C&A.

Pelo que pude ver a votação ainda está bem modesta. O gira-clique que mais rodou até agora registra somente 124 votos (ou “Likes”), bem pouco para algo produzido por uma empresa do tamanho da C&A.

Por enquanto a ação se restringe a dez peças de roupa. Será que em breve veremos isso em mais lojas com mais itens? E o mais importante: será que um botão “detestei” não vai fazer falta?

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lucas Herrera
Fera não é por nada não, mas eu acho que todo mundo que não é Forever Alone vai se importar em saber o que os outros acham da sua roupa. Lógico que tem que ser uma roupa que ser confortável tudo mais, mas também é obvio que o fato da roupa ser bonita ou não vai sempre influenciar na escolha. Duvido que você saia na rua usando uma roupa ridícula só pra não ser “Maria Vai Com as Outras”.
luvialca
Nossa...não acredito que não incluíram tbm o Google+... #NOT
EDI LOPES
Legal a acao. Mas ela pode ser melhorada. Dar like na loja fisica seria muito mais legal. E as peças da loja fisica deveriam ir para o site e nao as peças do site ir para a loja. Basicamente como as pecas da C&A sao iguais em todo o brasil assim a opiniao teria muito mais credito. E ver uma peca ao vivo eh muito diferente de ver a peca internet. Mas mesmo assim eu CURTI essa da DM9
Lucas
Hipsters talvez?
mausocuestas
Por outro lado, a maria-vai-com-ninguém poderia escolher as peças menos curtidas. Ou não?
ricardo
Quem é "Maria Vai Com as Outras" e não tem opinião própria vai adorar a ideia de C&A. No entanto, como o mundo infelizmente está cheio de gente desse tipo, a estratégia da loja tem tudo para ser altamente lucrativa. (E lucro é a única coisa que interessa às empresas, não é?) Apesar disso, concordo que o Facebook é uma porcaria e já encheu a paciência.
raul
Quanto mais likes mais mulheres usando a mesma peca. Por mais que se saiba que estas lojas vendem muito, vai ficar muito explicita a falta de exclusividade e originalidade ao menos para as mulheres.
nanopuntouy
Interessante, dai o pessoal pode escolher: compro o que todo mundo gosta e vou ficar uniformado com uma porrada de gente ou faço posse de antissocial é pego o que ninguém vai comprar :P
@tchubao
Esse post ficou parecendo aqueles caras que anunciam fim do mundo no centro de sp. lol O que o povo ganha? saber a opniao dos outros, é pra isso q a maioria das pessoas compram roupas, sapatos e etc. A opnião alheia é sempre mto valorizada. Não estou entrando no mérito do q é bom ou não, mas a realidade é essa. Fato que a loja ganha mais, uma roupa com mtos likes poderia ter seu preço aumentado subitamente, ganhar mais destaque na vitrine e etc...
cao
Incrível. Só uma agência como a DM9 pode fazer algo tão sincronizado e sem função, para as cabeças pouco pensantes de quase 99% dos brasileiros. Se isso pode ser chamado de propaganda digamos que não tem criatividade alguma. Se fosse criativos, criariam campanhas em que o cliente seja beneficiado, não a marca apenas. sempre fazer porcaria e o pobres dos brasileiros sem cérebro aplaudem. O que deve ser comentado garotos deste blog, é: - o que realmente o consumidor ganha com isso ? N.A.D.A. !!!!! escrevam coisas que representem avanço em nossa vida terrena. facebook não é nada pois a torre de babel não funcionava. o ser humano tem a intolerância dentro de si, por isso só consegue viver plenamente em pequenos clãs. quando a coisa aumenta, pega fogo. abraço ao Tecnoblog.
@thyagoneves
Pode-se usar tags qrcode. As mesmas poderiam enviar likes diretamente ao perfil que estivesse cadastrado junto ao smartphone. Ou mesmo, a C&A poderia desenvolver um aplicativo que se conecta à sua conta no smartphone que ao ler os qrcodes específicos da loja, adicionasse um like àquele item diretamente na página do facebook.
Yohana
Primeiramente pensei exatamente nisso de dar like nas lojas físicas. Mas seria muito mais complicado... =P
Thássius Veloso
Nós discutimos aqui na redação essa questão de dar "like" diretamente na loja. O difícil é ter uma forma de identificar o usuário previamente. A meu ver o ideal seria implementar algum app que faça uso do sensor NFC do celular. Só que, convenhamos, se o NFC em si ainda está em estágio embrionário, imagine seu uso numa ação de marketing.
Renan A Mendonça
Bem bacana a ideia, mas quando comecei a ler achei que eles tinham sido mais espertos e implementado aquela geringonça de dar Like nas coisas nos produtos da loja (Física), assim quem estivesse visitando uma loja (Física) poderia ver os produtos e dar Like neles. E ai sim eles poderiam colocar no site as peças com mais votos etc. Mas bem, todo começo é assim, talvez eles façam isso no futuro (Se forem espertos).