Arquivo Jogos

Disaster will Strike 2: desastres naturais te ajudam a resolver os quebra-cabeças

Trevis Bonifácio
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Enquanto em alguns jogos é preciso resgatar os ovos de passarinhos vermelhos, em outros é preciso causar caos e destruição para quebrar alguns ovos. Vou tentar passar o texto todo sem mencionar um trocadilho infame que estou pensando. Juro. Disaster will strike 2 é um jogo de puzzle baseado em física que te fará utilizar formas mais criativas para atingir seus objetos. Quebrar ovos, no caso.

Os controles são todos feitos com o mouse. Você seleciona o desastre que deseja aplicar no nível e depois escolhe onde ou como ele deve acontecer. Simples assim.

Encontre as melhores maneiras para fazer com que os ovos se quebrem. Uma queda, alguma batida forte, qualquer coisa. Há vários desastres que você pode escolher para resolver cada nível: terremotos, furacões, fissuras, pestes, meteoros e radiação. Cada um é específico para uma situação diferente e há um limite de uso para cada nível.

[swfobj src=”https://tecnoblog.net/wp-content/uploads/2013/05/disaster-will-strike-15127.swf” width=”600″ height=”400″]

Este é o quarto parágrafo e quase já não sinto mais vontade de contar a piada infame, acho que vou conseguir terminar. Disaster will strike 2 conta com 40 níveis, que te darão diferentes possibilidades para resolver o quebra cabeça. E não é só a ordem dos desastres que vai alterar o resultado do nível.

Por mais que pareçam impossíveis, os últimos níveis podem sim ser vencidos. Minha pontuação no final das 40 fases foi 38526. Mas eu quase desisti, para ser sincero.

Agora vou para o parágrafo onde digo que estamos abertos a sugestões e críticas, que adoramos todos vocês e que devemos nos divertir no final de semana. E consegui passar o texto todo sem fazer o trocadilho infame de que para fazer um omelete precisamos quebrar alguns ovos.

Trevis Bonifácio

Ex-redator

Trevis Bonifácio é formado em Tecnologia da Informação e apaixonado por game design. Cobriu diversos lançamentos no mundo dos jogos entre 2011 e 2015, período em que fez parte da equipe do Tecnoblog. Atua hoje como desenvolvedor de jogos para diferentes plataformas como Windows, macOS, Android e iOS.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque