Arquivo Legislação

Pedido de desculpas da Apple à Samsung não parece tão sincero assim

Rafael Silva
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A Apple até tentou recorrer mas não conseguiu fazer a corte britânica voltar atrás na sua decisão favorável à Samsung no caso de infração de patentes de design. Com isso, a Apple foi obrigada publicar um pedido de desculpas em jornais e no seu site. Hoje essa decisão foi cumprida, mas o pedido de desculpas não é exatamente o que esperávamos: ele soa mais como um sonoro tapa na cara.

Em um texto de seis parágrafos linkado na página inicial do site do Reino Unido, a Apple apenas relata os fatos da decisão, citando especificamente os três tablets da linha Galaxy que a empresa acusou de estar infringindo em seus designs. Ao longo do texto, a empresa fala da declaração do juiz julgando o caso e cita especificamente a parte em que ele disse que os tablets da Samsung não tinham um design tão descolado.

No final do texto, a empresa aproveita para dizer que em outros países, como Alemanha e nos EUA, casos envolvendo a mesma patente foram decididos a favor da Apple e diz até da multa bilionária que a Samsung pode ter que pagar no futuro. O texto termina dizendo que “enquanto a corte britânica não acha que a Samsung é culpada da infração, outras cortes reconheceram […] Samsung voluntariamente copiou o (muito mais popular) iPad da Apple”.

É esperado que a Apple publique o mesmo texto no formato de anúncios nos principais jornais do Reino Unido. Dado o teor das desculpas, não acho que a empresa vai hesitar muito em publicar esse texto.

Confesso que não esperava que a Apple publicasse um pedido de desculpas admitindo que estava errada e oferecendo uma caixa de chocolates à Samsung como parte do pedido. E também não esperava uma resposta tão formal e seca como essa, que ainda deixa a companhia saindo por cima. Mas levando em conta que trata-se de uma empresa protegendo seus interesses comerciais, é algo até lógico que ela tente sempre buscar o ângulo mais apropriado para si mesma. E parece que conseguiu.

Rafael Silva

Rafael Silva tem 27 anos, estudou Tecnologia de Redes de Computadores e mora em São Paulo. Tem uma queda pela Apple na área de dispositivos móveis, mas sempre usou Windows em todos os seus notebooks e desktops. Vez ou outra fala alguma coisa interessante no Twitter: @rafacst. [Envie um email]

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque