Opera 12.10 tem suporte ao protocolo SPDY e extensões para o Speed Dial

Paulo Higa
Por

Hoje a Opera Software liberou a versão 12.10 do seu navegador para desktops. O destaque fica por conta das novas extensões que fazem uso do Speed Dial para exibir informações dinâmicas. A nova versão do Opera também possui protocolo SPDY ativado por padrão, adiciona suporte a mais padrões web e tem compatibilidade com o Windows 8.

Usando a extensão do Twitter, desenvolvida pela própria Opera Software, é possível saber rapidamente se você possui mensagens diretas não lidas. Se houver, o ícone da extensão começará a piscar no Speed Dial, que aparece sempre que você abre uma nova aba. A extensão do Facebook exibe as últimas atualizações da sua timeline e mostra as notificações. Mas as extensões são bem simples: não exibem nenhuma informação adicional e servem apenas para abrir o site da rede social numa nova aba.

Extensões do Twitter e do Facebook aparecem no Speed Dial

Para os desenvolvedores, o Opera 12.10 suporta a API Context Menu, que exibe mais recursos quando o visitante clicar com o botão direito no mouse, além das APIs WebSocket e Loader. O SPDY, alternativa do Google ao protocolo HTTP, agora está ativado por padrão, então talvez você note melhorias no carregamento de alguns sites, como o Gmail e o Twitter. Entre os grandes navegadores, o único que ainda não possui SPDY por padrão é o (sim, ele mesmo) Internet Explorer.

O Opera 12.10 adiciona suporte a Central de Notificações do OS X Mountain Lion e para a tela Retina. No Windows 8, o Opera passou a reconhecer comandos por toque e o gesto de pinça para dar zoom nas páginas, mas ainda não há informação sobre uma possível versão com interface Metro.

O changelog completo das novidades está disponível neste link. O download do Opera 12.10 pode ser feito no site oficial, para Windows, OS X, Linux, FreeBSD e Solaris.

Relacionados

Relacionados