Arquivo Jogos

Frost: o puzzle que vai derreter seu cérebro

E eu prometo um dia parar com as piadas infames.

Trevis Bonifácio
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Estamos reunidos aqui para comemorar o iminente final de semana. Para selar nosso compromisso com a liberdade e diversão, devemos dedicar um pouco de nosso tempo para a solução dos puzzles de Frost. Considere essa condição como o dízimo do Tecnoblog. Aproveite essa noite agradável para derreter uns blocos de gelo e parte do cérebro.

Frost é um jogo de puzzle e plataforma onde seu objetivo é apagar todo o fogo de cada nível. Para apagar uma chama basta empurrar um bloco de gelo em cima dela. Fácil tarefa, aparentemente. Mas se fosse fácil assim não teria nem graça.

[swfobj src=”https://tecnoblog.net/wp-content/uploads/2012/07/frost.swf” width=”580″ height=”430″ align=”center”]

A movimentação de seu personagem é um pouco limitada, você não pode pular. As setas movimentam seu gnomo para os lados. Para escalar um bloco basta movimentar-se em sua direção. A barra de espaço é capaz de derreter ou criar um bloco de gelo – sempre no espaço na diagonal para baixo de sua posição. Estilo Lode Runner, caso você já tenha jogado.

Ao se aproximar de um cubo de gelo, é possível chuta-lo em linha reta. Os cubos de gelo se prendem a paredes, mas caso sua ligação com a parede for rompida ele cairá, podendo apagar uma chama. Utilize essas habilidades para apagar todas as chamas do nível e ser feliz.

É de extrema importância calcular a melhor maneira de conter todo o fogo de cada nível. Perdi a conta de quantas vezes tive certeza de que certa fase era impossível de passar, mas não se preocupe, há solução para todas elas. Caso você esteja preso em um canto gelado, pode pressionar R para recomeçar o nível.

De bônus, vai uma música pra animar o fim da semana. Amem! (Sim, do verbo amar.)

Trevis Bonifácio

Ex-redator

Trevis Bonifácio é formado em Tecnologia da Informação e apaixonado por game design. Cobriu diversos lançamentos no mundo dos jogos entre 2011 e 2015, período em que fez parte da equipe do Tecnoblog. Atua hoje como desenvolvedor de jogos para diferentes plataformas como Windows, macOS, Android e iOS.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque