Arquivo Computador

Memórias DRAM já estão mais caras após incêndio na fábrica da Hynix

Emerson Alecrim
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O incêndio que atingiu a fábrica de semicondutores da SK Hynix em Wuxi, na China, já está causando efeitos no mercado. Cerca de três semanas após o incidente, os preços das memórias DRAM registraram a maior alta dos últimos dois anos e, para piorar, não há perspectiva de melhora no curto prazo.

O aumento no período é de pelo menos 40%. Só para dar uma ideia mais clara do que isso representa, um chip de memória DDR3 de 2 GB tinha custo estimado em US$ 1,60 no dia 4 de setembro de 2013, data no incêndio. Nesta semana, o mesmo chip estava custando US$ 2,27, havendo fornecedores nos Estados Unidos falando em US$ 2,50.

Incêndio - Hynix

Incêndio na fábrica da Hynix

O fogo nas plantas da Hynix nem tinha sido totalmente controlado e já havia previsão de elevação de preços. Isso porque a companhia é uma das maiores fabricantes de RAM do mercado, respondendo por aproximadamente 30% da produção global. Se em condições normais já não há sobra de chips nos estoques, o que dirá então com parte das unidades fabris parada.

A Hynix até que tentou evitar pânico no mercado. Pouco depois do incêndio, a companhia declarou que não mais de 15% da produção mundial seria afetada e mesmo assim por pouco tempo. Mas os danos nas plantas atingidas foram maiores do que os calculados, fazendo com que fabricantes de computadores e distribuidores não pensassem duas vezes em procurar outros fornecedores.

A HP é um exemplo claro deste movimento. Com seus estoques de memória baixos, a empresa já se aproximou de outros fabricantes para garantir o fornecimento de DRAM para os próximos meses e manter a sua produção de computadores. A regra nestas circunstâncias é clara: com a demanda maior que a oferta, os preços sobem.

RAM vale mais que barras de ouro?

RAM agora vale mais que barras de ouro?

Ainda em clima de “don’t panic”, a Hynix informou que a sua fábrica na Coreia do Sul está sendo utilizada para amenizar a diminuição da produção e que está trabalhando em ritmo forte para fazer com que as plantas de Wuxi voltem à produção normal o quanto antes – a empresa promete fazê-lo já em outubro deste ano.

Mesmo que a promessa seja cumprida, não há expectativa de que os preços baixem prontamente. Analistas de mercado estimam que continuará havendo aumento pelo menos até o final de 2013, na verdade. É o filme do encarecimento dos HDs se repetindo.

Com informações: TechSpot, Digitimes

Emerson Alecrim

Autor / repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais, negócios e transportes. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém um site chamado InfoWester.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque