Novo design sendo testado pelo Twitter faz o serviço ficar bastante parecido com o Facebook

Emerson Alecrim
Por

Das principais redes sociais da atualidade, o Twitter talvez seja aquela que muda de layout com mais frequência. Até aí, nenhuma surpresa. O que causa espanto é o que pode vir a ser o novo visual do serviço: o Mashable descobriu uma suposta nova interface sendo testada que deixaria o Twitter parecido com o Facebook ou mesmo com o Google+.

A imagem capturada pelo site mostra uma página de perfil com uma capa grande no topo, dados da conta (número de tweets, favoritos, seguidores, etc.) logo abaixo, foto do usuário em destaque no canto esquerdo superior seguida da descrição (bio) e dos trend topics e, ao centro, os tweets em si.

Redesign do Twitter

Neste layout, aparentemente limitado à versão Web do serviço, as mensagens continuam tendo limite de 140 caracteres, mas sua fonte está maior e, quando há imagens ou vídeos, este conteúdo é exibido com destaque, tal como acontece na home de um portal de notícias.

Exceto pela barra no topo do site, que continua praticamente igual à atual, trata-se de um redesign completo do serviço, claramente focado em dar mais destaques aos tweets e, assim, evitar que mensagens possivelmente relevantes passem despercebidas.

Se o Twitter irá mesmo implementar esta novidade, não sabe. Talvez se trate apenas daqueles testes que, se por mostrarem tão radicais, nunca saem do status de conceito.

O fato é que o Twitter precisa mesmo se renovar. Nas demonstrações financeiras divulgadas pela companhia na semana passada, a empresa revelou uma confortável receita de US$ 243 milhões no último trimestre de 2013, mas um crescimento de apenas 3,8% em sua base de usuários. Situação preocupante, principalmente se considerarmos que há muitas contas abandonadas ou pouco utilizadas.

Em uma reunião com analistas, os executivos do Twitter apontaram a atual interface do serviço, com mensagens publicadas em forma de lista, como uma das razões para a baixa captação de novos usuários. Portanto, dá mesmo esperar mudanças impactantes no serviço ao longo de 2014.

Relacionados

Relacionados