Arquivo Aplicativos e Software

Transmissão que pausa quando você dorme e outras criações legais do hackathon do Netflix

Giovana Penatti
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Na semana passada, o Netflix organizou um hackathon para trazer novas ideias para o serviço. É bem comum que empresas de tecnologia façam isso entre seus funcionários: em um ambiente mais solto que o do dia a dia do trabalho, eles podem criar livremente ferramentas e funcionalidades para complementar os serviços já existentes.

Nem sempre as ideias são incorporadas ao serviço, mas o próprio Netflix assume que as que surgiram na semana passada foram muito boas, então não seria surpresa se elas realmente passassem a fazer parte dele.

A empresa separou cinco como destaques e, deles, separei um em especial. Chamada Sleep Tracker, a funcionalidade foi desenvolvida pelos engenheiros Sam Horner, Rachel Nordman, Arlene Aficial, Sam Park e Bogdan Ciuca.

A proposta é permitir o pareamento do Netflix com a FitBit, pulseira inteligente que monitora atividades físicas, e fazer com que ela detecte quando o usuário dorme. A informação, então, é enviada ao serviço de streaming e ele primeiro abaixa o som e depois pausa a transmissão se a pessoa não despertar.

Quando finalmente acordar, dá para retomar tanto de onde a FitBit percebeu que você começou a dormir como de onde o Netflix interrompeu a transmissão.

Esse parece ser o mais elaborado e criativo dos hacks, mas há outros bem úteis. Um deles é o Radial, que substitui o teclado tradicional utilizado pelo Netflix por um radial no PlayStation 3. Assim, fica bem mais fácil e rápido digitar senhas e procurar por conteúdo utilizando os thumbsticks do controle.

Outro recurso que bem que poderia ser adotado é a proteção por PIN de perfis numa mesma conta, garantindo a privacidade dos usuários (e o direito de assistir seus guilty pleasures sem serem julgados pelas outras pessoas).

Os melhores hacks escolhidos pelo próprio Netflix estão disponíveis neste link.

Giovana Penatti

Ex-editora

Giovana Penatti é jornalista formada pela Unesp e foi editora no Tecnoblog entre 2013 e 2014. Escreveu sobre inovação, produtos, crowdfunding e cobriu eventos nacionais e internacionais. Em 2009, foi vencedora do prêmio Rumos do Jornalismo Cultural, do Itaú. É especialista em marketing de conteúdo e comunicação corporativa.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque