Arquivo Negócios

MtGox, uma das maiores casas de câmbio de Bitcoins, entra com pedido de concordata no Japão

Emerson Alecrim
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Os clientes da casa de câmbio de Bitcoins MtGox têm cada vez menos chances de recuperar o dinheiro investido na moeda: poucos dias depois do fechamento abrupto de seu site, um advogado veio a público para comunicar o pedido oficial de recuperação judicial da empresa – processo outrora conhecido como concordata no Brasil -, a única medida que pode impedir a sua falência.

A MtGox tomou o caminho que levou a esta situação trágica no último dia 7, quando a empresa interrompeu a possibilidade de saques de Bitcoins alegando a necessidade de corrigir uma falha grave em seu sistema que permitia a uma pessoa receber várias vezes os valores de uma única transação.

Era para ser um processo rápido, mas as únicas coisas que aconteceram na sequência foram a saída de Mark Karpeles, CEO da MtGox, do conselho administrativo da Bitcoin Foundation e, na última segunda-feira, o fechamento inesperado do site da empresa, que por quase um dia exibiu apenas uma página em branco.

Um curto aviso foi publicado posteriormente no site dando a entender que a MtGox ainda estava tentando resolver a situação, mas informações consistentes só foram reveladas nesta quinta-feira em uma coletiva de imprensa realizada em um tribunal de Tóquio, no Japão, cidade onde fica a sede da companhia.

MtGox - protesto (Fonte: Bitcoin Feed)

De acordo com o advogado, a MtGox acumula atualmente quase US$ 65 milhões em dívidas contra ativos que valem cerca da metade disso. A empresa também confirmou ter perdido aproximadamente 750 mil Bitcoins de seus clientes e outros 100 mil próprios em virtude de ataques sofridos nos últimos meses. Como não houve qualquer tipo de auditoria, ninguém sabe exatamente como e quando isso aconteceu.

Esta situação, quando somada à ausência de fundos garantidores e de regulamentação formal do Bitcoin, fazem com que um negócio como este se torne muito arriscado, portanto, é quase nula a possibilidade de alguma empresa comprar a MtGox e restaurar as suas operações. O pedido de recuperação judicial se mostrou inevitável, assim como tende a ser a última etapa: a falência.

Ainda que ninguém fale em crise, estes e outros acontecimentos recentes estão enfraquecendo a confiança no Bitcoin. Para piorar, vários governos – entre eles, o dos Estados Unidos – já se esquivaram da possibilidade de regulamentar o dinheiro digital. O Japão chegou a explicar que seria necessário ampla colaboração internacional para isso, o que é praticamente impossível de acontecer com uma moeda descentralizada.

Quem investe em Bitcoins e em propostas similares está sozinho, portanto. Os clientes da MtGox se deram conta disso do pior jeito. Muitos deles, cientes de que pouco ou nada pode ser feito, já se conformaram com perdas que chegam a dezenas de milhares de dólares.

Com informações: GigaOM

Emerson Alecrim

Autor / repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais, negócios e transportes. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém um site chamado InfoWester.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque