Arquivo Celular

Lucro da Samsung dispara ao vender Galaxy que nem água

Thássius Veloso
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A Samsung tem muito o que comemorar ao apresentar os resultados financeiros e de vendas para o segundo trimestre fiscal. A receita com smartphones disparou 48% devido à venda monstruosa de aparelhos da linha Galaxy. Eu prometo não fazer trocadilhos com o termo “galáxia”, então vou direto para o fato: o gigante coreano distribuiu 50,5 milhões de unidades, de acordo com uma empresa de consultoria.

O número seria quase o dobro daquele calculado para as vendas de iPhones da Apple: 26%. Dados da Strategy Analytics mostram que a Samsung ocupa sozinha por volta de 35% do mercado global de smartphones, com a Apple em segundo lugar abocanhando 18% do mercado no segundo semestre.

De acordo o jornal inglês Guardian, a Samsung anunciou lucro de US$ 4,5 bilhões (pouco mais de R$ 9 bilhões) entre os meses de abril e junho. Ficou 3% acima do resultado visto no primeiro semestre, mas parece que os acionistas esperavam um desempenho ainda melhor da Samsung.

Foi no fim do segundo trimestre que a fabricante de celulares apresentou ao mundo o aparelho Galaxy S III, terceira geração de uma linha topo de linha que vem fazendo bastante sucesso. Claro que outros modelos, inclusive o Galaxy S II, continuam vendendo e sendo distribuídos, o que faz com que toda a linha Galaxy seja muito bem-sucedida.

A Samsung afirma que o aparelho mais recente responde por 60% de todos os celulares Galaxy distribuídos pelo mundo afora. No início da semana nós já havíamos noticiado que o S III vendeu 10 milhões de unidades.

Quem ganha com a vitória da Samsung também é o Google. Afinal, a venda exuberante de aparelhos Galaxy reforça a dominância do sistema Android perante outros que perderam espaço no mercado — notadamente o iOS.

Thássius Veloso

Ex-editor-executivo

Thássius Veloso foi editor e editor-executivo do Tecnoblog de 2008 a 2014. Liderou o noticiário e cobriu de perto os maiores acontecimentos do mercado de eletrônicos de consumo, games e serviços. É jornalista, palestrante e apresentador de tecnologia na rádio CBN e no canal de TV por assinatura GloboNews.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque