Arquivo Jogos

Parem as máquinas: Candy Box 2, continuação do melhor RPG em ASCII do ano, foi lançado hoje

Renata Persicheto
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Semana de Brasil Game Show é sempre agitada no universo dos joguinhos, mas se você não acha suficiente todas as notícias relacionadas ao evento, certamente esta aqui irá te fazer feliz.

Em junho deste ano, enquanto tantos jogos gigantescos eram lançados, o mundo descobriu Candy Box, um RPG simples, feito para browser, que nem ao menos possuía gráficos. O game era todo construído em código ASCII, tinha pouca (ou quase nenhuma) história, mas possuía um fator “x” que fez muita gente viciar em pouco tempo.

Caso você tenha passado (e conseguido se curar) dessa fase, temos notícias que lhe deixarão com sentimentos misturados: com um mapa muito maior, opções para “escurecer” a tela, salvar seu progresso automaticamente e mudar seu idioma, Candy Box 2, o sucessor do jogo que te fez perder família, casa e emprego, foi lançado nesta quinta-feira (24).

candybox2

O objetivo do game é, novamente, que você se torne o rei das balinhas. No início do jogo, Candy Box te dá uma bala por segundo. O fator determinante para conquistar mais balas em menos tempo está nos itens que você vai adquirir e nas tarefas que terá de cumprir. Em um determinado momento, um mercador dará as caras pelo jogo e lhe oferecerá mais balas, pirulitos e barras de chocolate. Na nova versão do jogo, existe um ferreiro de quem você poderá comprar espadas, machados e outras armas, que lhe acompanharão nas quests – estas, podem ser melhoradas de acordo com seu progresso.

Se o primeiro Candy Box já requeria um certo esforço para passar pelos monstros (sim, monstros; para vencê-los, são necessárias poções, que você pode comprar prontas ou mesmo cozinhar), o segundo é ainda mais complexo. A plantação de pirulitos, que faz com que você tenha mais doces por segundo, é mais difícil e os inimigos estão mais “evoluídos”, exigindo um pouco da capacidade mental do jogador.

Os botões para “comer todas as balas” e “jogar todas no chão” também estão de volta em Candy Box 2, mas, desta vez, algo acontece quando você apela para essas opções. Honestamente, ainda não dá para entrar em todos os detalhes dele, já que o jogo parece ser bem maior.

Se você gosta de viver no limite e é adepto das manobras radicais da vida, clique aqui, deixe o jogo rolando no background, abrindo de vez em quando para saber como vão as coisas. Você corre o risco de nunca mais desligar o computador, só para não perder nenhuma bala, mas quem é que se importa com o valor da conta de luz, quando se pode ser o rei dos doces?

Renata Persicheto

Ex-redatora

Renata Persicheto é formada em marketing pela Anhembi Morumbi e trabalhou no Tecnoblog como redatora entre 2013 e 2015. Durante sua passagem, escreveu sobre jogos, inovação e tecnologia. Já fez parte da redação do portal Arena IG e também tem experiência como analista de inteligência de dados.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque