Arquivo Internet

TAM vende passagens mais baratas em site para estrangeiros

Companhia aérea alega falha no sistema de comércio eletrônico

Conteúdo patrocinado
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Uma enorme discrepância no sistema de venda de passagens da TAM foi percebido por internautas que tentavam comprar os bilhetes pelo site da companhia aérea destinado a estrangeiros. Tanto na versão em inglês como na versão em espanhol, os preços oferecidos eram não somente menores, mas muito menores do que aqueles para brasileiros.

Veja só:

Preços para brasileiros e para estrangeiros, em dólar

A mesma passagem de São Paulo a Brasília que custaria 208,15 dólares (aprox. R$ 414) nos sites estrangeiros da TAM custava R$ 1.096,26 para os internautas que acessavam o site destinado ao Brasil, conforme consta na Folha de São Paulo. O mesmo jornal reporta que, em outra simulação, o preço nacional ficou exorbitantes 400% mais caro do que no exterior.

Entretanto, não era possível finalizar as compras porque é necessário ter um cartão de crédito emitido no mesmo país para o qual o site acessado se destina. Mesma lógica utilizada pelo Google para vender o LG Nexus 4 na loja online Google Play exclusivamente para os norte-americanos. O Google notadamente subsidia o aparelho na América; o mesmo não ocorre nos demais países.

Procurada por diversos veículos, a TAM informou que o “erro” no sistema de venda de bilhetes foi corrigido. A companhia também diz o seguinte: “O que determina o valor das passagens é a demanda de cada perfil de passageiro e a oferta disponível, o que pode variar de acordo com cada mercado. Por isso, o site da TAM possui versões para cada país em que a empresa opera, obedecendo às legislações locais.

A Secretaria Nacional do Consumidor foi procurada pela Folha e disse que vai investigar o caso.

O jornal O Estado de São Paulo realizou as mesmas simulações no site da concorrente Gol. Por lá, os preços são equivalente em real para brasileiros e em dólar nos sites para estrangeiros.

Conteúdo patrocinado

O Tecnoblog publica conteúdos patrocinados em diversos formatos, incluindo artigos textuais, vídeos de divulgação e spots em áudio nos podcasts da casa. Todas as peças publicitárias desenvolvidas pela equipe do TB são claramente identificadas como anúncios, de acordo com os padrões definidos no nosso aviso de ética, e o teor dos conteúdos é revisado e aprovado previamente pelo anunciante. As informações e opiniões são de responsabilidade da empresa contratante, mas nos reservamos o direito de recusar campanhas que não estejam de acordo com nossas políticas.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque