Arquivo Internet

Rumor do dia: Amazon está cada vez mais próxima de oferecer streaming de música

Emerson Alecrim
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Os rumores de que a Amazon está prestes a disputar espaço no segmento de streaming de áudio estão cada vez mais fortes. De acordo com uma matéria publicada recentemente pelo The Wall Street Journal, a empresa já possui negociações em andamento com grandes players da indústria fonográfica, entre eles, Universal, Sony Music e Warner.

O jornal também deu detalhes de como poderá funcionar o serviço. O modelo tradicional de assinatura mensal não está necessariamente descartado, mas é bastante provável que a companhia opte por direcionar a possível novidade aos assinantes da Amazon Prime, que atualmente oferece streaming de vídeo e outros benefícios ao custo de US$ 79 por ano.

Não termina aí. A Amazon também pode estar considerando limitar o acesso ao acervo, de forma que o usuário possa escutar músicas ou álbuns apenas por um determinado número de vezes. O motivo? Estimular a aquisição de faixas via download, opção que a Amazon oferece há tempos.

Amazon Player - MP3

Pode parecer uma postura “mercenária”, mas é possível que a Amazon esteja se baseando nas teorias – uma delas defendida pelo pessoal do Napster, veja só – que apontam que boa parte dos usuários utiliza serviço de streaming para descobrir novos artistas ou canções.

Em outras palavras, estes posicionamentos sugerem que o consumidor é mais propenso a adquirir música depois de descobri-las por streaming. Se esta visão estiver correta, a Amazon tem então um argumento relevante para conseguir acordos mais competitivos com gravadoras e distribuidoras, o que é importante para um momento em que se questiona a viabilidade do modelo de transmissão de áudio.

Uma informação publicada nesta semana pela revista Billboard corrobora com esta estratégia: em sua proposta mais recente, a Amazon teria oferecido um acordo de US$ 30 milhões às gravadoras, sendo US$ 25 milhões para os maiores nomes e o restante para selos independentes. Estes valores seriam renováveis e pagos independentemente da quantidade de vezes que as músicas disponibilizadas forem acessadas.

Procurada, a Amazon não quis tecer qualquer comentário sobre o assunto, o que serve para dar ainda mais força aos rumores.

Emerson Alecrim

Autor / repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais, negócios e transportes. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém um site chamado InfoWester.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque