Arquivo Carro

Qualcomm fornecerá sistema de recarga sem fio para a Fórmula E, a Fórmula 1 dos carros elétricos

É quase um Top Gear 3000 na vida real

Emerson Alecrim
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

No início do ano, durante a CES 2013, a Qualcomm fez demonstrações da WEVC Halo, seu sistema sem fio para recarga de baterias de carros elétricos. E sabe onde esta tecnologia será empregada? Na Fórmula E, uma nova categoria de corridas da FIA baseada em veículos movidos à energia elétrica.

A competição deverá contar inicialmente com dez equipes, cada uma com dois pilotos. Como um dos seus objetivos é chamar atenção para as vantagens dos carros elétricos no dia a dia, as corridas deverão ocorrer em circuitos de rua. Rio de Janeiro (Brasil), Londres (Inglaterra), Miami (Estados Unidos) e Pequim (China) são exemplos de cidades já confirmadas como palco da Fórmula E.

Olha aí um protótipo da Fórmula E

Olha aí um protótipo da Fórmula E

O brasileiro Lucas di Grassi, que correu pela Fórmula 1 em 2010, é um dos pilotos que estão participando do desenvolvimento do carro da nova categoria. Ainda há muitos testes a serem feitos, mas já dá para ter uma ideia de como as disputas serão feitas.

A principal diferença em comparação à categoria principal, a Fórmula 1, é que cada piloto terá dois carros à sua disposição e alternará entre eles em cada pit stop. Assim, enquanto um estiver sendo pilotado, o outro ficará sendo recarregado. É aí que a tecnologia da Qualcomm entrará em cena.

Para tanto, tudo o que será necessário fazer é parar o carro em cima de um painel de recarga feito de cobre. Um transmissor/receptor posicionado na parte inferior do veículo se comunicará com o painel para iniciar a transmissão via indução magnética. Já se fala inclusive que, dentro de alguns anos, será possível fazer a recarga com o carro em movimento, bastando fazê-lo transitar por uma via destinada a este fim.

Ilustração do sistema Qualcomm Halo

Ilustração do Microsoft Qualcomm Halo

Inicialmente, o sistema WEVC Halo será utilizado para recarregar apenas os safety cars. Somente na segunda temporada da Formula E é que a tecnologia será efetivamente utilizada nos carros de corrida, segundo a FIA. Até lá, este procedimento deverá ser executado com cabos.

Tão interessante quanto saber como a Qualcomm adaptará o WEVC Halo para a Fórmula E é descobrir como será o desempenho dos carros da categoria. A FIA pelo menos já adiantou que a sua velocidade máxima é estimada em 225 km/h, com aceleração de 0 a 100 km/h em três segundos.

Além de Di Grassi, outros nomes conhecidos na Fórmula 1 estão sendo cogitados para correr pela categoria, entre eles, Nick Heidfeld, Bruno Senna e Jaime Alguersuari. A primeira temporada deverá começar em setembro de 2014 e durar até junho de 2015.

Com informações: BBC

Emerson Alecrim

Autor / repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais, negócios e transportes. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém um site chamado InfoWester.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque